Sesc São Paulo realiza o SESC JAZZ de 15 a 31 de outubro

Sesc São Paulo realiza o Sesc Jazz, festival multi-plataforma que se debruça sobre uma compreensão expandida do jazz e sua presença na música contemporânea

 

Mais de 20 shows nacionais, transmitidos ao vivo das unidades do Sesc Consolação, Pinheiros, Pompeia e Vila Mariana, exibições de shows internacionais, ações formativas, produções audiovisuais inéditas, mostra de filmes e apresentações do acervo Sesc SP compõem a programação, que marca a retomada parcial e gradual das atividades artísticas com plateias presenciais no Sesc SP

 

– Venda de ingressos a partir de 12 de outubro –

 

O jazz nasceu em meados do século XIX nos Estados Unidos, fruto da saudade afro-diaspórica. Desde então o ritmo transcende fronteiras, absorve culturas, ganha novos fãs e sotaques e, como o mundo, se reinventa na base do improviso, do swing e da coletividade. Presente na programação do Sesc São Paulo desde a década de 1980, ganha edição especial em 2021, com mais de 20 shows nacionais em formato híbrido – com apresentações presenciais com plateia reduzida e transmitidos ao vivo das unidades do Sesc Consolação, Pinheiros, Pompeia e Vila Mariana -, exibições de shows internacionais, ações formativas, produções audiovisuais inéditas, mostra de filmes e apresentações do acervo Sesc SP. O evento marca a retomada parcial e gradual das atividades presenciais no Sesc SP.

 

Ao longo de duas semanas, o festival multiplataforma se debruça sobre uma compreensão expandida do jazz e sua presença na música contemporânea, tendo como eixos norteadores conceitos como território, tradição, memória, diversidade e vanguarda. Nomes consagrados e outros menos conhecidos do grande público, de diferentes épocas e culturas, em formações reduzidas ou em big band, flertam com a tradição e com o experimentalismo, fundem-se a outros estilos como blues, funk, soul, r&b, pop, punk, rock, hip-hop, afrobeat, música cubana e africana, samba, choro, baião, bossa-nova e ao chamado “UPB: universo percussivo baiano”.

 

A programação traz veteranos como Joyce Moreno (que recebe a participação de João Donato) e Romero Lubambo (comemorando 50 anos de carreira), Hamilton de (em show especial explorando as relações estéticas entre o choro e o jazz), Amaro Freitas (celebrando sua ancestralidade negra e convidando os conterrâneos Henrique Albino, Hugo Medeiros, Laís de Assis e Lucas dos Prazeres), o Jazz das Minas (uma roda de afro-samba-jazz capitaneada pela pianista Maíra de Freitas) e a cantora norte americana Alissa Sanders (que recebe a participação de Anelis Assumpção), só para citar alguns.

 

Em respeito ao contexto sanitário atual, com exceção para apresentações presenciais e ao vivo de artistas internacionais residentes no Brasil, como é o caso do contrabaixista cubano Aniel Someillan, a maioria das atrações internacionais serão contempladas por meio de exibições gravadas e exibidas no canal do Sesc São Paulo no YouTube e no Instagram @sescaovivo. Entre elas estão o guitarrista espanhol José Quevedo Bolita, a pianista dinamarquesa Kathrine Windfeld e o quarteto NΔBOU, liderado pela trombonista belga Nabou Claerhout.

 

Além dos shows, o universo jazzístico é retratado na linguagem audiovisual por meio de uma mostra de filmes clássicos e de vanguarda e da websérie inédita Jazzpora, sobre o tema, sua história e personagens, enquanto ações formativas ministrados por músicos e estudiosos do gênero contribuem na troca de conhecimentos e na ampliação de plateias. A terceira edição do festival, antes conhecido como Jazz na Fábrica, também presta homenagem aos principais festivais de jazz, música instrumental e experimental da cena independente no Brasil por meio de uma websérie inédita, e disponibilizará shows do acervo do Sesc São Paulo, que incluem projetos como Nublu Jazz & Blues, Instrumental Sesc Brasil, Jazz na Fábrica, Mostra Sesc de Artes, shows do Selo Sesc e outras apresentações que integraram a programação das unidades do Sesc São Paulo ao longo dos últimos anos.

 

Entre as novidades desta edição, temos as Escutas Mediadas, um mergulho em álbuns icônicos da música instrumental brasileira destrinchados, faixa a faixa, por músicos especialistas, e o Banco de Bases de Jazz Brasileiro, ação em que os músicos Hermeto Pascoal, Arismar do Espírito Santo, Simone Sou, Badi Assad e Zé Manoel irão criar e disponibilizar bases musicais em vídeo para que o público possa, a partir daí, criar suas próprias composições em dueto com os artistas.

 

Além de dar protagonismo a artistas da cena jazzística e de manifestações musicais transversais ao gênero, o projeto também tem como cultura promover o trabalho de artistas visuais, que representam por meio de suas obras o conceito curatorial norteador de cada edição e as atrações da programação, com retratos ilustrados. A primeira edição do Sesc Jazz, em 2018, foi ilustrada por Sophia Martineck, ilustradora, designer e quadrinista alemã, e a edição de 2019, por Robinho Santana, artista visual, pesquisador e músico experimental.

 

Em 2021, a responsável pelas ilustrações do projeto é a artista Kika Carvalho. Nascida em Vitória, no Espírito Santo, Kika iniciou sua trajetória no grafite, sendo a primeira mulher de destaque a pintar os muros de sua cidade natal e uma das responsáveis pela construção de uma cena local, com trabalhos que podem ser encontrados hoje em diferentes cidades do país. Desde 2016, sua prática artística se materializa em diferentes suportes, técnicas e escalas, com uma pesquisa minuciosa em torno da cor azul, usada para reforçar a potência de corpos retintos e diversos. “O azul ultramarino utilizado no manto da Virgem em A Virgem e a Criança, de Sandro Botticelli , era mais caro que o ouro e um ícone de status social, historicamente usado por brancas. No meu trabalho, subverto essa questão”, explica Kika, cujas investigações passam por questões do lugar social que ocupa enquanto mulher, negra, LGBTQIAP+ e residente em um estado com grandes índices de violência contra essas populações.

 

“O jazz representa uma surpreendente, e sempre promissora, metáfora da prática cultural em si, considerando seu dinamismo e abertura aos contágios e reinvenções. É na cultura, aliás, que se encontram as oportunidades de elaboração e tradução das experiências de mundo, inclusive daquelas que advêm das agruras e encruzilhadas históricas”, afirma Danilo Santos de Miranda, Diretor do Sesc São Paulo. E complementa: “O Sesc Jazz, projeto consolidado da ação cultural realizada pela instituição, pede passagem na ainda delicada conjuntura sanitária, para celebrarmos esse momento histórico e de reencontro entre artistas e público, organizando-se como um festival desdobrado em múltiplas plataformas, combinando atividades remotas e híbridas, com atrações nacionais e internacionais”.

 

Ao longo dos dias da programação, a Comedoria do Sesc Pompeia contará com serviço noturno com cardápio especial para o Sesc Jazz, com acesso mediante agendamento prévio em agendaatendimento.sescsp.org.br ou pelo aplicativo Credencial SescSP.

 

O Sesc Jazz conta com o apoio de: Fundación Astor Piazzolla, Piazzolla 100, Consulado Geral da Argentina em São Paulo, Consulado Geral da Bélgica em São Paulo, Instituto Cultural da Dinamarca, Escritório Cultural da Embaixada da Espanha no Brasil, Consulado Geral da Espanha em São Paulo, Fundação Suíça para a Cultura Pro Helvetia e Consulado Geral da Suíça em São Paulo e tem a realização do Sesc 75 anos.

 

 

Confira a programação!

 

Dia 15/10, sexta-feira

 

16h Sesc Digital (online) MOSTRA DE FILMES: CINEMA E JAZZ

Chico & Rita (Dir.: Javier Mariscal, Tono Errando, Fernando Trueba, Espanha/Reino Unido, 2010, 94 min, animação)

Viva Volta (Dir.: Heloísa Passos, Brasil, 2005, 15 min, documentário)

 

21h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

AMARO FREITAS & ANCESTRAL CUMBE CONVIDA HENRIQUE ALBINO, HUGO MEDEIROS, LAIS DE ASSIS E LUCAS DOS PRAZERES (PE)

Pianista Amaro Freitas celebra sua ancestralidade com músicas inéditas e composições de Milton Nascimento, Moacir Santos e Johnny Alf

 

Sesc Digital (online) COLEÇÃO SESC JAZZ NA PLATAFORMA SESC DIGITAL (estreia)

Apresentações de grandes nomes do jazz que integraram a programação do Sesc São Paulo são disponibilizadas ao público no Sesc Digital

 

 

Dia 16/10, sábado

 

16h YouTube do Centro de Música do Sesc SP (online) MESAS DE DEBATES – SOTAQUES DO JAZZ (Bate-papo): Maestros e a música afro-brasileira
Jazz e música afro-brasileira: maestros debatem os pontos de contato entre as diferentes expressões musicais afro-diaspóricasCom Fernando Alabê, Carlos Negreiros e Ubiratan Marques. Mediação: Maurício Narutis.

 

 

19h Teatro Paulo Autran – Sesc Pinheiros / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

FUNMILAYO AFROBEAT ORQUESTRA (SP)

Coletivo de afrobeat Funmilayo, formado somente por mulheres e pessoas LGBTQIAP+, apresenta músicas autorais e clássicos do estilo

 

21h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

HAMILTON DE HOLANDA (RJ)

Vencedor de diversos prêmios Grammy Latino, o bandolinista Hamilton de Holanda promove encontro de jazz e choro neste show especial

 

 

Dia 17/10, domingo

 

16h YouTube do Centro de Música do Sesc SP

(online)

 

MESAS DE DEBATES – SOTAQUES DO JAZZ (Bate-papo): Jazz como caminho, Afrobeat como síntese
Os aspectos sonoros e sociopolíticos do afrobeat são tema de mesa de debates no Sesc Jazz 2021

Com Okwei Odili (Nigéria), Rosa Couto, Ramiro Zwetsch e Monica Avila. Mediação: Giovana Suzin.

 

 

19h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

THE OTIS PROJECT (MOZ)

Multi-instrumentista moçambicano Otis Selimane Remane lidera a The Otis Project, banda que mescla música africana, rap, trap, neo-soul e jazz

 

Dia 19/10, terça-feira

 

16h Sesc Digital (online) SOTAQUES DO JAZZ INTERNACIONAL (estreia)

As diferentes formas que o jazz assume em contato com outras culturas são tema de série de pílulas com artistas internacionais

 

19h Teatro do Sesc Consolação (Instrumental Sesc Brasil) / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

TRIO CURUPIRA (SP)

Um dos mais inventivos da cena instrumental brasileira, Trio Curupira comemora 25 anos de defesa à música e à pluralidade de nossa cultura

 

Dia 20/10, quarta-feira

 

16h Site do Sesc Jazz (sescjazz.sescsp.org.br) JAZZPORA – Websérie (estreia)

Sete artistas discutem as conexões estéticas e políticas entre o jazz e as expressões culturais afro-brasileiras

 

19h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

ANA KARINA SEBASTIÃO (SP) com participação de Michel Sebá

Baixista Ana Karina Sebastião interpreta repertório autoral e versões para composições de Jaco Pastorius, Dorival Caymmi e Gnarls Barkley

 

21h YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(online)

FRANK SALIS QUARTET (SUI)

Pianista suíço Frank Salis lidera quarteto que apresenta repertório de jazz, soul, funk, blues e muito groove

 

21h YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(online)

JOSÉ QUEVEDO Y EL CONCIERTO CAÓTICO (ESP)

Um dos grandes nomes do flamenco contemporâneo, o espanhol José Quevedo comemora 30 anos de carreira acompanhado de uma big band

 

Dia 21/10, quinta-feira

 

19h Teatro do Sesc Vila Mariana / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

TRIBUTO A RAUL DE SOUZA

Trombonista Raul de Souza é celebrado por sua banda num concerto de samba-jazz com músicas de sua autoria, além de Tom Jobim e Sérgio Mendes

 

21h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

MARV E LELO NAZARIO (SP)

MARV traz improviso livre e experimentalismo através de sonoridades afro-brasileiras e jazzísticas com participação do tecladista Lelo Nazario

 

Dia 22/10, sexta-feira

 

16h Sesc Digital (online) MOSTRA DE FILMES: CINEMA E JAZZ
Erlon Chaves: O Maestro Veneno (Dir.: Alessandro Gamo, Brasil, 2018, 72 min, Documentário)Sufi, Saint & Swinger (Dir.: Andrés Borda, Camila French, Estados Unidos/Colômbia/Reino Unido, 2019, 71 min, Documentário)The Case of the Three Sided Dream (Dir.: Adam Kahan, Estados Unidos, 2014, 88 min, Documentário)

 

19h Teatro do Sesc Vila Mariana / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

PARABÉNS TÂNIA: HOMENAGEM A TÂNIA MARIA (Lançamento Selo Sesc)

A pianista, compositora e intérprete Tânia Maria ganha homenagem no lançamento do álbum Parabéns Tania (Selo Sesc)

 

21h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

RADIO DIASPORA ENSEMBLE CACHAÇA! com participações de Paola Ribeiro, Luiz Viola, Thayná Oliveira, Lua Bernardo e Leonardo Rocha

Duo Radio Diaspora promove uma experimentação coletiva num espetáculo que aposta na potência do discurso negro e na energia do free jazz

 

Dia 23/10, sábado

 

16h YouTube do Centro de Música do Sesc SP (online) MESAS DE DEBATES – SOTAQUES DO JAZZ (Bate-papo): Samba Jazz

Três nomes lendários do samba-jazz debatem a história, a evolução, as influências e o legado do ritmo

Com Filó Machado, Amilton Godoy e Lilian Carmona. Mediação: Henrique Rubin.

 

19h Teatro do Sesc Vila Mariana / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

PAU BRASIL (SP)

Pau Brasil celebra 40 anos em show que evidencia sua linguagem inovadora, com repertório autoral e arranjos de outros compositores, como Villa-Lobos

 

21h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

JAZZ DAS MINAS (RJ)

Quinteto carioca Jazz das Minas liderado pela cantora e pianista Maíra Freitas reverencia ancestralidade com presença e criatividade

 

 

Dia 24/10, domingo

 

16h YouTube do Centro de Música do do Sesc SP

(online)

MESAS DE DEBATES – SOTAQUES DO JAZZ (Bate-papo): Jazz Latino

Em discussão, as raízes africanas do jazz latino e sua produção contemporânea

Com Cláudia Rivera (Cuba), Calbuque e Ruben Rada (Uruguai). Mediação: Bob Souza.

 

19h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

ALISSA SANDERS (SP) com participação de Anelis Assumpção

A cantora e compositora norte-americana Alissa Sanders usa sua voz para experimentar sonoridades de jazz, ritmos africanos e brasileiros

 

Dia 26/10, terça-feira

 

16h Site do Sesc Jazz (sescjazz.sescsp.org.br) MINIDOCS – FESTIVAIS DO BRASIL

Série constrói um panorama dos principais festivais independentes dedicados ao jazz, à improvisação e à música experimental no país

 

19h Teatro do Sesc Consolação (Instrumental Sesc Brasil) / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

VINÍCIUS CHAGAS (SP)

Expoente do novo jazz nacional, o saxofonista e flautista Vinicius Chagas apresenta repertório de seu recém-lançado álbum, Precipício

 

Dia 27/10, quarta-feira

 

16h YouTube do Centro de Música do Sesc SP

(online)

UNIVERSO PERCUSSIVO BAIANO – VÍDEO-AULAS COM LETIERES LEITE (BA)

Em série de quatro aulas-show, o maestro criador da Orkestra Rumpilezz apresenta o resultado de mais de 30 anos de pesquisa sobre a música afrobaiana

 

19h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

CONDE FAVELA (SP)

Do ABC paulista, Conde Favela Sexteto apresenta seu álbum de estreia, Temas para Tempos de Guerra, que mescla samba-jazz, free jazz e spirituals

 

21h YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(online)

KATHRINE WINDFELD (DIN)

A compositora, arranjadora e pianista dinamarquesa Kathrine Windfeld lidera a big band que apresenta seu quarto álbum, Determination

 

21h YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(online)

NΔBOU (BEL)

Quarteto liderado por um talento em ascensão do país, a trombonista Nabou Claerhout, lança seu novo trabalho, You Know

 

Dia 28/10, quinta-feira

 

19h Teatro Paulo Autran – Sesc Pinheiros / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

TONINHO HORTA (MG)

Toninho Horta apresenta repertório de músicas inéditas registradas em “Belo Horizonte”, premiado com o Grammy Latino de Melhor Álbum de MPB

 

21h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

JOYCE MORENO (RJ) com participação de João Donato

Joyce Moreno apresenta o repertório dos discos Raiz e Cool, formado por clássicos da música brasileira e versões para standards do jazz

 

Dia 29/10, sexta-feira

 

16h Sesc Digital (online) MOSTRA DE FILMES: CINEMA E JAZZ

Meu Amigo Fela (Dir.: Joel Zito, Brasil, 2019, 92 min, Documentário)

The Jazz Loft According to W. Eugene Smith (Dir.: Sara Fishko, Estados Unidos, 2016, 87 min, Documentário)

Milford Graves Full Mantis (Dir.: Jake Meginsky, Neil Young, Estados Unidos, 2018, 92 min, Documentário)

Blue Note Story: It Must Schwing (Dir.: Eric Friedler, Alemanha/EUA, 2018, 115 min, animação)

 

19h Teatro Paulo Autran – Sesc Pinheiros / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

BUFO BOREALIS com participação de Fernanda Lira (SP) e Rodrigo Carneiro (SP)

Com forte influência do punk, Bufo Borealis estreia improvisando um jazz-funk-experimental, com participação de Rodrigo Carneiro no spoken word

 

21h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

ROMERO LUBAMBO TRIO (RJ)

Violonista Romero Lubambo celebra 50 anos de carreira ao lado de amigos, relembrando composições que o tornaram um dos mais requisitados do jazz

 

Dia 30/10, sábado

 

16h YouTube do Centro de Música do Sesc SP

(online)

MESAS DE DEBATES – SOTAQUES DO JAZZ (Bate-papo): Instrumental Brasileiro

Jazz americano ou música afro-brasileira? Afinal, quais são as origens da nossa música instrumental?

Com Vera Figueiredo, Robertinho Silva e Arismar Espírito Santo. Mediação: Priscila Rahal.

 

 

19h Teatro Paulo Autran – Sesc Pinheiros / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

GABI GUEDES (BA) com participação de Ellen Oléria (DF)
Um dos mais importantes percussionistas do país, Gabi Guedes celebra a musicalidade dos terreiros em show com participação de Ellen Oléria

 

21h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

HURTMOLD (SP) E PAULO SANTOS (MG) convidam Jorge Du Peixe

Sexteto Hurtmold junta-se ao cantor Jorge du Peixe e ao percussionista Paulo Santos num encontro de experimentação sonora

 

Dia 31/10, domingo

 

19h Teatro do Sesc Pompeia / YouTube Sesc SP e Instagram Sesc Ao Vivo

(híbrido)

ANIEL Y EL QUILOMBO (CUB/SP) com participação de Luedji Luna (BA)

Liderado pelo contrabaixista cubano Aniel Someillan, o quarteto El Quilombo faz música que dialoga com sonoridades afro-cubanas e brasileiras

 

De 15 a 31/10

Inscrições a partir do dia 14/10, às 14h, em inscricoes.sescsp.org.br MASTERCLASSES DE INSTRUMENTOS

O Sesc Jazz 2021 oferece masterclasses online gratuitas de bateria, (com Lilian Carmona), clarinete (com Maria Beraldo), baixo (com Itiberê Zwarg) e trompete (com Sidmar Vieira)

 

 

Instagram do Centro de Música do Sesc SP BANCO DE BASES DE JAZZ BRASILEIRO

Por meio de bases em vídeo, o público poderá criar duetos com Hermeto Pascoal (AL), Arismar do Espírito Santo (SP), Simone Sou (SP), Badi Assad (SP) e Zé Manoel (PE)

 

 

Inscrições a partir do dia 14/10, às 14h, em inscricoes.sescsp.org.br ESCUTAS MEDIADAS

Um mergulho em quatro álbuns icônicos da música instrumental brasileira destrinchados, faixa a faixa, por músicos especialistas
Coisas – Moacir Santos: mediação de Mariá Portugal; Quarteto Negro: mediação de Daniela Spielmann; Estamos Aí – Leny Andrade: mediação de Lívia Nestrovsky; A Bad Donato: mediação de Flávio de Mattos

 

 

SERVIÇO

 

SESC JAZZ

 

De 15 a 31 de outubro de 2021
Programação disponível a partir de 09/10 em:
SESCP.ORG.BR/SESCJAZZ

 

Sobre o Sesc São Paulo

 

Com 75 anos de atuação, o Sesc – Serviço Social do Comércio conta com uma rede de 44 unidades operacionais no estado de São Paulo e desenvolve ações com o objetivo de promover bem-estar e qualidade de vida aos trabalhadores do comércio, serviços, turismo e para toda a sociedade. Mantido pelos empresários do setor, o Sesc é uma entidade privada que atua nas dimensões físico-esportiva, meio ambiente, saúde, odontologia, turismo social, artes, alimentação e segurança alimentar, inclusão, diversidade e cidadania. As iniciativas da instituição partem das perspectivas cultural e educativa voltadas para todas as faixas etárias, com o objetivo de contribuir para experiências mais duradouras e significativas. São atendidas nas unidades do estado de São Paulo cerca de 30 milhões de pessoas por ano. Hoje, aproximadamente 50 organizações nacionais e internacionais do campo das artes, esportes, cultura, saúde, meio ambiente, turismo, serviço social e direitos humanos contam com representantes do Sesc São Paulo em suas instâncias consultivas e deliberativas. Mais informações em sescsp.org.br/sobreosesc.

 

Sobre apresentação do comprovante de vacina

 

A partir do dia 04 de outubro, passa a ser necessário apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid-19 (pelo menos a 1ª dose) e documento com foto para ingressar em todas as unidades do Sesc no estado de São Paulo. O público pode apresentar o comprovante de vacinação físico ou digital, recebido no ato da vacinação ou o comprovante digital, disponibilizado pelas plataformas VaciVida e ConecteSUS ou pelo aplicativo e-saúdeSP. Para mais informações, acesse: www.sescsp.org.br/voltagradual. O distanciamento físico, a utilização de máscara cobrindo boca e nariz, assim como a medição de temperatura dos visitantes na entrada da unidade, seguem sendo obrigatórios.

 

Venda de ingressos

 

A venda de ingressos, para todo período do festival, será realizada em ambiente on-line e na bilheteria da Unidade que realiza o espetáculo, sendo o valor de R$ 40,00 para ingressos destinados ao público em geral, de categoria inteira, e R$ 20,00 para público com Credencial Plena e aqueles elegíveis ao direito de meia-entrada, de acordo com a legislação vigente. Os ingressos para os espetáculos do Sesc Consolação (Instrumental Sesc Brasil) serão gratuitos (obedecendo as mesmas datas e limites de venda dos demais espetáculos).

 

– Limite de 4 (quatro) ingressos por pessoa.

– Dia 12 de outubro (Feriado) – a partir das 14h – venda online (a venda de ingressos será liberada no mesmo dia para todas as atrações do festival);

– Dia 13 de outubro – das 14h às 19h – venda presencial (Bilheteria da unidade onde acontece a programação).

 

Unidades que realizarão shows do Sesc Jazz 2021:

 

Sesc Consolação l Rua Dr. Vila Nova, 245 l (11) 3234-3000
Horário de funcionamento: Terça a sexta: 7h às 20h. Sábados, domingos e feriados: 10h às 14h (somente mediante agendamento).
Horário da bilheteria: Terça a sexta: 14h às 19h

 

Sesc Vila Mariana l Rua Pelotas, 141 l (11) 5080-3000
Horário de funcionamento: Terça a sexta: 7h às 20h. Sábado: 10h às 17h. Domingo: 10h às 14h30 (somente mediante agendamento).
Horário da bilheteria: Terça a sexta: 14h às 19h

 

Sesc Pompeia l Rua Clélia, 93 l (11) 3871-7700
Horário de funcionamento e bilheteria: Terça a sábado: 10h às 22h. Domingos e feriados: 10h às 19h.
Horário da bilheteria: Terça a domingo: 14h às 19h

 

Sesc Pinheiros | Rua Paes Leme, 195 |(11) 3095-9400
Horário de funcionamento: Terça a sexta: 8h às 20h. Sábado: 8h às 16h. Domingo: 10h às 16h;
Horário da bilheteria: Terça a sexta: 14h às 19h. Sábado e domingo: 10h às 15h.

 

 

– A programação online e gratuita de apresentações musicais segue sendo transmitida no Youtube do Sesc SP youtube.com/sescsp e pelo instagram.com/sescaovivo.

 

– Inscrições para Masterclasses e Escutas Mediadas a partir do dia 14/10, às 14h, em inscricoes.sescsp.org.br.

 

– Plataforma Sesc Digital – sesc.digital

 

– YouTube do Centro de Música Sesc SP – youtube.com/cmsesc

 

– Instagram do Centro de Música do Sesc SP – instagram.com/cmsesc

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Grená Comunicação Multiplataforma