Confira a Programação de junho do SESC Pompéia, SP

Corpo Feminino – da invisibilidade ao protagonismo

 

Série de ações que trazem para o debate as questões do feminino nas práticas esportivas e de atividade física, como acesso, oportunidades, opressão e racismo.

 

Curso Modular de Basquete Feminino


Kethleen Rodrigues Alcântara e Luciana Scarin
1/6. Quarta, às 19h
8/6. Quarta, às 19h
15/6. Quarta, às 19h
22 e 29/06. Quarta, às 19h

___

Manhã Zen


Baduanjin
Aulas abertas com práticas meditativas e relaxantes.
De 5/ e 12/6. Domingos, às 10h30
Ginásio Verão
Livre / Grátis – Entrega de senhas na Central de Atendimento com 30 minutos de antecedência

 

Fábrica do Esporte


Fut Tênis
Com os educadores Marcos Vinicius e Danilo Damasio
25 e 26/6. Sábado 14h
26/6. Domingo 14h
Ginásio Verão
Livre / Grátis

 

Música

 

Valores dos ingressos: R$12 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$20 (pessoas com +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$40 (inteira).

Venda online: toda terça, às 14h, início da venda para as atividades daquela semana, em sescsp.org.br/pompeia
Venda presencial (nas bilheterias das unidades do Sesc em São Paulo): toda quarta, às 17h, início da venda para as atividades daquela semana

Limite de 4 (quatro) ingressos por pessoa.

 

Tagua Tagua

 

Tagua Tagua faz o show de lançamento do seu primeiro disco Inteiro Metade em São Paulo. Inteiro Metade é um disco sobre ressignificação, sobre o processo de encontrar novos espaços para as mesmas pessoas dentro da vida. É ser inteiro num dia e metade noutro. É a caminhada da transformação, da aceitação dessa mudança dentro de nós. Nesse percurso, aparecem os mais variados sentimentos: euforia, alegria, gratidão, saudade, tristeza, luto. Morre uma relação pra nascer outra.

 

SERVIÇO:

2/6. Quinta, às 21h30

Comedoria. 18 anos

 

Rosa Passos e Lula Galvão

 

A nova performance do duo lança o álbum recém-lançado, que reúne pérolas de gêneros como o samba, o choro e a bossa nova. O repertório da apresentação traz canções do CD e outras especialmente arranjadas para o show. Entre elas estão obras da própria dupla além de clássicos como “Doce de coco” (Jacob do Bandolim/Hermínio Bello de Carvalho), “Folhas secas” (Nelson Cavaquinho/Guilherme de Brito) e “Conversa de botequim” (Noel Rosa/Vadico). Também entram no repertório temas de Johnny Alf, Tito Madi e Chico Buarque. Com concepção intimista, o espetáculo permite ao público ver, ouvir, sentir e viajar em belas canções brasileiras, interpretadas sempre com o sentimento e a emoção da voz de Rosa Passos e do violão de Lula Galvão.

SERVIÇO:
2 e 3/6. Quinta e Sexta, às 21h
Teatro. 12 anos

 

Ari Borger

 

O grupo liderado por Borger apresenta seu mais recente trabalho, NO QUAL  mescla jazz com clássicos do rock. Releituras de Beatles, Stones, Cream, The Doors e temas da Blue Note Records, ganham novas roupagens, além de temas autorais, influenciados pelo som de New Orleans, blues e ritmos brasileiros. Em atividade desde 1985, Ari Borger é mestre em piano blues, boogie woogie e hammond B3. Foi o pioneiro no piano blues brasileiro, inspirando vários instrumentistas, com destaque nos principais festivais do gênero nos Estados Unidos e Europa. Há mais de quinze anos se apresentando juntos, o trio, que tem Humberto Zigler na bateria e Marcos Klis no baixo acústico, mostram um entrosamento e sonoridade incríveis, levando o espectador a uma verdadeira viagem musical.

 

SERVIÇO:

3/6. Sexta, às 21h30
Comedoria. 18 anos

  

Cátia de França convida Amelinha

 

A cantora, compositora e multi-instrumentista Cátia de França (PB) regressa ao palco da Comedoria do Sesc Pompeia (SP) nos dias 4 e 5 de junho. Na bagagem traz suas composições de quase 50 anos de carreira, como as icônicas músicas “20 Palavras”, “Estilhaços” e “Kukukaya”, além de músicas inéditas que farão parte de seu novo trabalho. Os shows contarão com a participação especial de Amelinha (CE), que em 1978 gravou a inesquecível música “Coito das Araras” no seu disco “Frevo Mulher”, composta por Cátia de França. O reencontro nos palcos, depois de quase 20 anos, será um momento único e, certamente, inesquecível destas duas lendas da música brasileira.

SERVIÇO:
4/6. Sábado, às 21h30

5/6. Domingo, às 18h30

Teatro. 12 anos

 

Xênia França

 

Xenia França apresenta o show de lançamento do seu segundo disco: Em nome da Estrela. O repertório é formado em sua maioria por músicas de sua autoria, e releituras de grandes nomes da Música Brasileira.  Um show robusto, com toda pompa, onde estará acompanhada por octeto de cordas, além de sua banda, em versão ampliada. Teremos cenário e projeções, que resultará em um belo espetáculo.

 

SERVIÇO:

4/6. Sábado, às 21h

5/6. Domingo, às 18h

Teatro. 12 anos

 

Jéssica Gaspar  

 

Jéssica Gaspar é cantora, compositora, performer, diretora criativa e pesquisadora periférica. Jéssica cria obras e performances que honram as memórias da população afrobrasileira. Jéssica lança em breve seu primeiro single Capim Dourado, música de sua autoria, que fará parte de seu futuro EP, produzido pelo produtor musical Julio Fejuca, em seu novo projeto Makumbeat. Sua canção “Deus é uma mulher preta” tornou-se enredo no carnaval de Salvador em 2020, com o Bloco Ókánbí. E já foi traduzida para o inglês e italiano, sendo também incluída em diversas pesquisas acadêmicas. A artista se apresentou em alguns espaços consagrados como o Circo Voador-RJ, o Auditório Ibirapuera-SP, Casa Natura Musical, FAN – Festival de Arte Negra de Belo Horizonte-MG e recentemente na Bienal de São Paulo com o rapper Bnegão. Faz parte do primeiro editorial do programa COLOrs no Brasil, onde foi convidada para criar conteúdo exclusivo para um dos mais famosos canais de música do youtube do mundo.

SERVIÇO:

9/6. Quinta, às 21h30

Comedoria. 18 anos

 

Sun Ra e Rodrigo Brandão

Show “Outros Espaço”, com participação de Tulipa Ruiz e Juçara Marçal

 

Encontro artístico do MC Rodrigo Brandão com Marshall Allen, Vincent Chancey, Knoel Scott e Elson Nascimento, integrantes da mítica banda nova-iorquina de jazz Sun Ra Arkestra. O show conta com as participações especiais das cantoras Tulipa Ruiz e Juçara Marçal, e acompanhamento de Thiago França (saxofone e flauta), Guilherme Granado (teclados, efeitos eletrônicos e vibrafone), Marcos Gerez (baixo), e dos multi-instrumentistas Thomas Rohrer e Paulo Santos.

 

Aos 98 anos de idade, o saxofonista Marshall Allen, diretor da Sun Ra Arkestra, é uma força da natureza. Sempre aberto a novas experiências, colaborações e parcerias, ele vem acompanhado de outros membros fundamentais da Sun Ra Arkestra. Trata-se de uma ocasião especial em que a linha de frente dessa instituição da vanguarda jazzística se apresenta junto a um time brasileiro formado por nomes de grande destaque na atualidade.
A apresentação dá sequência às ações de lançamento do álbum homônimo, pelo Selo Sesc, e visa construir uma experiência singular para cada uma das quatro apresentações, com sessões de improviso livre impossíveis de serem repetidas.

SERVIÇO:
10/6. Sexta, às 21h30
11/6. Sábado, às 21h30
Comedoria. 18 anos

  

HOMENAGEM A GERSON KING COMBO COM BNEGÃO  

 

Part. especial de Carlos Dafé e Thaíde 

O tributo a Gerson King Combo, agora terá como figura de frente o grande rapper BNegão e parceiro de Gerson em sua jornada. Além de encarnar a figura de Gerson dentro de uma releitura modernizada, BNegão também será o MC e receberá ao palco, grandes amigos que estiveram junto ao nosso ídolo em vários momentos de sua carreira. Falecido em setembro de 2020, o soulman carioca deixou uma legião de fās e um legado imenso para a música negra brasileira. Fez a cabeça dos blacks paulista, cariocas e de todo o Brasil, nos bailes que foram coqueluche nas capitais brasileiras. Suas músicas se tornaram hinos de toda uma geração na luta pelo reconhecimento e empoderamento na questão racial em nosso país. A série de tributos vem celebrar a obra do rei do Soul Brasileiro, com a participação de grandes nomes da nossa música e com o suporte luxuoso de sua banda nos últimos anos em São Paulo, a Brazil Soul Power.

SERVIÇO:

16/6. Quinta, às 18h30
Comedoria. 18 anos

 

Tasha&Tracie

 

Aos 26 anos, as irmãs gêmeas Tasha e Tracie Okereke estão despontando no rap nacional e deixando sua marca na cena.  As cantoras são as responsáveis pela criação do movimento “Expensive Shit” – nome homônimo ao blog que mantém – que visa a valorização da autoestima e da autonomia dos jovens negros, que vivem nas periferias, por meio de conhecimento, arte, moda e informação. Com mais de 5 milhões de visualizações no canal do YouTube e mais de 430 mil ouvintes mensais no Spotify, a dupla acabou de participar do novo álbum da cantora Gloria Groove, o aclamado “Lady Leste”.

SERVIÇO:

17/6. Sexta, às 21h30
Comedoria. 18 anos

 

Jup do Bairro

 

Jup do Bairro faz de seu 2022 um ano para subir aos palcos. Após lançar o elogiado e premiado EP CORPO SEM JUÍZO (Independente – 2020), a artista multimídia deslancha na retomada dos eventos presenciais com um show potente e original. Acompanhada por sua banda – Mulambo (voz de apoio e participação especial), Diane (voz de apoio), BADSISTA (voz de apoio, participação especial e guitarra), Evehive (DJ), Venus Garland (bateria), Malka Julieta (teclado e synths) e Apeles (baixo e direção musical) -, Jup apresenta um repertório fundamentado no EP e também com algumas faixas soltas – e tão aclamadas quanto -, como “Sinfonia do Corpo” e “Sou Eu”. SERVIÇO:

18/6. Sábado, às 21h30
Comedoria. 18 anos

 

Hodari

 

Nascido em Brasília, Hodari é músico, cantor e compositor. Neto da militante negra Lydia Garcia de Mello, cresceu rodeado por artistas e referências da cultura africana. Trazendo uma nova cara pra música brasileira contemporânea e a nova MPB, o show de lançamento do primeiro álbum autoral de HODARI promete ganhar seu coração com melodias e letras que nos levam para uma outra ATMOSFERA, enchendo os corações de todos os públicos. O álbum conta com 12 faixas incluindo seus últimos singles lançados “Signos” e “Praia e Sol” e conta com a produção musical de Nave Beats, Douglas Moda e Rafinha Rsq. O show ainda irá contar com as participações de Luccas Carlos e Vitão que também estão no novo álbum do artista.

SERVIÇO:

23/6. Quinta, às 21h30
Comedoria. 18 anos

 

Juarez Moreira

 

Cine Pathé foi uma sala de cinema frequentada pela juventude de Belo Horizonte, nos anos 70, localizada no bairro Savassi, região nobre de Belo Horizonte. Para produzir o fonograma “Cine Pathé”, Juarez Moreira mergulhou nas suas memórias afetivas, dos tempos que frequentava esse cinema e outros lugares da capital mineira. As letras, das suas melodias, receberam letras de grandes compositores como: Fernando Brant, Murilo Antunes, Paulinho Pedra Azul, Celso Adolfo, Chico Amaral e Simone Guimarães. Com seu violão sofisticado, as composições de Juarez migram naturalmente para canções, sem perder a sutileza das notas e acordes que elevam ao mais alto grau de erudição e beleza.

 

SERVIÇO:

23/6. Quinta, às 21h
Teatro. 12 anos

 

 Mulamba

 

MULAMBA apresenta “Será só aos Ares”, o disco que sucede o disco homônimo que revelou o sexteto. “Será só aos Ares” surge a partir de fluxos internos, ao entender a importância de olhar para si, redescobrir as próprias raízes e se permitir descansar. O disco expressa identidades musicais diferentes, trazendo uma presença mais marcante de ritmos brasileiros e influenciado por diversas manifestações culturais originadas na diáspora africana. O show continua potente e pautado em experiências coletivas. O resgate estético, revisitando a sonoridade das décadas de 1990 e 2000 é somando linguagens contemporâneas – com a sonoridade orgânico, das peles, das cordas e da voz; a banda abraça os elementos eletrônicos com os beats, os synths, os efeitos e as texturas sintéticas.

 

SERVIÇO:

24/6. Quinta, às 21h30
Comedoria. 18 anos

 

Fred Martins

 

A proposta no álbum “Ultramarino” é valorizar a trama criada por Fred Martins em sua perfomance voz&violão (sempre gravados ao mesmo tempo) e inserir detalhes de instrumentos acústicos e eletrônicos, chegando a uma atmosfera onírica e intimista. Ultramarino reúne boa parte das canções compostas nos anos em que Fred viveu entre Portugal e Espanha. O repertório, que tem como fio condutor a sua base musical carioca de linhagem bossanovista, transita também pelo blues e, mais intensamente, pela sonoridade de influência moura (árabe). Nesse contexto ativa elementos de gêneros como o fado e o flamenco e reafirma a conexão musical entre África, Península Ibérica e Brasil.

SERVIÇO:

24/6. Quinta, às 21h
Teatro. 12 anos

 

Jards Macalé e João Donato

 

A Os compositores, cantores, arranjadores e instrumentistas se encontram no espetáculo “Síntese do Lance”, composto por 10 canções inéditas. É como se esses dez temas do álbum, entre cantados e instrumentais, reunissem muito do que escutaram e tocaram por aí no arco do tempo. Síntese do Lance vibra para cima.

SERVIÇO:

25 e 26/6. Sábado, às 21h, e domingo, às 18h
Teatro. 12 anos

 

Thiago Elniño

 

No show CORRENTEZA, Thiago Elniño apresenta um repertório formado por músicas do último disco, acompanhadas de destaques de seus trabalhos anteriores, compondo uma narrativa de luta e espiritualidade negra. Com conceito que propõe uma experiência imagética de encontro entre os espaços de espiritualidade africanas e a tecnologia dos beats e efeitos, Thiago Elniño sobe ao palco acompanhado de sua banda construindo um ambiente de possibilidades sensoriais muito próximas as experimentados em terreiros e ambientes de fé́ afro-brasileiros.
SERVIÇO:

30/6. Quinta, às 21h30
Comedoria. 18 anos

 

Teatro

 

Matéria Escura

 

“Matéria Escura” tinha sua data de estreia para Abril de 2020. Seus fundamentos artísticos se amparam na detecção de uma força através dos sintomas que esta força acusa nos corpos atravessados por ela. Um corpo invisível, que vincula à aparência dos seus efeitos de presença em outras matérias para manifestar sua existência. É também um nome próprio. Um vestígio de Futuro. Um devir de Passado. Um exílio ativo num Brasil à deriva. A prática de relações entre mudança, risco e imunidade na investigação artística de um corpo biopolítico.

 

SERVIÇO:

De 9 a 18/6. Quintas a sábados, às 21h. Domingos, às 18h
Teatro. 12 anos

 

Fazedor de Teatro
Com Cia. Razões Inversas

 

Bruscon, ator do teatro nacional alemão, depois de sua aposentadoria, faz turnês pelo interior da Áustria e da Alemanha. Ele aglutina e carrega consigo todas as funções relativas ao fazer teatral e também se preocupa com as funções administrativas e financeiras da companhia, que é de ordem familiar: os componentes do grupo são sua esposa, sua filha e seu filho.

Uma das mais importantes companhias teatrais da cidade de São Paulo, a Companhia Razões Inversas está comemorando trinta anos de trabalho continuado com a primeira montagem no Brasil do texto de Thomas Bernhard, com direção do consagrado encenador Marcio Aurelio.

SERVIÇO:

Até  10 de junho, terça a sexta, às 20h
Local: Galpão

  

Exposições

 

Amazônia | Sebastião Salgado

 

Após ter terminado o Gênesis, sua exploração fotográfica da natureza ainda intacta do nosso planeta, Sebastião Salgado orientou seu olhar em direção ao seu país natal, o Brasil, e mais precisamente a Amazônia. A fim de realizar esse novo projeto, ele passou longas temporadas junto com doze comunidades indígenas isoladas, navegou no gigantesco Rio Amazonas e seus afluentes e sobrevoou a densa floresta tropical com suas fronteiras montanhosas mais áridas. Foram seis anos de trabalho ao término dos quais todas as fotos e imagens ficaram prontas. A mostra conta com curadoria de Lélia Wanick Salgado e comportará um total de 205 fotografias inéditas no Brasil.

A exposição Amazônia é patrocinada globalmente pelo Zurich Insurance Group que, desde 2020, é também patrocinador exclusivo do projeto de reflorestamento e biodiversidade no Brasil do Instituto Terra, liderado por Sebastião Salgado e Lélia Wanick Salgado. A mostra em São Paulo tem patrocínio master do Itaú e da Natura, empresas conectadas com a causa Amazônia, além das empresas Energisa e Banpará. Nesta edição, o projeto conta com Parceria Institucional do Sesc São Paulo

 

SERVIÇO:

De 15 de fevereiro a 31 de julho de 2022, Terça a sábado, das 10h30 às 21h (com entrada até as 19h30). Domingos e feriados, das 10h30 às 18h (com entrada até as 16h30). *Acesso sujeito à lotação do espaço expositivo

Classificação indicativa: Livre.

Local:  Área de Convivência

Grátis.

 

Ofício: Mancha


Em edição que explora a potência do pigmento e os possíveis embates com a tradição da pintura, Ana Prata é a artista convidada do projeto Ofício: Mancha a explorar a o espaço das Oficinas de Criatividade do Sesc Pompeia.

 

“A Vida das Coisas” – Ana Prata

 

Das proposições do pigmento Para além de sua finalidade criativa, o ofício da arte é também processo, labuta e desenvolvimento. Compreende a dedicação à artesania e potencial construção de conhecimento, tendo a experimentação como elemento primordial. Tais vocações são constituintes do espaço material e conceitual das Oficinas de Criatividade do Sesc Pompeia, cujo galpão corresponde a um efervescente lugar de encontro, onde mestres e alunos se misturam e forjam trajetórias singulares. Depois de um ano dedicado às ações em formato digital, o projeto Ofício retorna com a ocupação denominada Mancha, tendo a pintura como técnica escolhida e Ana Prata como convidada, com a exposição A Vida das Coisas. Esta nova edição apresenta o uso das propriedades e potências do pigmento em suas múltiplas matizes, na possibilidade do embate com a tradição pictórica e como proponente inspirador para artistas contemporâneos. Ana Prata entende o desafio de expor em local de constante trânsito da mesma forma que encara a transitoriedade da sua pintura, movida pela espontaneidade do trajeto colocado. Ainda que fuja da estrutura narrativa formal, a artista responde à vida pela imagem, serpenteando relações que vão se estabelecendo pelo diálogo que suas obras viabilizam. Ao propiciar entrelaçamentos sensíveis, que possam estimular as formas de apreciação artística e desenvolver processos educativos profusos, o Sesc cumpre seu papel, favorecendo a expansão de saberes por meio do acesso cultural. Que o encantamento desenhado pela pluralidade das expressões humanas nutra os desdobramentos que a arte pode evocar. Sesc São Paulo

 

SERVIÇO:

De 30/4 a 31/7, sábados e domingos, das 10h às 18h

De 3/5 a 29/7, terças a sextas, das 10h às 21h

Oficinas de Criatividade

Grátis

 

Infantil

 

Espaço de Brincar

 

Grátis, mediante agendamento prévio pelo app Credencial Sesc SP.

Sessões disponibilizadas a cada hora. Tempo de permanência do público no espaço: 50min. Capacidade: 16 pessoas por hora.

Espaço voltado para bebês e crianças de até 6 anos. A partir dos 3 anos de idade, as crianças devem manter o uso de máscara durante toda a permanência no local.

 

SERVIÇO:

Terça a domingo, das 10h às 17h

Classificação indicativa: livre.

Local: Deck e Área de Convivência

Grátis.

  

Intervenção


Zzzzonas de ação
Com Plataforma Panelinha
04 e 11/6, sábado, das 15h às 16h
Deck. Grátis. Livre

 

Literatura

 

Quadro a Quadro –  Para o meu eu de  9 anos

 

História em quadrinhos em 4 partes criada por Juliana Losso

Até 28 de junho. Terças, às 18h.

ONLINE: Instagram @sescpompeia

Livre

 

Folhetim – “Piña Colada”

 

Experimentação literária escrita por Giovana Madalosso
Até 8 de junho. Quartas, às 20h.

ONLINE: folhetimsescpompeia.medium.com

Livre

 

Folhetim – “As 300 faces de Eva”

 

Experimentação literária escrita por Stefano Volp
Até 8 de junho. Quartas, às 20h.

ONLINE: folhetimsescpompeia.medium.com

Livre

 

Ações Para Cidadania

 

LGBTQueeê?

Série de 5 vídeos sobre o significado das letras LGBTQIA+ e o contexto histórico em torno das definições dessas nomenclaturas, a partir das falas de pessoas que as representam.
até 14/6, terça, às 16h
online: Instagram Sesc Pompeia
Livre
Ambiente Político – Curso

Direito à habitação e conflitos ambientais urbanos
Com Ermínia Maricato
29, quarta, às 19h
Área de Convivência

 

Fora da Caixa – Curso

Mulheres com deficiência: desafios para a efetivação de direitos
Com Fernanda Vicari
28 e 30, terça e quinta, às 19h
10º andar do Conjunto Esportivo
Inscrições até dia 8/6 em inscricoes.sescsp.org.br

 

😷 Protocolos de segurança

 

O uso da máscara é recomendado  durante a permanência na Unidade.

 

Sesc Pompeia

 

Rua Clélia, 93.

Atenção: A Unidade não oferece serviço de estacionamento próprio.

 

Para informações sobre outras programações, acesse o portal: sescsp.org.br/pompeia

Nos acompanhe!

instagram.com/sescpompeia

facebook.com/sescpompeia

twitter.com/sescpompeia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Assessoria de Imprensa SESC Pompeia 

#SIGA NO INSTAGRAM
Rocksoulblues no @sesc14bis 

Lançamento do novo álbum do cantor Nasi @oficialnasi 

Vídeo: Jailson /Produção Boomerang Music 

#nasi #rocksoulblues #sesc14bis #boomerangmusic
Hoje (11/04), é aniversário da cantora e compositora Lisa Stanfield @lisajstansfield que completa 58 anos.

#lisastanfield #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (11/04), é aniversário do cantor, compositor e baixista Pit Passarell @oficialpitpassarell da banda Viper @viper_brazil que completa 56 anos.

#pitpassarell #happybirthday #viper #boomerangmusic
Hoje (11/04), é aniversário do cantor e compositor Zeca Baleiro @zbaleiro que completa 58 anos.

#zecabaleiro #happybirthday #MPB #boomerangmusic
Hoje (08/04), é aniversário do cantor e compositor Leoni @leonioficial que completa 63 anos.

Foi integrante da bandas Kid Abelha e Heróis da Resistência.

Sábado e domingo (13 e 14/04), tem show no Sesc Avenida Paulista @sescavpaulista pra comemorar.

#leoni #happybirthday #sescavenidapaulista