BANDAS BRASILEIRAS LANÇAM TRIBUTO AOS 30 ANOS DE NEVERMIND

Comemorando os 30 anos do Nevermind, segundo álbum de estúdio do Nirvana, 13 bandas brasileiras lançam versões de cada uma das faixas de um dos mais populares no rock desde seu lançamento, em 1991.

 

A iniciativa é do selo JunkRex Label e é a segunda do tipo. Em 2019, o coletivo lançou o álbum “About a… Nirvana: A Bleach 30th Anniversary Tribute”, que homenageou os 30 anos de “Bleach”, o primeiro disco do ícone do grunge, trazendo também versões de cada uma das faixas.

 

“Somos um coletivo de bandas independentes que têm o Nirvana como grande influência no nosso trabalho autoral. No primeiro disco, reunimos bandas do cenário grunge em todo o País e gostamos muito do resultado. Logo após o lançamento, começamos a distribuir as faixas para o Nevermind. Dessa vez a ideia era ousar ainda mais, mostrando as características de cada banda”, conta João Gasparini, um dos idealizadores do projeto.

 

As versões vão desde releituras acústicas, até punk, dub e uma pisadinha-psycho-pop, mostrando a versatilidade e experimentação das bandas nacionais e servindo como um catálogo de novos sons para se conhecer.

 

A coletânea recebeu o nome de “Never Minded: A Tribute To Nevermind’s 30th Anniversary” e a arte é uma releitura da polêmica capa original, fazendo referência à pandemia e ao atual preço do dólar.

 

O disco está disponível na íntegra no Youtube e também estará disponível em outras plataformas de streaming:

https://www.youtube.com/watch?v=bC3HAS5roEQ

 

TRACKLIST

 

  1. Smells Like Teen Spirit (Padovani’s Death)
  2. In Bloom (Gi Vincenzi)
  3. Come as You Are (Desisto)
  4. Breed (GraXXXa ft. Imortal Joe)
  5. Lithium (Mano Mira)
  6. Polly (Incidente Kamikaze)
  7. Territorial Pissings (JUNKHEAD!)
  8. Drain You (Charles Jr.)
  9. Lounge Act (Dee, I Am)
  10. Stay Away (Augusta is Dead)
  11. On a Plain (MadamesBreak)
  12. Something in the way (As Aberrações)
  13. Endless, Nameless (ESPÖRRO)

 

 

Cada uma das faixas foi gravada e mixada pelos grupos em isolamento social e o álbum foi masterizado por Gui Costa, do Zepelim Studios, em Brasília.

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: SE Assessoria de Imprensa