Novo single de PEDRO LUÍS sai no DIA DO BEIJO

No Dia do Beijo, Pedro Luís, Camila Costa e Neila Kadhí liberam canção coletiva. Novo single dos três artistas sai em 13 de abril, em todos os aplicativos de música.  

 

Clique AQUI para ouvir “A Maçã e a Boca” a partir de 13 de abril

 

Em meio à pandemia e o necessário isolamento social, muitos artistas estão deixando brotar de suas gavetas e anotações ideias antigas que não haviam ainda se transformado em canções, muito pela falta de tempo durante a saudosa época em que saíam em turnês. Foi assim que Neila Kadhí apresentou Pedro Luís a Camila Costa e incitou a criação coletiva de “A Maçã e a Boca”, single que vai estar disponível em 13 de abril nos aplicativos de música. “Deixe que te toque / Deixe que provoque / Língua passeando solta”, diz um trecho da letra. A data de lançamento não foi escolhida por acaso: é o Dia do Beijo.

 

Neila Kadhí conheceu Pedro Luís durante a montagem do espetáculo de teatro “Elza”. A cantautora, produtora musical e multi-instrumentista baiana integrava a banda pilotando programações, guitarra e pandeiro, e Pedro Luís – esse artista multifacetado e agregador que canta, compõe, escreve, toca e arranja – comandava a direção musical do espetáculo. Foi ali, nos bastidores do teatro, que surgiu a amizade, a sintonia musical e a vontade de compor algo em parceria. Camila Costa também é dona de multi-talentos na música. Cantora, violonista e compositora, integrou o grupo Sururu na Roda e chegou a gravar com Chico Buarque e Zeca Pagodinho. Lançou, em parceria com Neila Kadhí, o EP “ILA” – e trilha carreira solo entre Paris e Rio de Janeiro.

 

Foi Neila que propôs a Pedro e a Camila as primeiras estrofes e, então, incitou a composição coletiva. A partir daí, da maneira que era possível, caseira e remota, os três partiram para as gravações e, entre links e drives, nasceu o single inspirador, com sonoridade sedutora que, segundo Camila Costa, “fala também sobre o amor, sobre o desejo e sobre a leveza e a coragem de seguir o fluxo da vida”.

 

Para Neila Kadhí, o single “é um desaguar amoroso de delicadeza, sensualidade e beleza”, no que completa Pedro Luís: “em tempos brutos uma delicadeza é muito mais do que um só gesto: pode até ser remédio pras tristezas, saudades e mais”. E foi pensando em remediar tristezas e saudades que Camila, Neila e Pedro decidiram lançar, no Dia do Beijo, esta canção cheia de poesia, delicadeza e sensualidade, com um chamado para que cada ouvinte sinta-se beijado pela canção.

 

 

FICHA TÉCNICA 

SINGLE: A MAÇÃ E A BOCA (Camila Costa, Neila Kadhí e Pedro Luís)

 

Camila Costa – voz, violão e snaps

Neila Kadhí – voz, violão, snaps e bumbo

Pedro Luís – voz e banjo

 

Autoras e intérpretes: Camila Costa, Neila Kadhí e Pedro Luís

Produtoras musicais: Camila Costa, Neila Kadhí, Pedro Luís e Vicente Jacomini

Gravado por Camila Costa, Neila Kadhí e Pedro Luís (em suas respectivas casas)

Mixado e masterizado por Vicente Jacomini (em casa)

Distribuição digital: Tratore

Arte gráfica da capa: Alexsandro Sousa I Dínamo Design / Foto: Jorge Bispo

Assessoria de Comunicação: Miriam Roia e Vivien Drumond

Produção Executiva: Heloisa Marinho

 

LETRA

A MAÇÃ E A BOCA

(Neila Kadhí / Camila Costa / Pedro Luís)

 

Deixe que arranhe,

Deixe que te assanhe,

Beije amassando a roupa

 

Deixe que estranhe,

Deixe que te ganhe,

E beire a maçã e boca

 

Louca, tonta, tanta

Pra não resistir

 

Deixe que te toque

Deixe que provoque

Língua passeando solta

 

Deixe que te roce

Deixe que te adoce

E deite

Alcançando a onda

 

Branda, linda, longa

Jamais desistir

 

Deixe, deite, doce, dance

 

 

 

 

Com informações:  ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO PEDRO LUÍS

SOMAR COMUNICAÇÃO INTEGRADA