Mariana Furquim apresenta “Princesa de Aiocá” no Sesc Pompeia no dia 07/12

Com produção musical e arranjos de Dante Ozzetti, álbum reverencia, em 11 faixas, a divindade feminina Iemanjá

 

Foto: Antonio Brasiliano

 

No Sesc Pompeia, Mariana Furquim faz show para celebrar a estreia de seu primeiro disco solo, “Princesa de Aiocá”. O evento marcado para sexta-feira, dia 07/12, acontece pelo Projeto Plataforma, responsável por lançar CDs, DVDs e apresentações especiais de artistas brasileiros.

 

Em alusão a um dos nomes que Iemanjá recebe em solo baiano, o título do álbum já entrega ao que veio: com 11 faixas produzidas por Dante Ozzetti, trabalho homenageia a rainha das águas e padroeira dos pescadores. “Essa é uma extensão daquilo que venho pesquisando desde 2014, quando divulguei o meu primeiro EP. Enxergo a música como conexão espiritual e fonte de energização. Por isso, cantar essa deusa, que reverencio em tudo que faço, tem sido um processo de muita imersão na potência feminina, no sagrado, nas sensações, histórias, mitos, mistérios e lendas desse universo tão forte e acolhedor. Iemanjá é mulher, é mãe e tem um poder de transformação que todas nós também temos. Precisamos despertar pra isso”, explica.

Seguindo essas inspirações, o repertório, essencialmente pautado nos ritmos afro-brasileiros, tem arranjos contemporâneos e olhar moderno ao incorporar uma série de elementos eletrônicos ao projeto.

A noite, que inclui pontos recolhidos no terreiro “Nação Livre de Aruanda”, mantras de pescador e faixas embaladas pelo marabaixo, contará com as participações especiais de Dante Ozzetti, Ná Ozzetti e Patrícia Bastos. Para essa apresentação, Mariana será acompanhada por Bruno Prado (percussão geral e eletrônica), Erico Ozzetti (violão e baixo), Fernando Sagawa (programação, sax e flauta), Paulinho Timor (percussão geral), Thaís Ozzetti (percussão geral) e Uirá Ozzetti (guitarra e violino).

 

SOBRE MARIANA FURQUIM

 

Nascida na musical família Ozzetti, Mariana Furquim começou a cantar ainda na adolescência, somando, atualmente, quinze anos de participação ativa em rodas de samba.

 

Ao lado do compositor Dante Ozzetti, circulou com as apresentações do disco Ultrapássaro (2001). Em 2010, passou a integrar o Samba das Flores, acompanhada por Flora Poppovic e Paula Sanches. Três anos depois, convidada por Ná Ozzetti, esteve em uma das faixas do disco Embalar (2013).

 

Iniciou sua carreira solo com o lançamento do primeiro EP “Mariana Furquim” (2014), passando pela Casa do Núcleo, Casa de Francisca, FNAC Pinheiros, JazzB, SESC Santana, Teatro da Rotina, Tanger Session, Virada Cultural de São Paulo [edição 2017 e 2018], entre outros importantes espaços culturais da cidade. Participou do Bloco Bebê, dirigido por Isadora Canto e Tatiana Tardioli.

Celebrando os 95 anos de Riachão (2016), esteve no Sesc Pompeia ao lado do artista baiano e de grandes músicos como Caê Rolfsen, Trio Gato com Fome e Allan Abadia.

Compôs o elenco de “Edil Pacheco: Afros, Afoxés e outros Sambas”.

Gravou no EP Azul, da banda Grená, além do disco “Todo Mundo Tem que Falar”, do grupo Bambas de Sampa – o qual também integra e realizou show de pré-estreia em Salvador, no Terreiro de Jesus.

 

Recentemente, artista iniciou o processo de estreia do álbum “Princesa de Aiocá”, após campanha de financiamento coletivo bem-sucedida no Catarse. A linha condutora é inspirada no mar e homenageia a divindade feminina Iemanjá, aliando ritmos brasileiros de raiz com arranjos contemporâneos assinados por Dante Ozzetti.

 

SERVIÇO:


Mariana Furquim

 

Dia 7 de dezembro de 2018. Sexta-feira, às 21h30

 

Comedoria
*A capacidade do espaço é de 800 pessoas. Assentos limitados. A compra do ingresso não garante a reserva de assentos. Abertura da casa com 90 minutos de antecedência ao início do show.
Ingressos: R$6 (credencial plena/trabalhador no comércio e serviços matriculado no Sesc e dependentes), R$10 (pessoas com +60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino) e R$20 (inteira).

 

Venda online a partir de 27 de novembro, terça-feira, às 12h.
Venda presencial nas unidades do Sesc SP a partir de 28 de novembro, quarta-feira, às 17h30.
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 18 anos.

 

Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.
Não temos estacionamento. Para informações sobre outras programações, acesse o portal sescsp.org.br/pompeia

 

Assessoria de Imprensa Sesc Pompeia