Montagem do espetáculo A Pane, de Friedrich Dürrenmatt, com direção de Malú Bazán, reestreia no Teatro Itália

Sucesso de público e crítica, o espetáculo A Pane, inspirado no conto do escritor suíço Friedrich Dürrenmatt, faz curta temporada no Teatro Itália, a partir do dia 7 de junho, quarta-feira, 20h. Dirigida por Malú Bazán, a montagem traz no elenco Antônio Petrin, Oswaldo Mendes, Heitor Goldflus, Roberto Ascar, Cesar Baccan e Marcelo Ullmann.

 

Ao chamar o seu conto A Pane – depois transformado em teatro -, Dürrenmat não estava pensando apenas na falha mecânica de um Jaguar, evento que leva o protagonista a uma situação inesperada. A pane também diz respeito ao próprio mundo, que é repleto de imperfeições e catástrofes, falhas da justiça, culpas e desculpas.

 

A situação é inusitada: um jogo em que octogenários juristas aposentados encenam suas antigas ocupações e – como diz o juiz anfitrião -, agora não mais presos “a formas, protocolos, leis e todo o entulho inútil dos tribunais”. Neste jogo, eles enredam um próspero representante comercial. Qual o seu crime? Não importa. “Crime é algo que sempre se pode encontrar”.

 

Ao brincar de tribunal, os personagens fazem o público questionar o conceito de justiça, seus sistemas e um mundo “de inocentes com culpa e culpados sem culpa”. A encenação reúne atores de várias gerações, para falar não de uma história antiga, mas de “uma história ainda possível”, como o autor a qualifica.

 

O espetáculo fez sua primeira temporada em 2021, no Sesc Santana, e prosseguiu com apresentações no Teatro FAAP e teatros da prefeitura de São Paulo, em uma temporada beneficente, em 2023, reestreia no Teatro Itália, a partir do dia 07 de junho. A Pane também circulou em unidades do Sesc no interior de São Paulo e recebeu duas indicações ao prêmio Bibi Ferreira na categoria melhor ator coadjuvante.

 

Sobre o autor

 

Dürrenmatt (Konolfingen, 5 de janeiro de 1921 – Neuchâtel, 14 de dezembro de 1990) foi um escritor suíço. Embora possua grande fama por sua obra como dramaturgo, foi também um prolífico contista e romancista.

 

Politicamente ativo, o autor escreveu dramas vanguardistas, profundos romances policiais, e algumas sátiras macabras. Um de seus principais bordões era: “Uma história não está terminada até que algo tenha dado extremamente errado”.

Como Brecht, Dürrenmatt explorou as vertentes do teatro épico. Suas peças visavam envolver o público a um debate teórico, e não somente ser entretenimento puramente passivo.

 

Quando tinha 26 anos, sua primeira peça, “Está Escrito”, (em alemão “Es steht geschrieben”), estreou causando grande controvérsia. A história da peça se passa em torno de uma batalha entre um cínico obcecado pelo sucesso e um religioso fanático que leva as escrituras ao pé da letra, tudo isto acontecendo enquanto a cidade em que vivem está cercada. A noite de estreia da peça, em abril de 1947, causou confusão e protestos por parte do público.

 

Na década de 50, com o conto “A Pane”, chegou ao que muitos consideram o auge de sua capacidade estilística e narrativa. Morreu em 1990, considerado como um dos grandes narradores e dramaturgos de sua geração.

 

Sinopse

Comédia sobre a justiça, A Pane conta a história de um hóspede inesperado que se transforma em réu de um jogo em que juiz, promotor, advogado e carrasco aposentados revivem suas profissões. Trata-se de uma fábula que fala sobre os nossos dias.

 

Fotos de Ronaldo Gutierrez

 

Ficha Técnica

 

Texto: Friedrich Dürrenmatt
Tradução: Diego Viana
Direção: Malú Bazán
Elenco: Antonio Petrin, Cesar Baccan, Heitor Goldflus, Marcelo Ullmann, Oswaldo Mendes e Roberto Ascar
Concepção cenográfica: Anne Cerutti e Malú Bazán
Figurino: Anne Cerutti
Assistente de figurino e cenário: Adriana Barreto
Cenotécnico: Douglas Caldas
Desenho de luz: Wagner Pinto
Música Original: Dan Maia
Operador de luz: Jonas Ribeiro
Operador de som: Silney Marcondes
Contrarregra: Márcio Polli
Fotos: Ronaldo Gutierrez e Rogério Alves
Visagismo: Dhiego Durso
Programador Visual: Rafael Oliveira
Assessoria de Imprensa: Angelina Colicchio e Diogo Locci – Pevi 56
Assistente de Produção: Rebeca Oliveira
Produção e Realização: Baccan Produções e Kavanpa Produções

 

Serviço

A Pane, de Friedrich Dürrenmatt, com direção de Malú Bazán

Local: Teatro Itália Bandeirantes – Av. Ipiranga, 344 – República, São Paulo – SP, 01046-010

Temporada: de 07 de junho a 12 de julho, quartas feiras, às 20 horas.

Ingressos: R$ 60,00
Compras pelo site: https://www.teatroitaliabandeirantes.com.br

Informações: (11) 3131-4262

Duração: 70 minutos

Classificação: 14 anos

Capacidade: 292 lugares

Estacionamento: O teatro oferece um serviço de valet na porta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Assessoria de imprensa Pevi 56| Pane 

#SIGA NO INSTAGRAM
@colinhay @midiorama
Hoje (19/02), é aniversário da jovem atriz Millie Bob Brown @milliebobbybrown que completa 20 anos.

#milliebobbybrown #boomerangmusic #happybirthday #strangerthings
Hoje (19/02), é aniversário do cantor, compositor e ator Evandro Mesquita @evandromesquita que completa 72 anos.

Vocalista da banda Blitz @blitzoficial 

#evandromesquita #Blitz #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (19/02), é aniversário do cantor e compositor Seal @seal que completa 61 anos.

Um dos maiores nomes da música pop.

#seal #happybirthday #boomerangmusic
Se preparem que em agosto vai rolar o Australian Connection Festival @australianconnectionfestival com grandes bandas da Surf Music 

Hoodoo Gurus @hoodoogurus_official 
GangGajang @ganggajang 
SpyS 

Em breve passamos mais informações pra vocês!!

#hoodoogurus #australianconnectionfestival #Surfmusic #boomerangmusic
Lançado em 1984, o filme Footloose completa 40 anos.

O filme conta a história do recém-chegado de Chicago, o jovem Ren McCormak fica frustrado quando descobre que a pequena cidade do interior para a qual se mudou proíbe a dança e a música pop. Com a ajuda de seu novo amigo Willard e da adolescente rebelde Ariel, ele enfrenta uma árdua batalha para mudar a situação local. Mas o reverendo Shaw Moore, pai de Ariel, acaba se transformando em um grande obstáculo.

Dirigido por Herbert Ross e que conta com Kevin Bacon @kevinbacon Lori Singer, Sarah Jessica Parker @sarahjessicaparker John Lithgow e Diane West no elenco.

Clássico dos anos 80.

#footloose #boomerangmusic #40years