Daniel Yorubá lança single “Odoyá”

Canção faz parte de um futuro álbum solo do violonista e cantor

O cantor e compositor Daniel Yourubá, lança dia 16 de agosto, o single ‘Odoyá’, um clipe de reggae romântico gravado em Bertioga, litoral norte de São Paulo, sob a direção de Junior Imigrante. Trata-se de uma canção pertencente ao futuro álbum autoral ‘Casulo’. “Faz referência a um momento da minha vida que passei muito tempo confinado. Minha mãe se tornou cadeirante e me tornei as pernas dela. Abri mão da minha vida social pra me dedicar aos seus cuidados. Nos intervalos que me sobravam comecei a compor”, explica Daniel.

 

“A gravação do videoclipe superou minhas expectativas. A música ‘Odoyá’ faz referência a Iemanjá, fala de um romance presenteado pelo mar, então por se tratar de um Orixá, e em determinado momento da música existir um romance, tivemos a preocupação de não faltar com o respeito”, explica.

 

O álbum que terá 11 faixas traz um misto de assuntos vivenciados pelo artista. “Há desde criticas sociais, como em ‘Ensinamento da Quebrada’, bem como também há uma canção que retrata o meu período de separação, a balada romântica ‘Trago Flores’. Já a canção “Bença Mãe” retrata um momento que minha Rainha ficou desenganada”.

 

É o próprio Daniel quem assina todas as composições, arranjos e melodias, que foram gravadas no estúdio Zoo37, com mixagem de Fábio Hataka e masterização de Fábio Gomes, do Hataka Studios. Tudo isso com apoio de Bruno Marcucci (teclados), Rafael da Costa (baixo), Muka Bras (bateria) André Mitsuoka (trombone), Edu Ferreira (trompete) e Carlos Café (percussão). A produção musical ficou por conta do genial Bruno Dupre, que já trabalhou com nomes como Rael, Msário e Emicida e Mano Browm. “Ele somou com sua vasta experiência, inserindo seu groove. Foi uma honra trabalhar com ele”.

 

Não é somente nas composições que fica claro a versatilidade do músico. Os ritmos do álbum também são bem variados, vão desde reggae a ritmos como samba, jazz e soul.  A Produtora Django fica com o comando da produção executiva e artística.

 

A veia musical é de artista, sendo irmão do cantor Rael, filho do multi-instrumentista Zé Pernambuco e da Dona Efigênia, que sempre cantou na igreja. É o próprio cantor que explica o que o público pode esperar do atual projeto. “Muito sentimento, a realidade pela minha retina, o cotidiano que vivo e observo. Um misto de gêneros músicas. Um time de excelentes instrumentistas”, finaliza.

 

Mais sobre Daniel Yorubá

 

Daniel Yorubá é um cantor e compositor de world music e tem como principal característica a fusão da MPB com ritmos africanos, reggae, hip hop, R&B e dance-pop, dando origem a uma sonoridade bastante singular. Nascido e criado na periferia de São Paulo (BR), o músico faz da arte de compor um canal de discussão sobre questões sociais urgentes e reflete ainda assuntos transcendentais – colocando quase que sempre o ser feminino no cerne de suas composições e a figura materna como representante da força vital e do amor genuíno.

 

Filho da mineira Dona Efigênia, que cantava na igreja, e do multi-instrumentista Zé Pernambuco, as influências musicais de Yorubá vêm de berço. Porém, a sua relação com a música foi marcada por encontro e desencontros e o despertar para o talento musical se deu já em sua fase adulta, quando Daniel conheceu o músico “Kleber da Viola”, que o ensinou a tirar os primeiros sons no violão.

 

“Eu encaro como uma missão! Sou muito ligado à ancestralidade e ao povo africano.”, se auto define Yorubá. Sobre a mensagem impressa eu seu repertório, o músico explica que é algo que discorre naturalmente, como se fosse enviado pelo plano espiritual.

 

“Eu não tenho o hábito de ler, eu não assisto TV e não ouço rádio, mas escrevo sobre assuntos históricos e questões atuais, como em uma psicografia. Minhas armas são as palavras”, conclui.

 

O primeiro trabalho de estúdio de Yorubá ganhará as ruas no formato de DISCO,  é quase que a versão musicada de seu diário pessoal. A maioria das canções foi composta nos últimos 5 anos quando Daniel se confinou em casa para se dedicar aos cuidados com a sua mãe. Porém, o que parecia ser o fim da carreira do artista, era, na verdade, um período de transformação. A experiência de se resguardar serviu como envoltório para blindar Yorubá de interferências externas enquanto ele amadurecia o seu lado artístico para então deixar o “casulo” e voar.

 

O músico conta ainda com composições interpretadas por grandes artistas como a faixa “Papo Reto” gravada com o seu irmão Rael e com o rapper Black Alien para os álbuns “Coisas do Meu Imaginário” e “Ao Vivo em SP”. “Suas raízes africanas conectadas com R&B , soul e reggae torna sua oralidade uma coisa única e ampla, acho que é só uma questão de tempo para conquistar ouvidos e corações ao redor do mundo”, comenta Rael.

 

O primeiro single desta nova fase de Daniel Yorubá é a romântica e melódica “Trago Flores”, lançada na versão acústica e que ganhou recentemente um videoclipe primoroso produzido pela Trator Filmes e dirigido por Rodrigo Zanchini.

  

Links Oficiais

 

Instagram – https://www.instagram.com/dyoruba/?hl=pt-br

YouTube – http://www.youtube.com/danielyoruba

Facebook – https://www.facebook.com/dyoruba/

 

 

Informações à imprensa

Daniela Ribeiro – Tempero Cultural