Julia Mestre lança seu novo álbum “Arrepiada”

Ouça aqui:  https://links.altafonte.com/arrepiada

 

Estreia do clipe de “Arrepiada”, no dia 17/04  –

Assista aqui: https://youtu.be/tvRCJulIARM

 

 

ARREPIADA é o nome do segundo disco solo de Julia Mestre. ARREPIADA é palavra feminina, imagética e sonoramente impactante. “É meu grito de liberdade: exprime a sensação que eu gostaria que as pessoas tivessem ao ouvir o meu trabalho”, define Julia.

 

ARREPIADA marca o início de uma nova fase na carreira de Julia Mestre, após a projeção e a visibilidade que sua banda, Bala Desejo, ganharam. “É disco para várias audições, para degustar devagar – camada a camada. São onze faixas, a maioria escrita durante a pandemia, sendo dez inéditas e uma releitura de Clama Floresta, canção gravada pela minha banda no disco SIM SIM SIM”.

 

Em ARREPIADA, Julia divide assina as canções com outros compositores de sua geração. Ana Caetano (duo Anavitória), João Gil (Gilsons), Dora Morelenbaum, Zé Ibarra e Lucas Nunes (seus companheiros de Bala Desejo) e a dupla de produtores musicais Lux & Tróia (Duda Beat).

 

No único feat do disco um encontro transatlântico com a cantora, compositora e instrumentista MARO (Portugal). “Chamei MARO para cantar comigo porque apesar da letra apontar o caos do mundo, achei bonito ter duas vozes femininas encerrando o disco, acho oportuno duas mulheres de língua portuguesa, com vivências diferentes, estarem juntas reverenciando a deusa música. Sempre me identifiquei com o timbre de voz de MARO, grave e ‘soproso’ como o meu. Brinco dizendo que é o dueto das cantoras roucas”.

 

ARREPIADA começa com uma faixa mais forte. “Ela abre o disco porque representa a persona que eu desejo alcançar e através dela interagir com as pessoas.” Mas seguindo a audição e mergulhando nas demais faixas, o ouvinte encontra outras (e novas) camadas, letras mais sensíveis, gêneros musicais variados – xote, forró, disco, bolero, reggae. “O disco também traz canções que remetem ao início da minha carreira. Quem me acompanha desde o disco GEMINIS vai se identificar”.

 

Assinando a produção musical de ARREPIADA, Lux Ferreira. “Sempre admirei as escolhas estéticas do Lux. Busquei alguém que pudesse abraçar minhas canções com a modernidade que o contemporâneo pede, mas sem esquecer que minhas referências vêm de longe. Desde que fiz um projeto/show cantando as músicas de Rita Lee, pesquiso a estética oitentista e comecei a compor pensando em trazer dança e sintetizadores para o álbum”.

 

 

Outra forte referência para este trabalho é a cantora norte-americana Billie Eilish. “Depois que assisti ao documentário dela produzindo dentro do quarto junto com seu irmão, percebi que eu também queria fazer aquilo. Nunca gostei de gravar voz em estúdio, sempre achei o ambiente frio. Quis cantar num ambiente mais acolhedor, dentro de um quarto, relaxada. E foi assim que gravamos e produzimos todas as músicas do disco, dentro do quarto do Lux durante a pandemia”.

 

FAIXA A FAIXA por Julia Mestre

 

INTRO + ARREPIADA

É a canção que nomeia o álbum. ARREPIADA é palavra feminina, imagética e sonoramente impactante. É meu grito de liberdade: exprime a sensação que eu gostaria que as pessoas tivessem ao ouvir o meu trabalho.  Quis que essa canção abrisse o disco porque ela personifica os sentimentos que mais me conectam neste momento ou talvez porque ela represente uma espécie de persona que eu desejo alcançar para interagir com meus ouvintes. É uma faixa cujas referências (explícitas) transitam nas canções de Rita Lee e Marina Lima, bem anos 80. Tem letra empoderada e também brinca com um estilo pop-rock – “TCHU-TCHU-CA”.

 

CHUVA DE CAJU

Minha parceira com a Ana Caetano (do duo Anavitória) fala sobre um pôr do sol que vimos juntas em Búzios, no dia que nos conhecemos. No dia, estávamos dando um passeio de carro e entre um papo e outro, ela me perguntou sobre minha cor preferida e eu respondi que ela era doce como chuva de caju. A canção reúne fragmentos dos diálogos que tivemos nesta tarde especial.

 

MENINO BONITO

É uma canção que fiz para um grande amor. Quis trazer para a faixa a sensação de um bloco de Carnaval, por isso chamei os percussionistas baianos Kainan do Jêjê, Tiago Nunes e Lucas Maciel para embalar esse bloco. É uma parceria minha e de Dora Morelenbaum que também participa do disco fazendo coro na faixa. Ah, uma última curiosidade sobre esta música: “esse violão mal tocado é meu”.

 

FORRÓ DA SOLIDÃO

Música de pandemia. “faz tempo que eu não saio de casa, faz tempo que eu não vejo meus amigos”. Compus dentro de casa no auge do isolamento social, sem perspectiva de quando retomaríamos a vida que conhecíamos.

O tempo passou, a vida foi se redesenhando e a canção ficou. Convidei Marcelo Jeneci para gravar sanfona nessa faixa e ela abraçou lindamente nosso forró moderno.

 

EL FUEGO DEL AMOR

Vinheta que introduz o primeiro single lançado do álbum, “MEU PARAÍSO”. Inspirada na música Really Love do d’angelo, quis criar um ambiente de mistério com sussurros sobre um amor viciado e acabado, ai como dói. 

 

MEU PARAÍSO

Fever Night! É a disco do disco! É a faixa mais dançante e com mais referência as pistas dos anos 80. É uma produção bem característica do estilo que consagrou a dupla LUX&TRÓIA. É música de pista, com letra provocativa que fala sobre beijo na boca, tesão, liberdade e todos os elementos de uma jovem vida adulta. Foi o primeiro single lançado do disco, no auge do verão, e agora se junta ao disco completo.

 

DEUSA INEBRIANTE

Meu avô morreu centenário, ele foi embora dormindo. A morte do meu avô me deixou muito triste e também intrigada. Como se dá essa passagem? Quem o levou durante o sono? Foi a partir dessa indagação que surgiu a letra de Deusa Inebriante. Uma deusa que aparece nos sonhos mais profundos, que seduz, encanta e nos convida a conhecer o outro mundo. É o beijo da dona morte.

CLAMA FLORESTA

Essa música nasceu há 10 anos, mas foi finalizada há pouco tempo. O refrão da canção I’m Alive foi escrita por mim e por Zé Ibarra para uma campanha da Rain Forest. Acabamos deixando essa música na gaveta por anos até que houve as tragédias de Brumadinho e Mariana e isso desestruturou todo o ecossistema ambiental daquela região e também a nós mesmos. Estes acontecimentos foram tão fortes que me motivaram a retomar essa canção. Quando pronta, gravamos no disco SIM SIM SIM do Bala Desejo e hoje trago para o meu disco solo uma nova roupagem.

 

DE TODA MÃE

Essa música nasceu quando soube que minha amiga, a cantora Mariá Pinkusfeld, estava grávida de duas meninas. Lembrei dos versos de Caetano – “o tempo parou para eu olhar pra aquela barriga” – e fui sendo inspirada pela vida. É emocionante ver uma grande amiga tendo em seu ventre outros dois corações. É uma música que fala sobre a potência feminina.

 

DO DO U

Tracking gravada no iphone, dentro do meu quarto. É um esboço que compartilho com meu público, é parte do meu processo criativo.

 

SONHOS & ILUSÕES feat. MARO

O único feat do disco é lusófono. Nasceu além-mar e traz a cantora, compositora e instrumentista MARO (Portugal). Chamei MARO para cantar comigo porque apesar da letra apontar o caos do mundo, achei bonito ter duas vozes femininas encerrando o disco, acho oportuno duas mulheres de língua portuguesa, com vivencias diferentes, estarem juntas reverenciando a deusa música. Sempre me identifiquei com o timbre de voz de MARO, grave e ‘soproso’ como o meu. Brinco dizendo que é o dueto das cantoras roucas.

 

Lançamento: Independente

Distribuição: Altafonte

Fotos: Fernanda Pompermayer

 

www.instagram.com/julia_mestre

www.twitter.com/julia__mestre

www.tiktok.com/@eujuliamestre

www.facebook.com/juliamestremusica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Bebel Prates Assessoria de Comunicação

 

#SIGA NO INSTAGRAM
Hoje (19/04), é aniversário do cantor e compositor Roberto Carlos @robertocarlosoficial que completa 83 anos.

Um dos maiores artistas da música popular brasileira 

#robertocarlos #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (18/04), é aniversário do músico e jornalista Rodrigo Rodrigues que completaria 49 anos.

Fundador da banda @thesoundtrackers 

Faleceu em 28/07/2020

#rodrigorodrigues #thesoundtrackers #happybirthday #boomerangmusic
Rocksoulblues no @sesc14bis 

Lançamento do novo álbum do cantor Nasi @oficialnasi 

Vídeo: Jailson /Produção Boomerang Music 

#nasi #rocksoulblues #sesc14bis #boomerangmusic
Hoje (11/04), é aniversário da cantora e compositora Lisa Stanfield @lisajstansfield que completa 58 anos.

#lisastanfield #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (11/04), é aniversário do cantor, compositor e baixista Pit Passarell @oficialpitpassarell da banda Viper @viper_brazil que completa 56 anos.

#pitpassarell #happybirthday #viper #boomerangmusic