Tags
FernandaTakai
Sobre

Coprodução internacional “O dia em que fiquei mais forte” entra no ar no próximo dia 7, como parte da nova programação infantil educativa do Canal Futura

 

Episódios brasileiros acompanham uma menina indígena no Amazonas e um garoto que perdeu o pai para COVID-19 em São Paulo

 

Histórias de resiliência, superação e autoconfiança na infância estão na série “O dia em que me tornei mais forte”, que estreia no próximo dia 7 como parte da nova faixa de programação do Canal Futura, dedicada ao conteúdo infantil educativo. A coprodução internacional, que envolveu 17 países, ganhou uma versão inédita da música-tema composta e gravada pela cantora Fernanda Takai.

 

Iniciativa da instituição alemã Prix Jeunesse, a série traz histórias reais narradas por crianças do mundo todo. O Futura é parceiro exclusivo do projeto no Brasil e produziu dois episódios com participantes selecionados a partir de fóruns e grupos de pesquisa, realizados de forma remota durante a pandemia. Em “Meu primeiro arco e flecha”, a menina indígena Tauana enfrenta barreiras impostas às mulheres em sua cultura, numa aldeia no Amazonas. Já o episódio “Caixa de memórias” acompanha o menino Ítalo, que perdeu o pai para a COVID-19, e sua amizade com seu papagaio de estimação, em São Paulo.

 

“Levar meu violão para a escola foi como ter um superpoder”, lembra Fernanda Takai

 

A cantora Fernanda Takai se emocionou com o projeto e compôs a versão brasileira para a música-tema da série, gravada no estúdio em sua casa, em Belo Horizonte. Inspirada pelo tema do programa, ela lembra o dia em que se sentiu mais forte na infância: “Foi o dia em que eu, timidamente, levei meu violão para a escola. Eu mal sabia tocar, mas o fato de levar foi como ter um superpoder, um escudo. Eu tinha 9 anos e foi muito importante para mim. Simbolizava uma aptidão que eu tinha e talvez tenha conquistado alguns amigos ali naquele dia.”

 

Fernanda também acredita que o público vai se reconhecer nos episódios. “O que eu acho cativante é que a série tem crianças como protagonistas, vivendo situações com que todos nos identificamos”, diz ela.

 

“Somos iguais, de formas diferentes”, diz criadora da série

 

“A série é resultado de um estudo mundial que revela que há experiências típicas, em determinados ambientes, vivenciadas por crianças do mundo todo, em que elas percebem sua própria força. Essas experiências, porém, acontecem em contextos culturais específicos, com seus hábitos e rituais. Contar essas histórias de todo o mundo fortalece a resiliência e também a compreensão da diversidade cultural. As histórias mostram, de uma forma muito forte: Somos todos iguais, mas de formas diferentes”, defende a diretora da Fundação Prix Jeunesse, Maya Götz.

 

A nova faixa de programação infantil educativa do Futura estreia a partir do dia 5 de abril, com animações, séries e programas produzidos em diferentes partes do mundo. Vai ao ar de segunda-feira a domingo, das 7h às 9h, e de segunda a sexta-feira, das 17h às 18h, com distribuição de conteúdo também pelas plataformas Canais Globo e Globoplay, com acesso gratuito.

Entre os títulos estão a animação brasileira “Aventuras de Amí”, da Bahia – que conta com a dublagem da jornalista e influenciadora digital Tia Má -; o desenho nigeriano “Bino & Fino” e a série de ficção australiana “Primeiro Dia”, em que a protagonista é uma adolescente transgênero e sua experiência na nova escola.

 

Desenvolvida por uma equipe multidisciplinar da Fundação Roberto Marinho em parceria com a consultoria Singular – Mídia e Conteúdo, a curadoria de conteúdo selecionou produções que retratam a infância a partir do ponto de vista da criança, em um painel de pluralidade e diversidade cultural.

 

O Dia Em Que Me Tornei Mais Forte

 

Onde:  Canal Futura

A série internacional traz episódios de resiliência baseados em histórias reais contadas por crianças do mundo todo. Dois episódios foram gravados no Brasil: em uma aldeia indígena no Amazonas e em São Paulo.

Estreia: 07/04, às 20h (horário especial)

Exibição: terça e quinta-feira, 7h25

 

 

 

 

 

Com informações: Approach Comunicação