Próximo sábado dia 09/11 tem festival Comgás Transforma, gratuito, no Parque Villa-Lobos.

Em seu segundo ano o festival de arte gastronomia Comgás Transforma ganha mais uma data

Shows, palestras com chefs renomados e espaço para crianças integram dia de programação cultural gratuita para toda a família, no dia 09 de Novembro, Parque Villa Lobos (Ilha Musical), das 10h às 19h.

 

A arte e a gastronomia podem transformar para melhor a vida das pessoas. É nisso que o Comgás Transforma acredita.Com uma programação diversificada, o evento proporciona momentos especiais para diferentes públicos.

 

Na programação muita música com Simoninha, Arismar do Espirito Santo e Mestre Da Lua, Unidos do Swing, Nie Myer (grupo formado por dois músicos do Skank, Henrique Portugal(tecladista) e Lelo Zanetti (baixista), com o DJ Alexandre Noise), Cleyton Rodrigues. Na gastronomia, palestras e aulas-show com chefs renomados, Paola Carosella, Bela Gil, Willian Ribeiro e Leo Botto, com receitas escolhidas pelos chefs que trazem histórias que ajudaram a transformar a vida para melhor.

 

Para a criançada há contação de histórias e música com a cia. A Hora as História, além de atividades lúdicas em oficina de desenho, escultura de balão, pintura facial e monitores que vão promover uma série das antigas brincadeiras de rua, como amarelinha, pula corda, cabo de guerra, entre outras, além de oficinas de confecção de instrumentos musicais a partir de sucata e oficina de sentidos.

 

O Comgás Transforma é realizado via Lei de Incentivo à Cultura, apresentado pelo Ministério da Cidadania e Comgás, com patrocínio da Comgás, realização da Marolo Produções, Ministério da Cidadania, Secretaria Especial da Cultura, Governo Federal / Pátria Amada.

 

O evento também conta com praça de alimentação com food trucks com marcas conhecidas do público, como Buzina, Mocotó, Massa na Caveira, Box da Fruta, Gelato Boutique, Majestoso Milkshake.

 

A programação é gratuita e para toda família.

 

Saiba mais no link do evento https://www.comgastransforma.com.br/

 

PROGRAMAÇÃO

 

 

10:00 Contação de Histórias com a cia. A Hora da História
10:30 Início das atividades infantis: pintura facial, escultura de balão, desenho, brincadeiras lúdicas.
11:00 Contação de Histórias com a cia. A Hora da História
11:10 Palestra com o Chef Leo Botto
12:00 Oficina “Sucataria do barulho”
12:00 Show Cleyton Rodrigues
12:40 Palestra com o Chef Wiliam Ribeiro
13:00 Oficina “O que os olhos não vêem o corpo sente”
13:30 Show com Nie Myer
14:20 Palestra com a Chef Bela Gil
15:10 Unidos do Swing
15:50 Palestra com a Chef Paola Carosella
16:40 Arismar do Espírito Santo convida Mestre DaLua
17:45 Simoninha 

 

Simoninha

 

Músico, intérprete, compositor, produtor e diretor musical, Wilson Simoninha transforma qualquer lugar onde passa, em uma verdadeira festa.

 

Músico, intérprete, compositor, produtor e diretor musical. Sua trajetória de sucesso, inclui várias turnês internacionais por:  Eua, Europa e Asia.  Produzindo e realizando trabalhos solos e também projetos paralelos como por exemplo: O Baile do Simonal e Os Filhos dos Caras. Foi diretor artístico do selo Trama, importante gravadora independente no ano 2000.

 

Além dos palcos Simoninha também está à frente da produtora musical S de Samba (em sociedade com Jair Oliveira), onde já criou grandes sucessos do universo publicitário como “mostra sua força Brasil” Itaú e “Vem pra Rua” Fiat. A produtora vem sendo sempre premiada em festivais importantes como em Cannes 2019 onde ganhou mais 2 Leões de Bronze e 1 de Prata.

 

Em 2018 também ganhou um Kikito com seu irmão Max de Castro por melhor trilha sonora para o filme “Simonal” que conta a história do seu pai e de sua família no festival de Gramado. Desde 2016 assumiu a direção musical do programa Domingão do Faustão.

 

Em setembro de 2019 lançou com seu irmão o “Novo Baile do Simonal” em São Paulo no Tom Brasil com a participação de Jorge Ben Jor, Maria Rita, Kell Smith e Mano Brown em uma noite memorável. Também em setembro de 2019 participou pela sétima vez do festival Rock in Rio (5 edições no Brasil, uma em Portugal e uma em Las Vegas). Depois de ter lançado alguns singles nas plataformas digitais nesses últimos anos prepara o seu esperado álbum para 2020.

 

Sempre se reinventando e sinônimo de qualidade e alegria. Abram as cortinas que a festa vais começar.

 

Arismar do Espirito Santo

 

Arismar é um músico completo. Nome consagrado no meio musical, referência em vários instrumentos, traz como marca registrada sua maneira de tocar e compor, sob a força máxima da intuição e espontaneidade, as harmonias inusitadas, os improvisos melódicos, o ritmo contagiante e a criatividade.

 

Recebeu o Prêmio Sharp de Música e foi eleito um dos 10 melhores guitarristas do Brasil (Guitar Player). Tem assinado e dirigido vários projetos musicais: Cordas à Solta, Alô Bateria, Canção sem Fronteiras, Corrente do Samba, Encontro Brasileiro do Acordeon, O Vôo da Asa Branca são alguns exemplos. Possui 12 CDs gravados: pela gravadora Maritaca “Arismar do Espírito Santo”; “Estação Brasil”, “Foto do Satélite”, “Alegria nos Dedos”, “Roupa na Corda”, “Roda Gingante” e “Flor de Sal”. “Uma Porção de Marias” (Biscoito Fino); “Essa Maré” (Rob Digital); “Glow” (EMI); “América” (Lua Music). Lançou o CD independente “Cape Horn”, uma parceria com Toninho Horta, eleito pelo jornal O Globo o melhor Cd de 2008.

 

Tem ministrado Master Classes em universidades dos EUA, na Dinamarca, Argentina, Uruguai e em diversas cidades brasileiras. Atualmente encontra-se em turnê de lançamento de seu novo trabalho, o Cd “Flor de Sal”, com melodias que mostram suas influências e a riqueza da música brasileira.

 

Arismar possui dois livros editados: o songbook, “Alegria nos dedos” (Cia das Cordas/Ed Passarim), com os 15 temas de seu cd homônimo; e o livro “Caderno Acre”  (Prêmio FUNARTE de música) resultado de trabalho de Criação Musical que desenvolveu no Estado do Acre. Arismar foi artista residente no Bird Eye Festival, em Basel (Suiça), em 2017, onde ministrou master classes e realizou diversos concertos com a participação de músicos europeus. É sócio proprietário da empresa Arieni Cultural Promoção de Eventos ltda, responsável por inúmeros projetos musicais (shows, oficinas, masterclasses, cds, livros, etc…)

 

Da Lua

 

Gustavo da Lua, também conhecido como Da Lua, uma das atrações de sucesso do Rock’ N Rio deste ano,  é percussionista, integrante da banda da cidade de Recife, Nação Zumbi, que, juntamente com a banda Mundo Livre S/A deram origem ao movimento manguebeat. Da Lua foi um dos criadores, em 1996, do Sheik Tosado.

 

Nie Myer (foto destaque)

 

O Nie Myer, que é formado pelo DJ Anderson Noise e pelos músicos do Skank Henrique Portugal e Lelo Zanetti. Os músicos se uniram através de um desejo em comum: misturar estilos diferentes, como jazz e bossa nova, à música eletrônica. O resultado é o reflexo de carreiras consolidadas, com visões concisas sobre a produção musical, exaltando a liberdade de criação dos três.

 

Uma amizade de longa data, vontade de misturar estilos diferentes e um respeito mútuo são os ingredientes para a criação deste trio. A escolha do nome aconteceu como consequência das referências musicais predominantes no trabalho. Referencias que vem de uma época onde valores estéticos, musicais e culturais brasileiros se espalharam pelo mundo. Os ingredientes vêm do jazz, bossa nova e música eletrônica.

 

Anderson Noise – DJ desde 1988 quando começou tocando acid-house. Já se apresentou em mais de 33 países. Produziu grandes colaborações com João Carlos Martins & Orquestra Filarmônica Bachiana, Daniela Mercury e Jacob Bro Trio (Dinamarca).

 

Henrique Portugal – Tecladista do SKANK, já gravou com Sepultura, Lenine, Herbert Vianna e Zeca Baleiro além de produzir diversos álbuns. Durante quase dez anos produziu o programa FRENTE voltado para o mundo independente.

 

Lelo Zanetti – Baixista do SKANK e compositor. Já produziu álbuns para diversos artistas e neste projeto toca baixo acústico.

 

 

Unidos do Swing

 

A banda Unidos do Swing nasceu  como uma fanfarra inspirada pela Era das Big Bands e pelo Mardi Gras de New Orleans.

 

O grupo surgiu há cinco anos, integrando as linguagens de circo, dança e do swing-jazz no formato de fanfarra: móvel, acústica, dinâmica, performática e interativa. Em 2014, foi o primeiro grupo a apresentar o jazz junto a brasilidades no carnaval de rua paulistano.

 

Com arranjos que abrangem do maracatu ao blues, do baião ao swing-jazz, Unidos do Swing realizou, em 2019, seu quinto carnaval jazz na cidade de São Paulo. Desde o início, o grupo faz ensaios abertos à população no vão livre do MASP toda terça-feira.

 

É um dos principais grupos organizadores do Festival Honk SP – Festival de Fanfarras Ativistas, e vem realizando turnês no Brasil pelo estado de São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2018, foi convidado a participar de festivais nos Estados Unidos: Massachussetts, New York e em New Orleans.

 

Cleyton Rodrigues

 

Violive Project é uma receita de sucesso há mais de 19 anos. Projeto pioneiro no Brasil criado por Cleyton Rodrigues para encantar o mundo, ele une o incrível som do violino à música eletrônica e batidas contemporâneas.

 

Acompanhado de um DJ, com uma presença de palco inigualável e visual marcante, Cleyton Rodrigues interage com a platéia e com outros músicos percussionistas transformando cada apresentação em uma performance musical e artística.

 

O Violive já esteve presente nas melhores baladas do Brasil e exterior.

 

Cleyton Rodrigues já dividiu palco com grandes nomes como Gilberto Gil, Elba Ramalho, Oswaldo Montenegro, Renato Borghetti, Zeca Baleiro, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, o saudoso Jair Rodrigues entre outros

 

  • Gastronomia

 

Alguns dos melhores chefs do país trazem arte e cultura na forma de receitas que ajudam a transformar a vida das pessoas.

 

***Para participar das palestras é preciso realizar a inscrição antecipada em link que será divulgado nos canais do projeto, a partir de 4/11. Vagas limitadas.

 

Paola Carosella

 

Mãe, cozinheira, empresária, residente no Brasil desde 2003, Apresentadora de TV e diretora técnica do projeto Cozinha e Voz em parceria com a ONU. Está a frente da cozinha do restaurante Arturito em SP e é sócia das casas de empanadas artesanais La Guapa. Ficou conhecida ao se tornar jurada da versão brasileira do talent show MasterChef transmitido pela Bandeirantes.

 

Nasceu na Argentina em 1972, numa família de imigrantes italianos, onde as mulheres ainda plantavam, colhiam e cozinhavam intensamente. Cresceu na horta, no pomar,  rodeada de galinhas e coelhos. Seu avô Lino era um grande pescador e caçador, em casa tinham sempre rãs, caracóis, peixes de rio e de mar, lebres, porcos selvagens, javalis, pombos, codornas; todo tipo de bicho que ia parar na panela após horas de limpeza. A cozinha sempre foi e continua sendo o seu lugar preferido da casa, do mundo inteiro.

 

Após terminar o ensino médio, em 1992, começou a trabalhar em cozinhas de restaurantes. Assim foi e continua sendo. É o que eu faz, o que ama e o que lhe dá alguma certeza, o que entende, o que acalma.

 

Em Buenos Aires, onde onde começou, trabalhou com grandes cozinheiros como Paul Azema e Francis Mallmann. Em Paris trabalhou em lugares como Le Grand Vefour, Le Celadon e Le Bristol. Na California, no Zuni Café; no Uruguai, no Los Negros; no 1884 em Mendoza, Argentina, no Patagonia Sur, em Buenos Aires, no Patagonia West em Nova Iorque. Em 2001 chegou a São Paulo para abrir e dirigir a cozinha do Figueira Rubaiyat junto a Francis Mallmann e Belarmino Fernandes Iglesias.

 

Em 2003 inaugurou o Julia Cocina, uma homenagem a Julia Child: um restaurante pequeno com a cozinha aberta para o salão, com um cardápio minúsculo que mudava quase todo dia e que lhe deu enorme prazer, muitas dores, muito aprendizado e vários prêmios.

 

Em 2008 abriu o Arturito, um restaurante de cozinha simples, feita com os melhores ingredientes disponíveis na cidade, com foco na cozinha clássica mediterrânea mas também misturando as minhas raízes, origens e desejos.

 

Em 2014 abri junto com meu sócio Benny Goldenberg o La Guapa Empanadas Artesanais e Café, um pequeno café de empanadas e doces latinos artesanais.

 

Paola tem um mantra que repete, quando perguntada sobre o que pensa da gastronomia e seu sucesso:  “Eu acredito:

 

Nos ingredientes: Frescos, de boa procedência, naturais, bem criados, simples, nobres (é melhor pouco de algo muito bom, que muito de algo mais ou menos)

 

Numa mão suave e delicada, mas firme e bem intencionada.

 

No respeito: pelo ingrediente, pelo colega, pelo fogo, pelo cliente, pelo agricultor, pelo pescador, pelo lixeiro, pela natureza.

 

Na constância: todos os dias, a mesma coisa, dia após dia, sem reclamar.

 

Na paciência, saber esperar, muitas coisas na cozinha demoram muitas horas, muitos dias, muitos meses para ficarem prontas. Assim como na vida… tudo tem seu tempo.

 

Na coerência: respeito as nossas raízes, ao lugar, ao clima, ao momento.

 

Na humildade: O prato é quem fala, não é o cozinheiro. 

 

No desejo. Por que sem desejo não atravessamos nem a rua.”

 

Bela Gil

 

Bela Gil é apresentadora, formada em nutrição, chef de cozinha natural, ativista, escritora e nesse momento faz um mestrado na universidade do slowfood na Itália.

 

Bela busca destacar a importância da alimentação saudável e consciente através de diversos projetos. desde de 2006, bela vem se especializando em alimentação e nutrição holística.

 

Bela é apresentadora do programa Vida Mais Mela e o Bela Cozinha, sucesso de audiência do Canal Gnt, onde recebe celebridades, pequenos produtores e especialistas em alimentação natural. em uma das edições especiais

 

Com mais de 2 milhões de seguidores em suas redes sociais bela estreita ainda mais a relação com o público, com o “Canal Da Bela“, no Youtube.

 

Bela Gil levanta o tempo todo a bandeira da comida de qualidade todo dia na mesa de todos. Por isso, uniu-se a parceiros que também tem o mesmo norte, lançou uma linha de produtos orgânicos. Tem uma coleção de fraldas e absorventes de pano e um mine berço pela morada da floresta, recentemente lançou uma calcinha absorvente e tem também uma coleção com a marca carioca de roupas, uma coleção inspirada nas estampas e texturas que ela tanto adora.

 

A chef de cozinha também dividiu seu conhecimento através dos livros “Bela Cozinha- As Receitas” , “Bela Cozinha 2” e “Bela Cozinha – Ingredientes do Brasil” e “ Bela Cozinha da Raiz A Flor “ .Já foram mais de 500 mil exemplares vendidos brasil e Portugal. Lançado em 2015, o primeiro livro recebeu o prêmio de melhor livro de culinária brasileira de autor estreante pela Gourmand International Awards e foi o livro de culinária mais vendido nos anos de 2014 e 2015. O segundo livro foi premiado como melhor livro de fotografia de culinária brasileira em 2015, sendo o livro de culinária mais vendido no ano de 2016. O segundo livro foi lançado em Portugal no ano de 2017. O terceiro livro Ingredientes do Brasil, foi indicado para o Prêmio Jabuti na categoria Gastronomia em 2017. Em março de 2018 o livro ” Bela Maternidade”  sobre sua experiência com a maternidade de seus dois filhos. Diante de tantos feitos, Bela Gil recebeu em 2015 o prêmio cariocas do ano, da revista veja rio por sua importância na disseminação da ideia da alimentação saudável; e em 2016, recebeu a Medalha da Ordem ao Mérito da Gastronomia.

 

A filha de Flora e Gilberto Gil apóia diversos projetos sociais e faz a parte dela à frente do Bela Infância, que ensina crianças de escolas públicas e particulares de todo o brasil a se alimentarem melhor e combaterem a obesidade infantil. Bela também é conselheira da Ong Gastromotiva – uma iniciativa do chef David Hertz , do Instituto Atá, do chef Alex Atála, entre outros como Comida Invisível, Slowfood, Greenpeace e Fairtradebrasil.

 

A mãe de Flor e Nino, casada com o empresário João Paulo Demasi, também ministra aulas de culinária e palestras por todo o Brasil. Seu mais recente projeto para Tv é o Lifestyle “Vida+Bela”, no GNT, onde além de receitas, Bela mostra um pouco do dia a dia da família Gil Demasi.

 

Léo Botto

 

Léo Botto se dedica à evolução da consciência alimentar por meio da comida. Para ele, a cozinha é uma forma de compreender e de se relacionar com a natureza e a cultura. Daí a busca por ingredientes sustentáveis produzidos localmente e por técnicas que os valorizem.

 

Aos 40 anos, já foi garçom, mordomo e gerente até passar ao fogão. Tornou-se chef como braço direito de Paola Carosella, no Julia Cocina, passou por restaurantes renomados, como Gero, Martín Fierro, La Frontera e Il Buco (New Yorque), foi chef e sócio do Grupo Chez (Chez Mis, Chez Lorena, Casa Nero e Chez Oscar).  Hoje, defende a culinária natural em tours gastronômicos (as Expedições ao Léo), eventos e no projeto do seu novo restaurante autoral, o Boto.

 

William Ribeiro

 

Aos 40 anos, o paulistano William Ribeiro já teve um restaurante comercial de alto padrão, abriu na raça um restaurante mediterrâneo contemporâneo e foi instantaneamente premiado, O Pote do Rei. Passou pelo Bossa, comandando uma cozinha brasileira generosa, que ouve as vozes das receitas imigrantes e dos ingredientes de qualidade, onde ganhou premio pela revista Veja SP como melhor comida brasileira.

 

Formado em hotelaria na Califórnia e Gastronomia em São Paulo, o chef é marcado por uma culinária simples, instintiva e rigorosa, indissociável do refogado bem feito, das referências caseiras e de produtos de excelência.

 

Atualmente no comando do restaurante SEEN do hotel TIVOLI, William nos traz várias novidades de composição do seu cardápio. Fora o Seen o chef ainda mantém uma agenda de eventos e projetos especiais.

 

  • Crianças

 

Cia A Hora da História

 

Desde 2001, A Hora da História trabalha com Contação de Histórias, Espetáculos Teatrais, Intervenções Poético-Literárias e Oficinas Arte-Educativas. Ao longo de 18 anos foram realizadas, para adultos e crianças, mais de 3.000 atividades em Feiras de Livros, Livrarias, Bibliotecas, Teatros, unidades do SESC, dezenas de Escolas Públicas e Particulares, lançamentos de livros e eventos educativos e de incentivo à leitura, Clubes, tanto na cidade de São Paulo como no interior do Estado.

 

A Hora da História foi criada pelas atrizes Camila Cassis e Natália Grisi, que trabalham juntas desde 1998. Ambas formadas pela Universidade de São Paulo (ECA-USP) como Bacharéis em Interpretação Teatral e formadas em Contação de Histórias pelo Movimento Hora do Conto.

 

 

Sobre a Comgás

 

A Companhia de Gás de São Paulo (Comgás) trabalha para ser a melhor alternativa energética para as pessoas, as empresas e a sociedade.

 

Com fornecimento ininterrupto e atendimento 24h, a Comgás atende mais de 1,9 milhão de clientes em sua área de concessão no estado de São Paulo: a Região Metropolitana de São Paulo, a Região Administrativa de Campinas, a Baixada Santista e o Vale do Paraíba.

 

A Companhia possui mais de 16 mil quilômetros de rede de distribuição em 88 municípios, abastecendo com gás natural encanado os segmentos industrial, comercial, residencial e automotivo, além de viabilizar projetos de cogeração e fornecer gás para usinas de termogeração.

 

 

Sobre a Marolo Produções

 

A Marolo Produções nasceu do sonho de levar cultura para a pequena cidade de Três Pontas, ao sul de Minas, e realizou em 2009 seu primeiro projeto o Festival Música do Mundo, hoje na 7ª edição. Desde então, a Marolo leva cultura para todo o país, sem nunca perder as origens. Mantendo o escritório em Três Pontas e a sede em São Paulo, realizou eventos culturais nas 5 regiões brasileiras, em mais de 90 municípios.

 

SERVIÇO

 

Festival Comgás Transforma 2019

 

Dia 9 de novembro  – Sábado

Horário : 10h00 às 19h00

Local : Parque Villa Lobos – Avenida Professor Fonseca Rodrigues, 2001
Alto dos Pinheiros – São Paulo – SP

Classificação Indicativa: livre

Gratuito

Estacionamento no Local – R$ 10,00 12 horas –  Vagas limitadas

 

Informações para a Imprensa – Maic Comunicação

#SIGA NO INSTAGRAM