El Paco se une a Wesley Cena em seu segundo single “13º Andar”

Confira: https://onerpm.ffm.to/13oandar

 

Assista: https://youtu.be/7yA7t2-ayv4

 

El Paco, que fez sua estreia com Chumbo em outubro, lança seu segundo single, “13º Andar”, em parceria com Wesley em Cena. A produção fica por conta do próprio artista, em conjunto com Wey, com melodias leves, vozes angelicais e refrão forte, que aprofundam os sentimentos da música.

 

A reflexão sempre é uma marca de El Paco, que desde “Chumbo”, traz densidade em suas músicas. “Essa faixa é especial porque marca um espaço na minha vida em que eu estava bem mal e morava no 13º andar de um prédio. Ela me ajudou a superar a perda de um relacionamento muito feliz que se findou olhando pra janela”, compartilha o artista.

 

A janela do 13º andar é a personificação de um momento de distanciamento, a perda de si ou do outro, com uma poesia afiada, versos que emanam a profundidade e a profusão de sentimentos intensos que são levados junto com o olhar perdido.

 

“Este foi um ano muito desafiador, cheio de ressignificações. A última música do ano e a primeira do próximo serão as mais densas. Depois disso já tenho coisas bem mais festivas que retratarão a alegria e as alegorias”, conta El Paco.

 

A ideia do clipe é cheio de referências a janelas e a letra da música, é um mundo paralelo onde El Paco e Wesley em Cena se encontram, buscando a saída.

 

El Paco sempre esteve envolvida no mercado musical, seja como músico, produtor, entre muitas outras funções que já exerceu, e encontrou atrás da máscara e do gorro amarelo, marcas de El Paco, uma forma de impactar as pessoas dando ênfase sempre ao conteúdo e não para o mensageiro.

 

Letra

Não sei ao certo

Se vou ligar

Se nada acontecer entre nós

Vou, até breve

Me perdoa se eu não voltar

Mas cansei de insistir

 

Nesse lugar que não é meu

Nesse sorriso não sou eu

E o olhar que se perdeu

Da janela

Do décimo terceiro andar

 

E o vento que te venta

É ventania e da vontade

De viver Intensamente

E o mar que te permeia

É permanente resistência

De uma vida breve

 

Nesse lugar que não é meu

Nesse sorriso não sou eu

E o olhar que se perdeu

Da janela

Do décimo terceiro andar

Que não é meu

Nesse sorriso não sou eu

E o olhar que se perdeu

Da janela

Do décimo terceiro andar

 

 

 

Com informações: Lucas Damião