Aquafaba transcende a diversidade cultural em estreia com álbum homônimo

As influências do grupo baseado em Berlim vão de baião a bossa nova

 

A Aquafaba, banda baseada em Berlim (Alemanha), lança hoje (09) o álbum autointitulado em versão digital, CD e LP, que já conta com três clipes lançados: Tesão, Coração de Leão e Burbujas, e estreia com o vídeo de Todas As Formas de Amor (assista aqui). A versão digital e as cópias no formato de CD contam com nove faixas, e uma delas não-inclusa na prensagem em vinil. Ouça aqui.

 

A sonoridade do projeto traduz a complexidade do encontro de dois universos unidos pelo mesmo continente: América do Sul. Cristóbal Rey é chileno e Danilo Timm é brasileiro e com robustas influências regionais, eles fundaram a banda que transita em uma vasta gama rítmica, entre elas a envolvente bossa nova, o contagiante baião, a vanguarda de Berlim, chegando até aos compassos não lineares do jazz. A diversidade cultural transpassa a sonoridade e também é revelada em suas letras escritas em português, inglês e espanhol. Quanto aos temas presentes no álbum estão a proteção ambiental, empoderamento e expansão de consciência.

 

O álbum foi co-produzido por Tomás Peralta – Blue Whale Records (Berlim), em parceria com Danilo e Cristóbal. Vale ressaltar que, além da dupla, a Aquafaba contou também com Tomás Peralta (Chile) no baixo, Yanina Lombardi (Argentina) na flauta, saxofone e backing vocals, Neus Kahlo (Espanha) no violino e backing vocals, Camila Berrio (Colômbia) na percussão e backing vocals e Pier Ciaccio (Itália) na bateria. Com apenas 8 canais, a gravação do disco foi feita toda de forma analógica.

 

Faixa a faixa 

 

Tesão, faixa escolhida para o pontapé inicial do disco,  traz uma mistura de tropicalismo e jazz com vocais inteiramente em português que cantam sobre tesão: “por si mesmo ou por alguém. A música tem um ar de vanguarda e  vibe ‘Hair’ com seu som característico de violino com saxofone, e com melodias que conversam com as vozes”, completa Cristóbal, compositor e letrista da canção. “O videoclipe foi filmado analógico com câmera super 8 em Berlim, e retrata uma transformação de uma vida monótona de uma personagem perdida na rotina através da música e do nosso universo”.

 

O poder da metamorfose dentro de cada um é o tema que envolve a canção Burbujas. Entrelaçando vocais da língua inglesa e espanhola, a música mistura a riqueza da bossa e do huayno andino com a contagiante salsa e cria uma atmosfera lisérgica que também é representada pelo clipe da faixa que estrela o alter ego Drag Queen de Danilo Timm: Deloris Delight. Embalados pela mensagem de empoderamento da música, a banda interage com a instalação artística surreal e itinerante Maraña, assinada pela artista chilena Paula Miquelme no Monopol de Berlim – uma antiga destilaria transformada em campus coletivo criativo e espaço de exposição.

 

O convite para celebrar a coragem vem na faixa seguinte, Coração de Leão. Marcada por um poderoso solo de saxofone, arranjos com piano Rhodes, sintetizador e o melodramático violino, a canção traz uma mensagem que cabe em diferentes perspectivas. “Ela pode ser interpretada em algum lugar entre o vermelho e o violeta do arco-íris. É sobre o empoderamento de um coração que bate sem medo em conhecer o novo. Um novo olhar, novo dia ou um novo amor”. Bailarinas e atrizes expressam através da dança, a leveza e  graça da música, no videoclipe rodado em Berlim, Nova York, Rio de Janeiro, Cidade do Mexico e Santiago.

 

Da esquerda para a direita: Pier Ciaccio, Neus Kahlo, Tomás Peralta (em pé), Danilo Timm, Camila Berrío, Yanina Lombardi e Cristóbal Rey formam a Aquafaba – créditos: Rita Couto

 

Todas As Formas De Amor é um folk moderno temperado com o ritmo intrigante da música popular brasileira que te faz viajar para os anos 70 de Jorge Ben. A canção escolhida como música de trabalho do disco, já nasce com um clipe filmado em uma casa dos sonhos no meio da floresta da Tijuca no Rio de Janeiro. Estrelado por Danilo, o vídeo narra a fantástica descoberta da aceitação e amor próprio de todas as pessoas que habitam um único corpo. A letra foi inspirada em uma carta escrita por uma pessoa que Danilo se relacionou após o término. “Essa faixa é sobre as infinitas formas e maneiras de amar, ressaltando o fato de não existir um jeito único para expressar o que sente”, completa Danilo compositor da faixa.

 

Miel Y Dolor é a faixa mais extensa do álbum e carrega um clima que pode ser definido por suas frases hipnóticas nos instrumentos de cordas, pela dramaticidade do violino envolto em uma atmosfera doce, suave e lindamente agonizante que transcendem a mensagem da canção: o ato de viver.

 

As lindas paisagens da Bahia foram a fonte de inspiração para a música Sussuarana, que traz belas melodias trabalhadas em cima de vocais na língua portuguesa. “A música propõe uma viagem através das cores, cheiros e a cultura dessa região Baiana, desde o olhar de um pequeno vilarejo de pescadores onde a vida se mostra simples, onde o mangue, a maré, o vento, a lua e a natureza fazem parte do cotidiano da vida, onde se pode ser feliz com pouco.

 

Com uma sonoridade enigmática, La Profundidad traz o jazz em uma mistura psicodélica com a música latina. Sobre o tema, Cristóbal revela: “Essa música traz um conteúdo místico que transmuta o som para virar silêncio. Desde uma memória antiga da grandeza dos Andes e do silêncio das alturas, o homem se encontra com si mesmo num fogo de vida interior que queima, destrói e faz renascer”.

 

Com cunho político e ambiental, a canção Água Vai Fal… é embalada por um baião-folk e discorre sobre a importância da preservação de recursos naturais, elucidando uma crítica a negligência governamental com um item básico da sobrevivência humana na terra: a água. A letra é fruto da parceria da dupla Cristóbal e Danilo.

 

O álbum conta com uma faixa bônus disponível apenas no CD e na versão digital: Pedacitos De Mar. A última música do compilado, resume bem a diversidade rítmica que se encontra durante a audição do disco. Começando com uma cantiga doce, a canção viaja até a chacarera argentina, encontrando o rock setentista resultando em um hino de ode à vida.

 

OUÇA AQUI

 

PARA COMPRAR:

 

 

FICHA TÉCNICA

 

ÁLBUM

 

  1. Tesão (Música e letra por C. Rey)
  2. Burbujas (Música por C. Rey e D. Timm, Letra por C. Rey)
  3. Coração De Leão (Música e letra por C. Rey)
  4. Todas As Formas De Amor (Música por D. Timm, Letra por D. Timm e Julia Gorman)
  5. Miel Y Dolor (Música e letra por C. Rey)
  6. Sussuarana (Música e letra por C. Rey)
  7. La Profundidad (Música e letra por C. Rey)
  8. Água Vail Fal… (Música e letra por C. Rey e D. Timm)
  9. Pedacitos De Mar (Música e letra por C. Rey)

 

Arranjos por Cristóbal Rey e Aquafaba

Produção geral e conceito por Cristóbal Rey and Danilo Timm

Produção por Cristóbal Rey e Tomás Peralta.

Gravado e mixado por Tomás Peralta no Blue Whale Studio, Berlim, Alemanha entre Junho de 2019 e Março de 2020.

Assistente de estúdio: Emilio Ortecho.

Masterizado na Irlanda por Mamie Lemoine.

 

CAPA

 

Foto: Juri Hãndelsson

Arte: Mariano Peccinetti.

 

LINKS

 

Instagram

Youtube

Facebook

Spotify

 

 

SOBRE AQUAFABA

 

O encontro entre países distintos da América do Sul marcam o início do projeto Aquafaba. Liderado pelo chileno Cristóbal Rey e pelo brasileiro Danilo Timm, a banda baseada em Berlim (Alemanha) usa e abusa dos elementos regionais em suas composições. Em um passeio rítmico cheio de referências que transitam na bossa nova, baião, alt-rock e jazz, o projeto abraça em suas letras trilíngues (português, inglês e espanhol) diversos temas como metafísica, política, contos e atmosferas que encontraram ao longo de sua jornada. Em 2021 lançam seu álbum de estreia autointitulado com 9 faixas, depois de darem o pontapé inicial com os singles Tesão, Coração de Leão e Burbujas no mundo digital, finalizando com Todas As Formas de Amar, cujo clipe será lançado junto com o álbum.

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Café 8 Assessoria de Imprensa