BOCA LIVRE LANÇA “VIOLA DE BEM QUERER”

Após um hiato de seis anos sem novas gravações, 13º álbum do grupo vocal está disponível em CD e em todos os aplicativos de música no dia 24 de maio

 

>> Ouça aqui o álbum “Viola de Bem Querer”

 

Boca Livre. Foto: Leo Aversa

 

A inconfundível assinatura vocal do Boca Livre volta a soar em “Viola de Bem Querer”,  13º disco do icônico quarteto carioca, disponível em CD e, a partir de 24 de maio, em todos os aplicativos de música, com distribuição da ONErpm. O lançamento nos palcos começa pelo Rio de Janeiro: nos dias 31 de maio e 1º de junho eles se apresentam no Teatro Rival Petrobras, na Cinelândia, para então circularem com o show pelo Brasil.

 

Em atividade desde 1978, o grupo é formado David Tygel (voz e viola de 10), Lourenço Baeta (voz, violão e flauta), Mauricio Maestro (voz e baixo) e Zé Renato (voz e violão). Após um hiato de seis anos sem novas gravações, o quarteto realça nas nove faixas do CD a sonoridade que o fez surgir no cenário musical brasileiro de forma ousada e simples, calcada na junção de quatro vozes, de timbres distintos, com violões, viola e baixo, basicamente.

 

“Suor e prazer, palavras que simbolizam, para mim, a chegada deste novo trabalho. Após seis anos sem lançar um álbum e 41 desde o início da nossa formação, olhamos para nós mesmos, sem compromisso algum com regras ou tendências do mercado, postura adotada desde o primeiro disco. Estamos munidos com o que sabemos fazer melhor: cantar um repertório que foi escolhido com o rigor habitual e que nos inspirou a chegar em um resultado, antes de mais nada, prazeroso. O prazer de cantar juntos é o que nos move. Assim foi e sempre será”, explica Zé Renato.

 

Com direção musical do próprio quarteto e arranjos vocais de Mauricio Maestro, o repertório contempla composições autorais, como “Santa Marina” (Lourenço Baeta / Cacaso), “Noite” (Zé Renato / Joyce), “O Paciente” (David Tygel) e “Eternidade” (Mauricio Maestro), e releituras de clássicos como “Amor de Índio” (Beto Guedes / Ronaldo Bastos), “Um Violeiro Toca” (Almir Sater / Renato Teixeira) e “Vida da Minha Vida” (Moacyr Luz / Sereno). Há espaço, também, para a composição recém-lançada por Geraldo Azevedo, “Um Paraíso Sem Lugar”, dele com Fausto Nilo, e para a regravação de “Viola de Bem Querer” (Paulo Cesar Pinheiro / Breno Ruiz), que dá nome ao disco.

 

Além do quarteto, um time de músicos convidados participou da gravação do álbum: Pantico Rocha (bateria), João Carlos Coutinho (piano elétrico e acordeon), Bernardo Aguiar (pandeiro), Thiago da Serrinha (percussão) e Marcelo Costa (percussão).

 

CRONOGRAMA DE LANÇAMENTOS

> 1º single, “Amor de Índio” > 26 de abril

> 2º single, “Santa Marina” > 10 de maio

> Disco completo, “Viola de Bem Querer” > lançamento nacional em 24 de maio

> Turnê de shows > a partir de 31 de maio

 

FICHA TÉCNICA

CD Boca Livre –  Viola de Bem Querer

Gravado e mixado por Paulo Brandão no BRand Estúdio (RJ) em outubro de 2018

Masterizado por Luiz Tornaghi

Direção musical: Boca Livre

Arranjos vocais: Mauricio Maestro

Direção de produção: Memeca Moschkovich

Assistente de produção executiva: Ana Terra Moschkovich

Projeto gráfico: Philippe Leon

Fotos: Leo Aversa

 

FAIXAS

1- SANTA MARINA – Lourenço Baeta e Cacaso

Viola de 10 – David Tygel

Violão – Lourenço Baeta

Violão – Zé Renato

Baixo – Mauricio Maestro

Bateria – Pantico Rocha

Piano elétrico – João Carlos Coutinho

 

2- UM PARAÍSO SEM LUGAR – Geraldo Azevedo e Fausto Nilo

Viola de 10 – David Tygel

Violão – Lourenço Baeta

Violão – Zé Renato

Baixo – Mauricio Maestro

Bateria – Pantico Rocha

Pandeiro – Bernardo Aguiar

Piano elétrico – João Carlos Coutinho

 

3- AMOR DE ÍNDIO – Beto Guedes e Ronaldo Bastos

Viola de 10 – David Tygel

Flauta – Lourenço Baeta

Violão – Zé Renato

Baixo – Mauricio Maestro

Bateria – Pantico Rocha

Piano elétrico – João Carlos Coutinho

 

4- VIOLA DE BEM QUERER – Breno Ruiz e Paulo Cesar Pinheiro

Viola de 10 – David Tygel

Violão – Lourenço Baeta

Violão – Zé Renato

Baixo – Mauricio Maestro

Bateria – Pantico Rocha

Piano elétrico e acordeon – João Carlos Coutinho

 

5- NOITE – Zé Renato e Joyce Moreno

Viola de 10 – David Tygel

Violão e flauta com oitavador – Lourenço Baeta

Violão – Zé Renato

Baixo – Mauricio Maestro

Percussão – Pandeiro Repique Duo (Bernardo Aguiar e Gabriel Policarpo)

Bateria – Pantico Rocha

 

6- UM VIOLEIRO TOCA – Almir Sater e Renato Teixeira

Viola de 10 – David Tygel

Flauta – Lourenço Baeta

Violão – Zé Renato

Baixo – Mauricio Maestro

Percussão – Marcelo Costa

 

7- VIDA DA MINHA VIDA – Moacyr Luz e Sereno

Viola de 10 – David Tygel

Violão solo – Lourenço Baeta

Violão – Zé Renato

Baixo – Mauricio Maestro

Percussão – Thiago da Serrinha

 

8- O PACIENTE – David Tygel

Violão – David Tygel

Violão solo, baixo e programação – Mauricio Maestro

Piano – Flavia Tygel

 

9- ETERNIDADE – Mauricio Maestro

Violões de nylon e aço, baixo – Mauricio Maestro

Viola de 10 – David Tygel

Flautas – Lourenço Baeta

Percussão – Marcelo Costa

 

 

ASSESSORIA DE IMPRENSA BOCA LIVRE

SOMAR COMUNICAÇÃO INTEGRADA

#SIGA NO INSTAGRAM