Fred Martins lança single de seu próximo álbum

“A filha da Porta-bandeira” chega às plataformas digitais

 

Ouça o single:  https://orcd.co/afilhadaportabandeira

 

A filha da Porta-bandeira chega às plataformas digitais e é o primeiro single do álbum ainda inédito de Fred Martins, que leva o título de Ultramarino. Radicado há quatro anos em Portugal, depois de uma temporada de sete anos na Espanha, Fred compôs boa parte das canções no período em que viveu entre os dois países. O repertório do álbum, que tem como fio condutor a sua base musical carioca de linhagem bossanovista, transita ainda pelo blues e por sonoridades de influência moura (árabe), reafirmando a conexão musical entre África, Península Ibérica e Brasil.

 

O primeiro single homenageia o universo do samba, mais especificamente a escola Estação Primeira da Mangueira, na figura da filha da porta-bandeira. “É um dos sambas mais recentes que compus (com o parceiro Alexandre Lemos), do tempo em que morei em Santiago de Compostela, cidade de pedra e chuva. Neste cenário tão distante da minha terra natal, fazer este samba foi como revisitar a casa onde cresci. Remexer a bagagem e trazer à tona, na ponta dos dedos, ao violão, experiências de vida e de música de quem nasceu e se formou entre as cidades de Niterói e Rio de Janeiro”, conta Fred sobre A filha da Porta-bandeira. O samba também reflete o legado que Fred capturou dos relatos de seu pai sobre o Rio do final dos anos 40, 50 e 60: “A admiração dele passou a ser minha, claro, por mangueirenses como Nelson Cavaquinho e Cartola”, conclui.

 

Em um registro de voz e violão, Fred Martins cria uma trama que remete à modernidade harmônica da bossa nova. “A versão voz e violão surgiu muito naturalmente, porque ‘A Filha da Porta-bandeira’ é, das canções que fiz, a que canto de forma mais joãogilbertiana. João Gilberto sempre esteve e estará presente na minha maneira de sentir a música. Gravá-la neste momento foi como reafirmar essa presença, então achei que devia apresentá-la desse jeito, apenas voz e violão.

 

O álbum Ultramarino, previsto para chegar às plataformas digitais no final de abril, nasceu do encontro de Fred Martins com o produtor e engenheiro de som Hector Castillo, ganhador de 4 prêmios no Grammy Latino e colaborador de David Bowie, Björk, Lou Reed e Philip Glass, entre outros.

 

Cantor, instrumentista e compositor destacado em sua geração, Fred Martins, nascido no Rio de Janeiro, desenvolveu sua carreira influenciado pela bossa nova, o samba e a MPB. Aprofundou sua relação com a música brasileira ao transcrever partituras musicais de mestres da MPB, como Tom Jobim, Chico Buarque, Gilberto Gil e Dorival Caymmi, entre outros, para os famosos songbooks de Almir Chediak. Suas composições também vêm sendo interpretadas por nomes como Ney Matogrosso, Adriana Calcanhotto, Zélia Duncan, Maria Rita, MPB4 e Renato Braz, entre outros.

 

Junto com o  single A filha da Porta-bandeira será lançado ainda um videoclipe que registra bastidores da gravação.

 

 

Fotos: Alfredo Marques

 

 

 

 

Com informações: Coringa Comunicação