Eternity: Carol Corsini ressalta sentimentalismo em single de estreia

Os relacionamentos sempre podem chegar a um fim. Contudo, isso não significa que os sentimentos devem deixar de existir. Isso é o que Carol Corsini aponta no single Eternity. A faixa foi composta em inglês e marca o início da trajetória solo da cantora e compositora.

 

O instrumental é acústico e remete-se à sonoridade de nomes como Alicia Keys e Amy Winehouse. Com produção de Bruno Araújo, Eternity foi integralmente gravada em um home studio. Natural da cidade de Campinas, no interior de São Paulo, Carol cantou e tocou piano na gravação da faixa.

 

Assista o videoclipe de Eternity

 

Essa é a primeira canção solo de Carol Corsini. No entanto, a cantora recentemente colaborou na faixa Guerreiras, de Fael CalaFati.

 

A musicista frisa a sentimentalidade da letra de Eternity.

 

“Essa música é um retrato da minha própria vulnerabilidade. Sinto que o amor, quando é real, tende a permanecer. E para vivê-lo, é preciso se entregar. Portanto, Eternity é também um convite para o ouvinte vivenciar todos os seus sentimentos. Em todos os tipos de relações, eles são justamente o que nos movem”.

 

ARQUIVOS/DADOS

 

IG: @eucarolcorsini

 

Foto por Bruno Araújo

 

letra + tradução

 

streaming

 

Com informações: VERMELL PRESS / ASSESSORIA DE IMPRENSA