DESASSOSSEGO AO VIVO reúne canções do álbum de estreia de ALEXANDRE GOIS e JOAQUIM PESSOA

Gravado ao vivo em Recife, o registro está sendo lançado como álbum digital e vídeo álbum, a partir de 4 de março

 

Ouça o álbum, disponível em 4/03:   https://orcd.co/desassossegoaovivo

 

Link para o video álbum (estreia dia 5/03):  https://youtu.be/Tz6Y-DZGImI

 

O álbum Desassossego e suas músicas nasceram da profunda conexão entre Alexandre Gois e Joaquim Pessoa, amigos desde o final da adolescência. Depois de participarem de grupos, projetos e festivais pelo Brasil, os dois artistas de Recife lançaram o primeiro álbum como dupla em setembro de 2020. O projeto ganha dois novos desdobramentos, a partir de 04 de março.

 

Por conta das restrições impostas pela pandemia, Alexandre Gois e Joaquim Pessoa lançaram oficialmente o álbum em um show sem plateia. “A primeira intenção era de comunicarmos afeto através da nossa música. O desejo de fazermos aquele show venceu a insegurança e a angústia”, pontua Alexandre Gois, que dá voz às canções da dupla.

 

Movidos pela música, eles gravaram o show no Jardim Botânico do Recife, com direção geral de Marcelo Barreto e direção de áudio de Carlinhos Borges.  “Aquela noite nos serviu como um sopro de esperança, a nos lembrar que precisávamos crer no futuro. Apesar de tanto desamor, de tanto ódio, de tanta morte, de tanta incompreensão, de tanta maldade e mesmo navegando numa bruma densa, precisávamos crer”, define Gois.

 

Com um palco montado no espaço reservado ao público, o show inverteu o olhar do espectador para a forma como as músicas foram criadas: um punhado de palavras, um violão e uma voz. Todas as canções do álbum de estúdio foram rearranjadas para o formato ao vivo, batizado de “Desassossego Ao Vivo”. O registro ganha agora dois novos formatos: álbum digital, que estreia nas plataformas de streaming em 4 de março, e vídeo álbum, que estreia no canal da Biscoito Fino no YouTube um dia depois (5/03).

 

Dois convidados marcaram presença em “Desassossego Ao Vivo”: Almério e Flaira Ferro participaram juntos na canção “Dos Prazeres”. “Naquela noite imaginávamos que nosso diálogo se iniciaria e se encerraria em nós dois. Mas o que aconteceu é que toda a equipe técnica e os artistas que participaram, igualmente ávidos de vida àquela altura, compuseram uma inesperada e linda atmosfera conosco. Foram a um só tempo com a gente, plateia, cenário, luzes e artistas”, define Alexandre Gois.

 

Das 16 canções do álbum, apenas três não são de autoria de Alexandre e Joaquim. “A de Zé Manoel e Vinícius Sarmento, “Deixar partir”, nos propusemos a sacudi-la de ponta cabeça. A de Rui Barata e Paulo André, “Foi assim”, remonta ao imaginário de nossa infância e alimenta os meninos que carregamos conosco, até hoje”.  A versão dos pernambucanos agradou em cheio a cantora Fafá de Belém, que foi só elogios em suas redes sociais. “Já Fogueira, de Angela Ro Ro, traz um traço visceral e doce com o qual muitíssimo nos identificamos. São músicas que adoraríamos ter feito”, conclui Alexandre Gois.

 

Ficha técnica

 

Gravado no Jardim Botânico do Recife

Direção Geral: Marcelo Barreto

Direção de fotografia: Marcelo Lacerda

Desenho de Luz: Jathyles Miranda

Direção de áudio: Carlinhos Borges | Onomatopeia

 

Repertório

 

1.Despudoradamente (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

2.Filme de mim (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

3.Pra depois do tempo (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

4.Cais (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

5.Os rios desta canção (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

6.Foi assim (Paulo André e Ruy Barata)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

7.Um quase fado para o Recife (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz e violão: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

8.Deixar partir (Zé Manoel/Vinicius Sarmento)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

9.Abajur (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

10.Os prazeres (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Voz: Almério e Flaira Ferro

Violão: Joaquim Pessoa

 

11.Abraços adiados (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

12.Fogueira (Angela Ro Ro)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

13.Ligeiro (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

14.Leve (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

15.Retratos (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz e violão: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

16.Danação (Alexandre Gois/Joaquim Pessoa)

Voz: Alexandre Gois

Violão: Joaquim Pessoa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações:  Coringa Comunicação