André Moraes e Lia de Itamaracá entoam ponto de Exú para celebrar o Dia Nacional da Umbanda

“Para chegar aqui, atravessei um mar de fogo. Pisei no fogo, o fogo não me queimou”. É com esses versos que o canto singular de Lia de Itamaracá rompe o silêncio sobre batidas de atabaque. A partir dali, a cantora pernambucana e o produtor musical André Moraes – responsável pela trilha sonora do longa Lisbela e o Prisioneiro (2003) – entoam um ponto de Exú, que, na Umbanda, é cantado para buscar as forças espirituais das entidades. Intitulado “Mar de Fogo”, o cântico chegou – pelo selo Dutra – aos aplicativos de streaming, no dia 15 de novembro, data em que se comemora o Dia Nacional da Umbanda (ouça aqui). O single ganhou também um videoclipe com a participação de Zezé Motta, Silvero Pereira, Bruno Garcia e Bloco Ilú Oba de Min (assista aqui).

 

O encontro entre André Moraes e  Lia de Itamaracá se deu por meio de uma amiga em comum. “Essa música representa, pra mim, uma corrente de fé”, comenta a cantora, conhecida por levar adiante a cultura popular, principalmente por meio da ciranda. “É de potência e de resistência. Junta-se tudo e eu enfrento essa barreira pesada todinha”, ela adiciona. O produtor brasiliense, por sua vez, deixa a sua marca com caminhos sonoros imprevisíveis, mas que se mostram totalmente azeitados à primeira audição. “A construção dessa música foi bem visual, como se fosse uma pessoa atravessando, mesmo, um mar de fogo”, afirma André Moraes. Então é possível partir daquele atabaque inicial e passar pelo funk, por orquestra e cordas que desembocam em um heavy metal. “A gente está passando por um momento crítico e muito pesado socioeconômico, cultural e sanitário, principalmente no Brasil. Estamos nesse mar de fogo e nós vamos atravessá-lo. Essa é a principal mensagem da música”, ele comenta.

 

Durante esse período crítico, a Umbanda tem sido um pilar de equilíbrio na vida de André Moraes. Não à toa, “Mar de Fogo” é lançada no dia em que se celebra a religião afro-brasileira. O caráter agregador da religião, inclusive, se faz presente no videoclipe da faixa, que reúne Daúde, deputada Renata Souza e Vanessa Pascalle.

 

“Essa música traz uma parte espiritual maravilhosa, traduz uma força total de umbanda, candomblé, como uma ciranda que junta toda matéria espiritual”, define Lia. “Os Exús todos se juntam ali e se forma uma corrente de fé”, ela finaliza. Laróyè, Exu!

 

Ouça “Mar de Fogo” aqui

 

Assista o videoclipe de “Mar de Fogo” aqui

 

Ficha técnica:


Direção e edição: Bárbara Ramona
Produção Executiva: Priscilla Simonelli, Beto Hess, Danilo Dutra, Jerry Burgos e André Moraes
Arranjos e produção musical: André Moraes
Artistas gentilmente convidados: Zezé Motta, Silvero Pereira, Daúde, Sérgio Pererê, Rodney William, Renata Souza, Vanessa Pascale, Bruno Garcia, Dona Glorinha, Bloco Ilú Oba de Min e Hiltinho Fantástico.
Lançado por Agência Dutra
Marketing digital: Listo Music
Assessoria de imprensa: Trovoa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: TROVOA COMUNICAÇÃO