Daniel Peixoto lança releitura de “Freed From Desire”, hit da cantora italiana Gala

O cantor Daniel Peixoto lança nesta sexta-feira, 11, o seu novo single “Freed From Desire”, uma releitura da original lançada pela italiana Gala, em 1996. A música foi sucesso no mundo todo e atingiu a posição de número 1 em charts de diversos países da Europa, como Bélgica, França e Reino Unido, além de ter alcançado boa receptividade nas rádios e pistas de dança do Brasil, tornando-se um clássico da eletrônica no País.

 

Revisitando canções do passado em sua atual pesquisa musical atual, Daniel homenageia Gala com uma versão tropical do seu hit, trazendo a EDM dos anos 1990 para a atmosfera brasileira. “Decidi regravar essa faixa depois de ler uma entrevista da Gala para o Gay Blog, em que ela relatava as dores e delícias de ser artista, os altos e baixos da carreira e a dificuldade de realizar um trabalho de qualidade como artista independente, mesmo tendo músicas de sucesso internacional como é o seu caso”, afirma o cantor cearense.

 

“Gala me influenciou bastante a enveredar para a dance music quando comecei a trabalhar profissionalmente nesse mercado. Numa era pré-internet, ela era uma das únicas artistas desse gênero a tocar nas rádios AM e FM cearenses quando eu era criança.”

 

A nova versão leva produção do DJ Chernobyl, da cultuada banda gaúcha Comunidade Nin Jitsu, um dos nomes responsáveis pelo sucesso do funk e brazilian Bass no mercado internacional, com faixas co-assinadas por Diplo, Daniel Huskmann e Bonde do Rolê. No single, ele mistura a pegada electropop com elementos tipicamente brasileiros, como a guitarrada e lambada.

 

“Freed From Desire” chega ao streaming após Daniel lançar os singles “Postal de Amor”, parceria com Filipe Catto; e “La Isla Bonita”, com Getúlio Abelha. Juntas, elas já ultrapassam mais de meio milhão de streamings nas plataformas online.

 

Sobre Daniel Peixoto:

 

Vocalista da Montage, banda pioneira na queer music brasileira, Peixoto já abriu os shows de lendas da música como The Prodigy, Bjork e The Cardingans, além de ter integrado a trilha sonora de novelas da Globo e sido apontado como “o novo David Bowie” pelo jornal inglês The Guardian. Consolidado na nova MPB, ele já foi chamado de “Príncipe brasileiro do electro” pela MTV dos EUA e seu disco “Mastigando Humanos Remixes”, ganhou o prêmio Dynamite 2020 como Melhor Álbum Eletrônico do ano. Atualmente, Peixoto trabalha seu projeto DP, no qual vem lançando uma faixas inéditas como aperitivo para seu próximo projeto, “Tropiqueer”, album gravado durante a quarentena com lançamento previsto para o início de 2021.

 

Ouça aqui: https://tratore.ffm.to/freedfromdesire

 

 

 

Assessoria de Imprensa – Karina Diogo Fioritto