André Mourão se une à Suzana Salles, Bárbara Eugênia e Gustavo Galo em Câmera Analógica

Ouça Câmera Analógica

 

O cantor, compositor e músico paulistano André Mourão, apresenta o primeiro álbum autoral da carreira, Câmera Analógica, com 11 faixas, incluindo as já lançadas Infinito Escuro, Olho no Olho (VideoClipe), vencedora do 35º Festival de Marchinhas de São Luiz do Paraitinga (2020) e Câmera Analógica, a divertida faixa que dá nome ao álbum. Agora, André se lança de vez no disco que versa sobre um passado robótico e o presente que urge, se apresentando como uma boa novidade na cena independente, ainda que com a experiência de um músico e cancionista que possui composições gravadas por artistas como Grupo Rumo, Trupe Chá de Boldo e Enzo Banzo. Ouça Câmera Analógica em sua plataforma de preferência.

 

 

Dentre os músicos que integram o disco, se destacam os vocais da cantora Bárbara Eugênia, teclados de Dustan Gallas (Cidadão Instigado) e bateria de Bruno Buarque (Criolo, Karina Buhr, Céu). Câmera Analógica conta também com participação de Suzana Salles (Itamar Assumpção/Banda Isca de Polícia), Gustavo Galo (Trupe Chá de Boldo) e tem produção assinada por Felipe Botelho (Trupe Chá de Boldo e diretor musical do Teatro Oficina). Artistas com os quais André Mourão se conectou ao longo da jornada musical pela cena independente, na qual sempre esteve presente – além da formação em música pela USP, soma passagens por projetos como O Maquinista e a Banda do Seu Lalá.

 

Foto de Bruno Fenart

 

Câmera Analógica encontra sua graça no estilo de composição do artista, que passeia com coesão por diferentes ritmos, sem perder a autoria e o toque “pop”, no sentido mais amplo do termo. Ao contrastar letras mais profundas e psicodélicas com músicas mais diretas e dançantes, André revela um baú de inspirações e misturas ao qual um jovem compositor do começo do novo milênio teve acesso. Nesse encontro harmônico de suas influências é possível escutar sutilmente o gesto artístico da geração Lira Paulistana se entendendo por novas estradas.

 

Um disco com a graça de trabalhos que ousam apresentar o seu tempo como um reflexo de políticas, culturas, espiritualidades e memórias.

 

Capa do disco “Câmera Analógica” por Ana Paula César

 

FICHA TÉCNICA DISCO

 

Produção – Felipe Botelho

Coprodução – André Mourão

Mixagem – Renato Medeiros

Masterização – Oswaldo Martins

Engenharia de som – Fernando Narcizo, Bruno Buarque, Felipe Botelho, Remi Chatain

Gravado entre Outubro de 2018 e Outubro de 2019 no Estúdio Minduca e nos estúdios da Estúdios Sim Escola de Música

Sopros gravados no Estúdio Guevara por Remi Chatain

 

Acompanhe André Mourão:

 

Spotify

YouTube

Instagram

 

 

 

 

 

 

Com informações: Assessoria de Imprensa Da Lira Cultural