Festival Bananada apresenta iniciativa Bananada BR e transmite shows inéditos com nomes de diversas regiões

Como um programa de TV, o festival proporciona ao público shows com 30 artistas em 9 datas entre novembro e dezembro

 

No último ano, o mercado da música foi altamente prejudicado pela pandemia da covid-19, que inviabilizou a realização das edições de 2020 e 2021 do Festival Bananada, conhecido nacionalmente e que ocorre, todos os anos, em Goiânia (GO).

 

Ainda assim, em um cenário de difícil viabilização, a produção do evento não parou. O lançamento de um selo musical e geração de conteúdos inéditos foram indispensáveis para que o público se mantivesse aquecido e seus colaboradores ativos. Agora, com o avanço da vacinação e a retomada cuidadosa do segmento, o Festival Bananada inova e apresenta, pela primeira vez, o Bananada BR, produção audiovisual que une música e conteúdos exclusivos com mais de 30 artistas de diversas regiões do Brasil.

 

A novidade é mais uma forma de explorar narrativas sob o olhar de descoberta e aprendizado de diferentes formatos, ocupando também novos canais com o público. Dessa forma, o Bananada BR aproxima, ainda que à distância, os diferentes estilos, gêneros e artistas brasileiros durante três finais de semanas entre novembro e dezembro, em nove episódios com nomes importantes como Juçara Marçal, Boogarins e Tuyo, e outros tantos que contemplam as edições Goiás, Nordeste/Sul e Sudeste/Norte.

 

“Em 2021, ainda impossibilitados de exercer nosso modelo de negócio de forma plena presencialmente, e com o desejo de continuidade ao projeto Bananada como um todo, nos propusemos a reforçar um dos mais importantes pilares da plataforma: o fomento à intersecção, troca e circulação musical no país. Daí, o Bananada BR. Contemplando atrações de todas as regiões do país, o projeto segue exercendo o mesmo papel que todas edições do Festival Bananada tiveram: agir com um pólo de música contemporânea do centro do Brasil e um ponto de intersecção da arte que vem sendo criada em nosso país e no mundo”, conta o produtor Lucas Manga, diretor de conteúdo da plataforma.

 

Edições por região

 

Com uma programação que engloba música e breves entrevistas, o projeto audiovisual, que se aproxima do formato de programa de TV, é dividido em três regiões: Goiás, Nordeste/Sul e Sudeste/Norte, que foram gravadas em estúdios entre São Paulo e Goiânia.

 

Sobre o formato, Giovanna Villefort, diretora artística do Bananada,  completa: “Através da nossa curadoria, procuramos apresentar artistas de todos os cantos do Brasil. Quando você vem de uma iniciativa descentralizada regionalmente, você é levado a entender o quão importante é conhecer e reconhecer a música, arte e cultura feitos em todos os cantos do país, além dos grandes centros. Acreditamos que os artistas convidados a compor a programação do Bananada  BR formam um recorte do que está acontecendo de mais interessante na música brasileira atual.

 

À frente da direção executiva do Bananada, Daianne Dias comenta sobre a captação de recursos para o novo Bananada BR: “É sempre um desafio, tanto para eventos físicos quanto online. Quando fomos aprovados no edital da Funarte, conseguimos fôlego para continuar pensando em música. Nossa parceria com Devassa sempre rendeu ótimos frutos nos presenciais e agora para essa edição virtual, o apoio da marca foi de extrema importância para colocar em prática esse novo desenho de programação que propusemos. Investir em cultura é preciso e vale a pena!”, explica.

 

A edição Goiás estreia o projeto, nos dias 5, 6 e 7 de novembro, com Boogarins, Carne Doce, Davi Sabbag, Bruna Mendez e mais. Em 19, 20 e 21 do mês, o público aproveitará a edição Nordeste/Sul, com Tuyo, Kaê Guajajara, Don L, Larissa Luz e, no mês seguinte, dias 3, 4 e 5 de dezembro, o Bananada BR fecha com a edição Sudeste/Norte, com Juçara Marçal + Kiko Dinucci, Felipe Cordeiro, Victor Xamã, Troá!, Tulipa Ruiz, Aíla, e mais. Confira o serviço completo abaixo!

 

Artes visuais

 

Tradição do Festival Bananada, a identidade artística é um ponto forte de identificação e posicionamento. Todos os anos, o evento convida um artista para a criação do cartaz oficial – que ilustra e carrega a identidade visual de toda a edição. Dessa vez, a obra não foi encomendada, mas coube exatamente no cenário em que estamos vivendo, e que o público poderá contemplar a partir da arte do renomado artista goiano Marcelo Solá.

 

“Eu vejo o Bananada como um momento de oxigênio na cidade, ele nos traz a possibilidade de nos inteirarmos com o ambiente musical novo, com as novas bandas, o que tá rolando atualmente. E a diversidade, a contemporaneidade do evento que transcende só um festival de rock, ele é um festival de tendências”, comenta.

 

Seu trabalho está orientado para a nova área limítrofe do desenho, um desenho-pintura, que vem ganhando características fora do gênero, e possui obras em coleções públicas tais como MAM (SP), MAR (RJ) e no Museu de Arte de Recife (PE). A arte que para o Bananada BR foi extraída de um caderno com anotações que dão origem às obras de Solá, e ampliado em uma serigrafia, na qual o artista escolheu as cores azul e vermelho em uma atmosfera estridente e que, de longe, traz uma sensação de 3D.

 

Serigrafia de Marcelo Solá (Créditos: Patrícia Soransso)

 

“Eu escrevo uns mini poemas, mas alguns deles vão sendo apagados e desenho em cima, de forma que torne quase que impossível a leitura. E durante esse processo vão se criando formas, estruturas que às vezes se remetem a animais imaginários, de um universo onírico, às vezes povoados por contos de fada, desenho animado, tudo misturado”, finaliza.

 

O Bananada BR foi viabilizado através do “Prêmio Funarte Festivais de Música 2020”, festival filiado à ABRAFIN, e apoio direto de Devassa, cerveja oficial do Festival Bananada; Deezer como player oficial e apoio cultural do Estúdio Primavera, Rootsans e UpMusic. O Bananada BR é realizado pelo Festival Bananada e Braba Música.

 

SERVIÇO:

 

Datas: 

 

05, 06 e 07/11 – Edição Goiás: Boogarins, Carne Doce, Bruna Mendes, Davi Sabbag, Carabobina, Aurora Rules, Fred Valle ft. Adriel Vinícius, Mílian, Cristiane Perné, Mundhumano, João Thomé, Ceciloui e La Rossa.

 

19, 20 e 21/11 – Edição Nordeste/Sul: Don L (CE), Larissa Luz (BA), Tuyo (PR), Lúcio Maia (RN), Luana Flores (PB), RRocha (RS), Lau e Eu (SE), Kaê Guajajara (MA/RJ) e Fusage (PR).

 

03, 04 e 05/12 – Edição Sudeste/Norte: Juçara Marçal ft. Kiko Dinucci (SP), Tulipa Ruiz (SP), Felipe Cordeiro (PA), Troá! (RJ), Victor Xamã (AM), ÀIYÉ (RJ), Aíla (PA), Olympyc (SP), Lô Bento (GO/RO).

 

Para acessar: https://linktr.ee/bananada

 

Mais informações: @festivalbananada (Facebook e Instagram)

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações:  RAGAZZI COMUNICAÇÃO