Banda capixaba Rosa Chá lança seu segundo single, “O Que Ficou Pra Trás”, pelo selo Casulo

Um beat dance que atravessa uma linha de baixo bem marcada enquanto um vocal em falsete e sintetizadores se entrelaçam para criar um ambiente sonoro envolvente: o resultado da junção destes elementos está em “O Que Ficou Pra Trás”, segundo single do Rosa Chá, grupo do Espírito Santo. Com referências como Daft Punk, The Weeknd e Dua Lipa, a banda nascida em 2020 reforça a proposta de aproximar as sonoridades que os inspiram da cena musical brasileira. A faixa chega nas plataformas de streaming pelo selo capixaba Casulo (ouça aqui) e também conta com um videoclipe dirigido por Melina Furlan, já disponível no canal do Casulo no YouTube (assista aqui).

 

A leveza é o fio condutor da identidade da banda. Esse traço já estava evidente no single de estreia, “Doce Amor”, lançado em dezembro do ano passado, enquanto o grupo ainda se configurava como um trio, com Gabriel “Pit” Raymundo (contrabaixo), Guilherme Sadala (voz) e Vitor Rocha (guitarra). Mais tarde, o baterista Roberto “Bob” Hoffmann passou a integrar o time do, agora, quarteto. “Esses dois primeiros singles mostram a direção do nosso caminho criativo, trazem a estética do grupo”, define Guilherme Sadala.

 

Os temas abordados pelo grupo também cruzam momentos que, à primeira vista, não costumam ser encarados com suavidade. É o caso de “O Que Ficou Pra Trás”, que fala de uma relação amorosa antiga que não deu certo e chegou ao fim, até que, depois de um tempo, reaparece. “A letra traz esse olhar para um relacionamento que não deu certo, mas se torna leve com a proposta de deixar essa memória pra trás e aproveitar a chance de curtir a mesma relação de outra forma, sem esse peso”, completa Guilherme sobre a canção. A faixa, assim como o lançamento de estreia do Rosa Chá, faz parte do primeiro EP da banda, previsto para agosto.

 

Ouça “O Que Ficou Pra Trás”

 

Assista “O Que Ficou Pra Trás”

 

Ficha técnica – vídeo:


Direção: Melina Furlan
Produção: Camaleão Filmes
Edição e figurino: Milena Furlan
Assistência de fotografia: Vitor Costa e Aron Ribas
Modelos: Thamires Leandra, Melina Furlan e Rosa Chá
Locação: Studio Ribas

 

Ficha técnica – single:


Produção, gravação, mixagem e masterização: Rodolfo Simor no estúdio BravoLAB.
Guilherme Sadala: Vocais
Roberto “Bob” Hoffmann: Bateria
Gabriel “Pit” Raymundo: Baixo
Vitor Rocha: Guitarra
R. Simor: Synth, percussão, efeitos
Distribuição: ONErpm

 

Capa: 


Design: Vinicius Mardegan e Derick Brumatte
Foto: Melina Furlan

 

 

 

 

 

 

Com informações: Trovoa Comunicação