Estéreo MIS especial Björk: Espetáculo inédito que mistura música e projeções ao vivo homenageia artista islandesa

Apresentação idealizada por Yan Montenegro, conta com a participação de diversos artistas como Filipe Catto, Raae, Duca Mendes e o violoncelista cubano Yaniel Matos

 

O MIS – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – preparou uma programação especial para as últimas semanas da exposição Björk Digital. No dia 9 de agosto, sexta-feira, os fãs serão presenteados com um show multimídia em homenagem a cantora islandesa dentro do projeto mensal do Museu dedicado à música independente, o Estéreo MIS. A apresentação única acontece no Auditório MIS (172 lugares) e os ingressos podem ser adquiridos a partir do dia 2.8, às 12h, no site da Ingresso Rápido e na recepção do Museu.

 

O Estéreo MIS especial Björk, que mistura imagem, som e encenação, tem direção e arranjos de Yan Montenegro (produtor musical, arranjador, compositor e pianista) e conta com um time de artistas convidados para interpretar as músicas de Björk: Filipe Catto, Raae, o violoncelista cubano Yaniel Matos, Lais Yasmin, Sarah Roston, Tchello Palma e do músico, filmmaker e fotógrafo Duca Mendes, que em seu mais recente experimento audiovisual – Coldman – foi até a Islândia para captar imagens e gravar um álbum conceitual, que foi masterizado por Mike Marsh (Björk, Massive Attack, Chemical Brothers). Ainda como parte da proposta audiovisual, o espetáculo traz projeções ao vivo do VJ Igor Torres e intervenções artísticas gravadas em vídeo pelas atrizes Mel Lisboa, Samara Felippo, Luisa Micheletti, Dani Moreno e Fernanda Young. Em conteúdo inédito gerado em estúdio, cada uma delas interpreta uma letra de música ou trecho de entrevista concedida por Björk.

 

O repertório do espetáculo conta com uma música de cada disco da carreira de Björk, entre elas estão All Is Full Of Love, Human Behaviour, Arisen My Senses, Hidden Place e Stonemilker.

 

O espetáculo integra a programação paralela da exposição Björk Digital, em cartaz no MIS até 18 de agosto.

 

Sobre a exposição

 

Björk Digital é um projeto de realidade virtual de Björk em colaboração com alguns dos maiores artistas visuais do mundo, como Andrew Thomas Huang e Jesse Kanda. A exposição-instalação traz seis trabalhos de Björk extraídos de seu penúltimo álbum, Vulnicura, lançado em 2015: Stonemilker, Black Lake, Mouth Mantra, Quicksand, Family e Notget. As obras, divididas em quatro salas do primeiro andar do MIS, podem ser vistas com óculos de realidade virtual. Além dos seis vídeos, Björk Digital apresenta o projeto educativo Biophilia e uma sala de cinema onde o público confere diversos clipes da carreira da artista feitos por gênios do videoclipe como Michel Gondry e Spike Jonze. A mostra, que estreou em Sydney (Austrália) em 2016 e já passou por Tóquio, Barcelona, Cidade do México e Londres, entre outras, é apresentada pela primeira vez no Brasil. A exposição, que fica em cartaz até 18 de agosto, é apresentada pelo Ministério da Cidadania e Vivara, e tem patrocínio do UOL, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.  A produção fica a cargo da Dueto Produções.

 

serviço

 

ESTÉREO MIS ESPECIAL BJÖRK


DATA
09.08 (sexta-feira)

HORÁRIO 21h

LOCAL  Auditório MIS (172 lugares)

INGRESSO R$14 (inteira) R$7 (meia) na Recepção MIS (terça a sábado das 10h às 21h; domingos e feriados das 9h às 19h) e pelo site www.ingressorapido.com.br (à venda a partir do dia 2.8 às 12h)

CLASSIFICAÇÃO Livre

 

Museu da Imagem e do Som – MIS

Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo| (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br

Estacionamento conveniado: R$ 18. Acesso e elevador para cadeirantes. Ar condicionado.

 

Informações para a imprensa – MIS

 

Informações para a imprensa – Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo

 

museudaimagemedosom

@mis_sp

@mis_sp

/missaopaulo