Bernardo Lobo lança baião inédito em parceria com Zélia Duncan

“A vida vai mudar” ganha as plataformas digitais e video clipe

 

Ouça o singlehttps://orcd.co/avidavaimudar

 

assista ao clipe: https://youtu.be/dYAKV5xLEtU

 

Radicado em Portugal há quatro anos e meio, o cantor e compositor Bernardo Lobo vem atravessando os meses de pandemia compondo bastante, cozinhando e cuidando dos “miúdos”. Bernardo produziu ainda um projeto de shows ao ar livre em sua casa batizado de “Som no coreto” e já projeta um novo álbum de inéditas.

 

Em um desses momentos de inspiração, surgiu uma nova melodia: “Numa certa altura da quarentena, fui tomado por um sentimento de esperança, uma súbita alegria. Ainda estávamos no início. Foi quando peguei o violão em casa e me veio uma melodia. Fiquei muito animado com o baião que acabara de nascer”, conta Bernardo. “Fui lapidando a harmonia, mexendo numa nota ou outra, em algum acorde, e finalmente a música estava pronta”.

 

Neto do compositor e jornalista pernambucano Fernando Lobo e filho de Edu Lobo, Bernardo Lobo cresceu ouvindo os baiões compostos pelos dois: “acho que o baião é uma espécie de herança genética do meu pai e do meu avô”, pontua.

 

Do outro lado do Oceano, com a melodia na cabeça e o desejo de vê-la ganhar uma letra o quanto antes, Bernardo Lobo lembrou de uma conversa que havia tido com Zélia Duncan em uma passagem pelo Rio de Janeiro, meses antes: “Combinamos uma nova parceria, ela me pediu que mandasse algo pra ela rabiscar. Tínhamos feito uma canção juntos nos anos 90. Então, pensei: vou mandar o baião pra Zélia. Gosto tanto dela, das coisas que ela escreve, da mulher, cidadã e grande artista que é”.

 

O convite foi feito com um pedido do autor: “Mandei uma mensagem dizendo que estava mandando um baião e que gostaria que ela escrevesse algo sobre a quarentena, algo que desse uma alegria pra humanidade. Zélia respondeu que tinha adorado e que daria notícias em breve”.  Duas semanas depois, Bernardo recebeu o baião pronto, com letra e o título de “A Vida Vai Mudar”.

 

Gravada em Almada, perto de Lisboa, a canção agora ganha as plataformas digitais no próximo dia 11 de dezembro, via Biscoito Fino. “Tudo se encaixou perfeitamente, como que eu queria. Adorei a parceria! Que a vida mude, para melhor.”

 

“A vida vai mudar” (Bernardo Lobo/ Zélia Duncan)

 

Nem bem o dia nasceu

Noite quer chegar

Nem bem voltei a sorrir

Tudo faz chorar

 

Olhei nos olhos do amor

Não estava lá

Parei na beira do mundo

Só pra respirar

 

Nem bem o dia nasceu

Noite quer chegar

Nem bem voltei a sorrir

Tudo faz chorar

 

Olhei nos olhos do amor

Não estava lá

Parei na beira do mundo

Só pra respirar

 

Quantos passos

Pra bem longe de você vou dar?

Quantas formas pra me aproximar?

 

Longe do futuro

Dentro do presente

O tempo quer me abandonar

 

O mundo se prepara, agora é tudo ou nada

Espalha solidão no ar

 

Longe do futuro

Dentro do presente

O tempo quer me abandonar

 

O mundo se prepara, agora é tudo ou nada

Espalha, a vida vai mudar

 

Ficha técnica:
Bernardo Lobo – Voz, arranjo de base e produção musical
Carlos Veiga – Piano
Zet Zet – Baixo
Zezinho Gotelipe – Bateria e percussão
Humberto Araújo – Flautas e arranjo de sopros

 

 

Com informações: Belinha Almendra – Coringa Comunicação