Ana Cañas Canta Belchior chega ao Teatro Bradesco em São Paulo

A cantora e compositora Ana Cañas apresenta o show Ana Cañas Canta Belchior no dia 10 de abril (domingo, às 20h), no Teatro Bradesco, em São Paulo.

 

O projeto nasceu da ideia de uma live com canções do compositor cearense, em 2020. Ganhou notoriedade e desdobrou-se em um álbum homônimo que vem sendo apresentado em turnê por todo o Brasil, numa justa homenagem a Belchior (1946-2017) e à sua obra.

 

Dirigido pela própria Ana Cañas, o espetáculo traz clássicos como “Alucinação”, “Sujeito de Sorte”, “Coração Selvagem” e “Como Nossos Pais”. Acompanhada pelos músicos Fabá Jimenez (violão e guitarra), Adriano Grineberg (teclados), Meno Del Picchia (contrabaixo) e Loco Sosa (bateria), Ana apresenta, segundo ela própria, “o show mais emocionante e visceral de sua carreira”.

 

Durante a pandemia de covid-19, a cantora idealizou e apresentou a live concebida a partir da obra ímpar de Belchior. A emocionante repercussão do público sobre sua interpretação personal e sensível, aliada ao mergulho que fez na música e poesia desse artista brasileiro, foram fundamentais para que a iniciativa continuasse e se tornasse seu novo trabalho. A gravação do álbum Ana Cañas Canta Belchior foi consequência natural, ocorrendo entre 2020 e 2021, com produção dela própria em parceria com Fabá Jimenez.

 

O lançamento foi gradual. Primeiro veio o single “Coração Selvagem”, seguido por dois EPs que precederam o disco. O processo contou ainda com três videoclipes: “Coração Selvagem” com participação de Lee Taylor; “Alucinação” com participação de Maria Casadevall; e “Sujeito de Sorte”, no qual 46 artistas – entre eles Wagner Moura, Bruno Gagliasso e Elza Soares – gravaram suas próprias participações. Todas as faixas ganharam ainda visualizers no YouTube, mostrando o processo de gravação.

 

Até o momento, as cidades contempladas com show Ana Cañas Canta Belchior são: São Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ, Presidente Prudente/SP, Araraquara/SP, Jundiaí/SP, Natal/RN, Fortaleza/CE, Recife/PE e Porto Alegre/RS. E, no dia 22 de abril, o espetáculo volta ao Rio de Janeiro para sessão no Circo Voador.

 

Show: Ana Cañas

Em: Ana Cañas Canta Belchior

Data: 10 de abril de 2022. Domingo, às 20h

Onde: Teatro Bradescowww.teatrobradesco.com.br

Rua Palestra Itália, 500 – 1º Piso – Loja 236, Perdizes. São Paulo/SP

Livre. 1439 lugares. Acessibilidade. Café. Chapelaria.

Ingressos: R$ 60,00 a R$ 180,00

https://uhuu.com/evento/sp/sao-paulo/ana-canas-canta-belchior-9879

 

Ana Cañas

 

A paulistana Ana Cañas estreou, em 2007, no cenário musical brasileiro com o álbum Amor e Caos (Sony Music), o qual registra suas primeiras composições e traz uma versão para “Coração Vagabundo” (Caetano Veloso), que integrou a trilha da novela Beleza Pura, da Rede Globo. O disco, elogiado pela crítica especializada, colocou-a como revelação musical do ano. Em 2008, participou da edição do programa Som Brasil – Cazuza (Rede Globo) e concorreu como Cantora Revelação ao Prêmio Multishow. Em 2009, lançou o segundo CD, Hein? (Sony Music), que traz parcerias suas com Arnaldo Antunes e participação de Gilberto Gil ao violão. Sua canção “Esconderijo”, incluída na trilha de Viver a Vida, de Manoel Carlos, alcançou projeção nacional e foi eleita uma das melhores músicas do ano pela revista Rolling Stone, além de ganhar clipe dirigido por Selton Mello. No mesmo ano, Ana gravou “Pra Você Guardei o Amor”, em dueto com Nando Reis, que se tornou hit nacional.

 

De volta ao estúdio, em 2012, ela lançou Volta (Som Livre) com versão para “Rock And Roll” (Led Zeppelin) e as autorais “Será Que Você me Ama?” e “Urubu Rei”, entre outras. O disco transformou-se no show Coração Inevitável com direção e iluminação de Ney Matogrosso, lançado em DVD, em 2013. O quarto álbum, Tô na Vida, chegou dois anos depois com repertório totalmente autoral. O single homônimo ganhou clipe dirigido pela própria Ana em parceria com Philippe Noguchi. Em 2017, a artista lançou o single/clipe “Respeita”, um manifesto pela equidade de gêneros e pelo fim da violência contra a mulher. O clipe, dirigido por Isadora Bandt e João Wainer, teve participação de 86 mulheres, entre elas Elza Soares, Maria da Penha, Julia Lemmertz, Maria Rita Kehl, Mel Lisboa, Sophie Charlotte, Zélia Duncan, Natália Dill e Andreia Horta. Em 2018, Ana gravou o quinto disco, Todxs, com beats eletrônicos pesados e grooves sensuais, produzido por ela junto com Thiago Barromeo. De forte cunho político, especialmente no que diz respeito à defesa dos direitos das minorias, foi indicado Grammy Latino 2019 como Melhor Álbum de Pop Contemporâneo. O trabalho tem participação de Chico Chico e do rapper Sombra; e a música “Eu Amo Você” (Cassiano e Silvio Rochael) ganhou videoclipe com participação da atriz Nanda Costa.

 

Os anos de 2020 e 2021 foram dedicados ao atual trabalho, Ana Cañas Canta Belchior: Nascido de uma live, o projeto transformou-se em disco e turnê que vem percorrendo o Brasil, e segue por 2022.  Ainda em 2021, a artista estreou como apresentadora no programa Sobrepostas, do Canal Brasil, no qual recebe convidadas para conversar sobre temas relacionados à sexualidade e à energia que motiva as mulheres a encontrarem prazer, afetos e intimidade. A abordagem se dá sob a perspectiva de mulheres cis e trans que são protagonistas das suas próprias narrativas.

 

Instagram: @ana_canas

YouTube: Ana Cañas Oficial

Spotify: Ana Cañas

Twitter: @anacanas

Facebook: @anacanasoficial

Instagram: @ana_canas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: VERBENA COMUNICAÇÃO