Filha do sertão, Fabiana Santiago moderniza tradições nordestinas em EP visual

Trabalho de estreia solo da artista, “Florescer” chega com clipes para todas as faixas

 

Florescer é um ato de vida, de se reinventar, de superar as adversidades e mostrar força. É esse poder, sob a ótica da mulher do sertão, que a cantora e compositora Fabiana Santiago evoca em seu EP de estreia. Intitulado “Florescer”, o trabalho bebe na fonte dos ritmos da cultura popular nordestina e a decifra em diversos prismas, da MPB à salsa, merengue e lambada. O EP pode ser ouvido em todas as plataformas digitais e pode ser visto com clipes para todas as faixas.

 

Ouça “Florescer”: https://onerpm.link/florescer

 

Assista aos clipes de “Florescer”: https://www.youtube.com/c/FabianaSantiagoOficial

 

“Com 20 anos de trabalho na música, ainda não tinha um projeto pra chamar de meu. Era um desejo antigo, mas que ao mesmo tempo me causava medo, de me mostrar enquanto compositora já que minha trajetória foi inteiramente como intérprete. No início de 2020, comecei a rabiscar a primeira canção, forçadamente tentando voltar a escrever. Quando a pandemia se instalou, a mistura de medo e receio aumentou: medo de deixá-la apagar o trabalho construído até aqui, junto do medo de não realizar os projetos para o ano”, reflete ela.

 

Tentando manter o seu processo criativo ativo e a mente em foco em meio a tempos difíceis, Fabiana Santiago começou a fazer lives semanais. O que era um processo para manter o pique dos palcos, virou uma oportunidade para criar química e personalidade própria e testar repertório. Foi durante esse período de mergulho pessoal e na música que as faixas do EP surgiram.

 

“A sonoridade foi definida sob a ótica dos signos e símbolos nordestinos, isso surge na instrumentação, estilo, e composição. Mas tentamos não deixar de lado uma força e uma identificação que tenho com os ritmos latinos”, conta a artista.

 

Destaque da cena musical do sertão pernambucano, Fabiana começou sua carreira musical na adolescência e hoje, com mais de 20 anos de estrada, traz para seu trabalho solo tudo que aprendeu em parcerias com outros artistas. E os nomes são muitos – vão desde Ednaldo Fonseca (“O Juiz Sanfoneiro”) e Targino Gondim, com quem dividiu palco como backing vocal; a artistas plurais como Elba Ramalho, Dominguinhos, Gilberto Gil, Geraldo Azevedo, Sorriso Maroto, Vanessa da Mata, Ana Carolina e Roupa Nova.

 

Voz ativa em Petrolina, Fabiana Santiago promove o projeto Show Divas do Vale, que realiza em parceria com as artistas e empreendedoras de vários nichos do Vale do São Francisco. Trata-se de um espetáculo com repertório de artistas ribeirinhos ou que versam sobre a ótica feminina, sobre a riqueza da região e contempla artistas locais e nordestinos consagrados. Além disso, tem em sua trajetória uma afinidade com o carnaval, incluindo uma apresentação para milhões de pessoas no Galo da Madrugada, no começo de 2020.

 

 

“Florescer” pode ser ouvido em todas as plataformas de streaming de música e os vídeos estão disponíveis no canal da artista no YouTube.

 

Ouça “Florescer”: https://onerpm.link/florescer

 

Assista aos clipes de “Florescer”: https://www.youtube.com/c/FabianaSantiagoOficial

 

Ficha Técnica:

 

Gravado no Estúdio P10 em Petrolina (PE)

Engenharia de som, mix, master e arranjos: PIB (Cleido José)

 

Fabiana Santiago – Composição, Arranjos, Voz e vocais

PIB – Teclado, vocais, synths e programação

Ricardo Nunes – Contrabaixo e Arranjos

Dego Leal – Guitarra

Jó do Acordeon – Sanfona

João Henrique (China) – Saxofone e flauta

Vinícius Oliveira – Trombone (nas faixas “Eu sou o Sertão” e “Deixa”)

Júlio Cesar – Trompete (nas faixas “Eu sou o Sertão” e “Deixa”)

Igor Nogueira – Violão e Ukulele (nas faixas “Palavra de Mulher” e “Imensidão”)

Silvino Júnior (Juninho) – Percussão

Marcos Vinicius – Bateria (corrigido aqui)

Danielle Ramos – Vocais na faixa “Palavra de Mulher”

 

Produção geral: Fabiana Santiago, Marcílio Ferreira, Herbet Freitas, Danubia Carvalho e Wellington Michelone, André Ferreira, Ítalo Vasconcelos.

 

 

 

 

 

 

Com informações:  Nathália Pandeló Corrêa – Build Up Media – http://www.buildupmedia.com.br