Autoramas lança novo álbum “Autointitulado”

O disco é o nono da carreira da banda

 

O novo álbum da banda de rock Autoramas chega em todas as plataformas digitais no dia 27 de janeiro e tem produção musical dividida por Gabriel Thomaz com Alê Zastrás e Jairo Fajersztajn.

 

“Autointitulado é o melhor título que um disco do Autoramas poderia ter: Auto+intitulado”. Como não pensamos nisso antes?” – dispara Gabriel.

 

“Esse é um disco de sobrevivência: no tempo, no lugar e nas condições que estamos vivendo. Passamos dramaticamente pela crise, pelo Covid, nos adaptamos a tudo sem nunca parar de produzir, sempre pensando no trabalho, na música e no que o Autoramas sempre significou.” – diz Gabriel Thomaz

 

Seu lançamento estava previsto para 2020, mas não pôde nem ser gravado por conta da pandemia do Covid-19. O baixista Jairo, diante dos protocolos de saúde e de funcionamento do mundo da música tomou uma grande atitude e montou na sua casa em Itatiba, interior de São Paulo, um estúdio para a gravação do álbum, batizado agora de Estúdio Vegetal.

 

Lá pudemos tirar o atraso e registrar as ideias. Reunimos todos os nossos equipamentos vintage ou modernos pela primeira vez. E dá-lhe Eko, Farfisa, Mosrite, Ludwig, Giannini, Theremin Óptico EFX, Tremolo MG, Vibratoramas e muito mais.” – completa Gabriel.

 

Depois de tudo ensaiado, chamamos o talentoso Ale Zastras – que já tinha, antes da pandemia, gravado duas músicas que estão no disco e recomeçamos. Érika estava na Chapada Diamantina se recuperando do Covid e gravou suas vozes por lá no Virgun’s Studio.” – explica o guitarrista

 

Em 2021 a banda lançou seu primeiro single “A Cara do Brasil”. A faixa que traz parceria com Rodrigo Lima, do Dead Fish, também ganhou videoclipe e já causou impacto com sua letra direta e verdadeira.

 

Aliás, nas letras temos o que o Autoramas sempre foi, mas tudo a ver com os tempos atuais. “A vida fica dura sem amaciante” (Estupefaciante), “O que te conforta também vicia” (No Dope), “Querer que o mundo desapareça” (Nóias Normais), “Às vezes parece que eu vivo o mesmo dia todos os dias” (Dia da Marmota), “O tempo apressado pediu ao tempo estressado um pouco mais de tempo pra conseguir pensar” (Sem Tempo).

 

Na sequência foram lançados a balada “Eu Tive uma Visão”, uma parceria entre Gabriel e Érika Martins, “Sem Tempo” também com participação do Rodrigo Lima (Dead Fish), “Dia da Marmota” e “Nóias Normais.”

 

Autointitulado” é o nono álbum do Autoramas. Totalmente em forma, mantendo sua assinatura. Prontos para cair na estrada, nosso habitat natural. E loucos pra finalmente encontrar os amigos que frequentaram intensamente nossas lives, festinhas, redes sociais e plataformas digitais durante toda essa pandemia.

 

O projeto gráfico do álbum é de Gustavo Cruzeiro, que já havia trabalhado com a banda em capas de singles.

 

“Autointitulado” sai no Brasil pelo selo Maxilar, com distribuição da Ditto Music Brasil, na Europa e Japão pela Soundflat Records.

A pré-venda da versão em vinil do álbum começa no início de fevereiro, fazendo parte do Clube da Vinil Brasil.

 

A banda de rock criada em 1998, atualmente tem na formação, Gabriel Thomaz (voz e guitarra), Érika Martins (voz, miniguitarra, órgão, percussão e theremin óptico), Fábio Lima (bateria) e Jairo Fajersztain (baixo).

 

FOTO: Gilbert Spaceh

 

Links: 

 

www.autoramasrock.com.br

https://www.instagram.com/autoramas/

https://www.facebook.com/autoramasoficial

https://www.youtube.com/AutoramasOficial

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações:  Adriana Baldin – Assessoria de Imprensa