Belô Velloso lança nova versão para sucesso do Raça Negra

Ouça o single em: https://orcd.co/etardedemais

 

Depois de criar novas leituras para sucessos de Marília Mendonça e da banda baiana Psirico, em singles lançados pela Biscoito Fino, Belô Velloso investe agora em um dos maiores clássicos do pagode, lançado em 1995 pelo grupo Raça Negra.

 

Sexta-feira, dia 15, Belô estreia nas plataformas digitais o single com a sua versão para “É Tarde Demais”, que marcou a década de 1990 e acabou figurando no Guiness Book, pelo feito de ser a música mais tocada em um único dia no mundo. “Sou apaixonada por essa canção. Gostei muito do ápice do pagode nos anos 90 e esse grande sucesso ficou, sem dúvida, no meu imaginário afetivo. Faz parte daquelas canções que a gente jamais esquece”, conta Belô, que quis sair da sonoridade do pagode, do samba e até mesmo da influência da Bossa Nova. “A ideia foi trazer um novo frescor para ‘É Tarde Demais’, porque ela conversa muito bem com o pop acústico. Foi tocando um pouco que entendi qual linguagem usar de base da regravação”, complementa.

 

Sobre a volta de grande parte da produção artística daquela época à tona, Belô Velloso comenta: “Acredito que os anos 90 são presença importante no novo cenário. Por sua estética, sonoridade e força. Para além da música, a influência é latente também em quase todos os segmentos artísticos”, conclui.

 

Em mais uma colaboração com Luciano Salvador Bahia, com quem havia produzido e gravado os dois singles já citados, Belô assina a criação, concepção de arranjo e direção artística do single de “É Tarde Demais”, parceria de Elias Muniz e Luiz Carlos, vocalista do Raça Negra.

 

Ficha Técnica:

Arranjo, Violão e Guitalele: Luciano Salvador Bahia

Baixo: Natinho (NatBass)

Gravado, Mixado e masterizado por Luciano Salvador Bahia.

Concepção de arranjo, Direção Artística e Criação Belô Velloso

 

 

 

Com informações: Belinha Almendra – Biscoito Fino