Giovanna Moraes recebe Natália Noronha e Cris Botarelli em música inédita

Dando continuidade a sua série de lançamentos quinzenais, a cantora e compositora paulista Giovanna Moraes revela hoje “O Escape É Seu Olhar”, faixa inédita com feats. de Natália Noronha (ex-Plutão Já Foi Planeta) e Cris Botarelli (Far From Alaska). Veja o clipe aqui.

Simultaneamente, no lado B desta canção, Giovanna nos brinda com uma roqueiragem das boas, “Driving Me Insane”, um indie pop e divertido à moda Pavement – ouça aqui. A produção musical de ambas é assinada por Giovanna Moraes e Thommy Tannus.

 

No clipe de “O Escape É Seu Olhar” acompanhamos uma coreografia soturna interpretada pelas três artistas, que movimentam-se entre elas a partir de um elo em comum: pesadas correntes de ferro, que não se prendem à nada, mas ainda assim se interpõem.

 

De acordo com Giovanna, o conceito para o clipe partiu desta narrativa histórica que colocou o protagonismo no homem, relegando à mulher a uma amarra, acorrentada em suas funções domésticas. Para a cantora, muito se avançou, “mas não nos libertamos das correntes. Ainda há muito machismo na sociedade – especialmente no rock. No clipe não estamos presas nas correntes, nós mesmas seguramos elas. Como a própria mulher escolhe carregar esse papel, e que ela está livre disso, se escolher se soltar”, reflete Giovanna.

 

“O Escape É Seu Olhar” elabora também sobre o peso da liberdade e dos comportamentos condicionados, poetizando visualmente sobre mulheres que se ajudam ao carregarem e quebrarem juntas as amarras de um passado. É aqui que entram as presenças de Natália e Cris, reforçando ainda mais o senso de sororidade que o vídeo evoca.

 

“Reparei que não havia colaborado muito com outras mulheres na minha carreira, mais por acidente do que por intenção”, comenta Giovanna sobre o convite feito para Natália e Cris. “Quando surgiu a oportunidade de colaborar com a Natália, me empolguei de cara. Nossas vozes combinaram super bem, fazendo um blend super interessante, com timbres parecidos ressaltando sutilezas entre cada uma das vozes. Durante o processo, a Cris Botarelli se animou e deu uma contribuição trazendo pinceladas do seu ‘steel guitar’ deixando ainda mais rock ‘n’ roll nosso som”, ela completa.

 

Sobre a produção, o Thommy adiciona: “Sou muito fã das produções do Rick Rubin e estava estudando bastante os American Recordings que ele produziu do Johnny Cash. Uma das músicas que fiquei fascinado pela sonoridade foi a ‘Ain’t No Grave’ do American VI. Pensamos em como trazer essa atmosfera orgânica para um lado mais pop que adoramos também. O resultado é ‘O Escape É Seu Olhar’”, um som eletrizante, que situa o ouvinte num espaço-tempo desconhecido, cuja órbita sonora nos coloca para girar sem sair do lugar.

 

Já “Driving Me Insane” é puro classic indie, aquele de franja atrapalhando os olhos e um all-star desamarrado. Pavement. Weezer. Beba da fonte que quiser, o que chama atenção aqui é algo único, o vocal de Giovanna, que derruba tudo que encontra pela frente com uma suavidade afiada.

 

“Essa música não vem de agora, ela é uma releitura de uma letra que eu já tinha escrito, na adolescência. Acaba transparecendo a fase em que foi feita. Prestei uma homenagem à Giovanna de 15 anos atrás”, continua a compositora. “Nasci nos anos 90 e na época que compus essa música, esse tipo de som estava no meu radar. Ouvia muito Pavement, Pixies, Sonic Youth, The Velvet Underground, REM… essa música trás para mim um gosto de nostalgia”, ela explica.

 

Ouça “O Escape é Seu Olhar” aqui

 

Veja o clipe de “O Escape é Seu Olhar” aqui

 

 

 

 

 

 

Com informações:  Assessoria de Imprensa  Giovanna Moraes