”Desengaiola” celebra amizade e parceria de Alfredo Del-Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda, em registro audiovisual

“Áudio-visuálbum” com 18 canções chega aos aplicativos de música e ao YouTube dia 14 de janeiro, expondo a intimidade e afinidade artística do quarteto. O registro foi captado na Região Serrana do Rio com som direto, direção de Eduardo Hunter Moura e produção de João Cavalcanti e Pedro Luís – que participa do show de lançamento, dia 21 de janeiro, no Circo Voador.

 

Só sei que um devaneio interveio a meu favor“. Os versos iniciais de “Alameda Palmares“, canção inédita que abre “Desengaiola” (Som Livre / MP,B Discos), são absolutamente autorreferentes. Foi nessa mesma alameda, no distrito de Palmares, em Paty do Alferes, Região Serrana do Rio, que, alguns meses antes, Alfredo Del-Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda sonharam gravar seu registro de estreia. Pouco tempo depois lá estavam eles, captando em áudio e vídeo o aguardado trabalho coletivo, que tem lançamento marcado para o dia 14 de janeiro, em áudio nos aplicativos de streaming – ouça aqui – e em formato audiovisual no YouTube – assista aqui.

 

E costurou nossas vidas pelo meio, sem receio e sem pudor“. O verso seguinte da canção inaugural indica o clima de irmandade que cerca o trabalho audiovisual, que tem produção musical de João Cavalcanti e Pedro Luís e direção de Eduardo Hunter Moura (Hunter Filmes). Foi uma semana de imersão em Palmares, numa convivência que costurou o enorme volume de trabalho com muita diversão, em um ambiente familiar e afetuoso.

 

Aqui estou, pra dizer de peito cheio que o passeio começou“. E o passeio começa a se desengaiolar quando percebem, surpresos, a quantidade de parcerias que já existia entre eles. Um repertório cada vez mais coletivo. Das 18 canções do disco, 16 são da lavra do quarteto – e 12 delas têm pelo menos dois dos quatro assinando a composição: “Alameda Palmares” e “Luz do Meu Terreiro” são assinadas pelos quatro; “Nada Não“, “Encanto” e “Nem Misturado Nem Junto” são de João e Moyseis; “Diplomata” e “Pra Quem Quiser Escutar“, de Alfredo e João; “Boas Intenções” e “Rosa Canção“, de Alfredo e Moyseis; Pedro Miranda assina “Desengaiola” (com Alfredo), “Meu Pecado É Sorrir” (com Moyseis) e “Pó Pará” (com João e Edu Neves), além de “Vontade de Sair“, com Cristóvão Bastos. Completam o repertório próprio “Gatilho“, de Moyseis com Teresa Cristina, “Fuzuê“, de Alfredo com Chico César, e “Poeta É Outro Lance“, de Moyseis.

 

A escolha das duas canções “de fora” é plenamente justificável: “Puro Ouro“, de Joyce Moreno, foi feita, segundo ela própria, em referência e homenagem à geração dos quatro artistas; e “Alagados“, hit dos Paralamas do Sucesso, já faz parte do repertório do quarteto desde o primeiro show juntos, e ganhou novo arranjo que sublinha a força da letra. “Alagados” deu nome ao EP, lançado em novembro de 2021, que abriu caminho para o álbum.

 

Sigo meus anseios, perco os freios, jogo as palmas para o céu. Alameda Palmares. Ah, todos os lugares que o meu coração visitou“. Como indica a sequência da canção, nossa vivência está sintetizada nesse encontro, que começou há mais de 20 anos, desde o florescer da reocupação cultural do bairro da Lapa, no Rio. Os quatro artistas estiveram na gênese de alguns dos grupos mais importantes daquela cena, como Casuarina, Cordão do Boitatá, Grupo Semente e Anjos da Lua, e sempre estiveram presentes uns nos álbuns e shows dos outros, até formatarem, em 2012, o show “Segunda Lapa“, quando se juntaram pela primeira vez no palco. Reuniram-se algumas outras vezes, como na homenagem que fizeram pelo centenário de Jackson do Pandeiro, no Circo Voador, em 2019.

 

Um refúgio, um aconchego, um motivo pra compor. Um sorriso de esperança, um remanso pro amor“. A canção dá o tom: levar esse encontro para os cantos do Brasil e do mundo, num desejo genuíno de celebrar o encontro e o espírito comunitário. “Desengaiola” estreia em cena no Circo Voador, dia 21 de janeiro de 2022, com a certeza de querer voar por aí.

 

Álbum “Desengaiola”

Lançamento Som Livre – 14 de janeiro/2022

 

AIXAS – ÁLBUM “DESENGAIOLA”

 

  1. ALAMEDA PALMARES (Alfredo Del-Penho / João Cavalcanti / Moyseis Marques / Pedro Miranda)
  2. LUZ DO MEU TERREIRO (Alfredo Del-Penho / João Cavalcanti / Moyseis Marques / Pedro Miranda)
  3. DIPLOMATA (João Cavalcanti / Alfredo Del-Penho)
  4. ROSA CANÇÃO (Alfredo Del-Penho / Moyseis Marques)
  5. PURO OURO (Joyce Moreno)
  6. DESENGAIOLA (Alfredo Del-Penho / Pedro Miranda)
  7. NADA NÃO (João Cavalcanti / Moyseis Marques)
  8. ALAGADOS (Bi Ribeiro / João Barone / Herbert Vianna)
  9. MEU PECADO É SORRIR (Moyseis Marques / Pedro Miranda)
  10. ENCANTO (João Cavalcanti / Moyseis Marques)
  11. PRA QUEM QUISER ESCUTAR (Alfredo Del-Penho / João Cavalcanti)
  12. POETA É OUTRO LANCE (Moyseis Marques)
  13. PÓ PARÁ (Pedro Miranda / João Cavalcanti / Eduardo Neves)
  14. NEM MISTURADO NEM JUNTO (João Cavalcanti / Moyseis Marques)
  15. BOAS INTENÇÕES (Alfredo Del-Penho / Moyseis Marques)
  16. VONTADE DE SAIR (Cristóvão Bastos / Pedro Miranda)
  17. GATILHO (Moyseis Marques / Teresa Cristina)
  18. FUZUÊ (Alfredo Del-Penho / Chico César)

 

FICHA TÉCNICA / ÁLBUM “DESENGAIOLA”

 

Alfredo Del-Penho: voz, violão de 7 cordas, flauta, cavaquinho

João Cavalcanti: voz, tamborim, assovio, tantan, zabumba, ganzá

Moyseis Marques: voz, violão, cavaquinho, berimbau

Pedro Miranda: voz, tamborim, ganzá, pandeiro, tantan, triângulo, caixa de fósforo, violão

 

Produção Musical: João Cavalcanti e Pedro Luís

Produção de Áudio e Sonorização: Henrique Vilhena e Alexandre Rabaço

Edição de Áudio: Leonardo Braga

Mixagem: Henrique Vilhena

Masterização: Alexandre Rabaço

 

Direção de Vídeo, Roteiro e Produção Audiovisual: Eduardo Hunter Moura

Direção de Fotografia: Manuel Águas e Paulo Velozo

Assistência de Direção: Lane Lopes

Operadores de Câmera: Suelen Menezes e Francisco Stewart

Figurino: Carol Lobato

Arte: Emilio Rangel

Montagem: Rodrigo Ambar e Raquel Gandra

Colorista: André Miranda

 

Direção de Produção: João Mario Linhares

Diretor Financeiro e Controller: Marcelo Machado

Produção Executiva: Mariana Bentes e Cibele Lopes

Estagiária de Produção: Mariana Oliveira

Identidade Visual: Paula Guimarães

Assessoria de Comunicação: Miriam Roia e Vivi Drumond

Produção de Vídeo: Hunter Filmes

Realização: Som Livre / MP,B Discos

 

Sobre a Som Livre

 

Com sua capacidade única de entender e antecipar preferências, aspirações e comportamentos dos brasileiros, a Som Livre é o reflexo do gosto musical do brasileiro. É uma empresa de música digital totalmente integrada com um modelo comprovado para identificar, desenvolver e promover a música e os artistas que os fãs continuarão a abraçar nas próximas décadas. A Som Livre tem forte atuação em eventos ao vivo, sendo produtora de festivais no país por meio de diversas marcas, como Festeja e Samba D+. Ela também tem sua plataforma de distribuição de música, a Fluve, e operações adicionais em sua editora musical.

 

 

Acompanhe a Som Livre nas redes:

 

Site Som Livre

Instagram Som Livre

Facebook Som Livre

Twitter Som Livre

YouTube Som Livre

LinkedIn Som Livre

 

 

 

 

 

 

Com informações:  Assessoria de comunicação Som Livre – InPress Porter Novelli