SUMMER BREEZE 2024 CONFIRMA MAIS 4 NOMES PARA O LINE UP

ENTRE ELES, MR. BIG, QUE PASSARÁ POR AQUI COM SHOW DA TURNÊ DE DESPEDIDA DA BANDA.

 

 Com o anúncio, já são 16 os nomes de atrações confirmadas. E muitas outras confirmações ainda estão por vir. Confira abaixo, em primeira mão, os nomes anunciados pelo Festival no dia 9/9.

 

Considerando o estrondoso sucesso da primeira edição no Brasil do festival alemão Summer Breeze Open Air, realizado em 2023 no Memorial da América Latina (São Paulo/SP), a segunda edição segue confirmadíssima para os dias 26, 27 e 28 de abril do próximo ano. Mais atrações acabam de ser confirmadas pela produção do festival.

 

São elas:

 

Death Angel: contando atualmente com Mark Osegueda (vocal), Rob Cavestany (guitarra) da formação original, ao lado de Ted Aguilar (guitarra), Damien Sisson (baixo) e Will Carroll (bateria), o grupo americano de thrash metal Death Angel surgiu na Bay Area de São Francisco no começo dos anos 80. Na época, ficaram conhecidos como os prodígios da Bay Area. A demo-tape “Kill As One” (1986), produzida por Kirk Hammett (Metallica), levou ao contrato com a Enigma, que lançou o debut “The Ultra-Violence” (1987) e “Frolic Through The Park” (1988). Após a primeira turnê mundial e a mudança para a major Geffen, veio o cultuado “Act III” (1990). Apesar do ótimo desempenho musical, havia problemas com o ‘managment’. A situação piorou após um acidente com o ‘tour bus’, que acabou fazendo com que Andy Galeon ficasse inapto a tocar bateria por um longo período. A inesperada tragédia, somada aos problemas judiciais existentes, levaram ao encerramento das atividades. Os anos foram passado e as ofertas para shows foram animando os músicos. Assim, o grupo retomou sua carreira em 2001. Desde então, lançaram os álbuns “The Art of Dying” (2004), “Killing Season” (2008), “Relentless Retribution” (2010), “The Dream Calls for Blood” (2013), “The Evil Divide” (2016) e “Humanicide” (2019).

 

Dr. Sin: se o power trio Dr. Sin conta com um histórico de respeito quando o assunto é a presença em grandes festivais, entre eles o Rock in Rio, Hollywood Rock, M2000 Summer Concerts, Live N’ Louder, Skol Rock e Monsters of Rock, agora irá incluir o Summer Breeze Open Air Brasil em 2024. Afora isso, o trio, que conta hoje com os irmãos Andria Busic (vocal e baixo), Ivan Busic (bateria e vocal) e Thiago Melo (guitarra), já dividiu o palco com Steve Vai, Joe Satriani, Yngwie Malmsteen, Deep Purple, Pantera, Ian Gillan, Bon Jovi, AC/DC, Glenn Hughes e Kiss. Promovendo “Back Home Again” (2019) e tendo lançado o CD/DVD “Acústico Dr. Sin”, gravado ao vivo no Teatro Safra (SP), o grupo também celebra os 30 anos do álbum de estreia, “Dr. Sin”.

 

Mr. Big: A banda americana de hard rock Mr. Big se destacou nos anos 80 e 90 com sua abordagem única do gênero, incorporando elementos de classic rock, virtuosismo instrumental e melodias cativantes. Eric Martin (vocal), Paul Gilbert (guitarra), Billy Sheehan (baixo) e o saudoso Pat Torpey (bateria) alcançaram grande sucesso comercial com o segundo álbum, “Lean Into it” (1991), notavelmente pela balada “To Be With You”. Um dos fatos marcantes da banda ocorreu justamente no Brasil, quando tocou em 1994 para cerca de 100 mil pessoas no festival M2000 Summer Concerts, em Santos (SP). Idolatrado no Brasil, o grupo tem nove álbuns lançados, com destaque ainda para “Mr. Big” (1989) e “Bump Ahead” (1993). Seu mais recente de estúdio é “Defying Gravity” (2017), que trouxe Matt Starr substituindo Torpey, falecido em fevereiro de 2018 por complicações da doença de Parkinson. O retorno da banda foi anunciado em 2021, com planos de shows em 2023, e Nick D’Virgilio foi oficializado como baterista para a “The Big Finish Tour 2023-24”. Espere por uma apresentação cheia de sucessos, pois a carreira do Mr. Big traz aos montes: “Addicted to That Rush”, “Wind Me Up”, “Alive and Kicking”, “Daddy, Brother, Lover”, “Little Boy (The Electric Drill Song)”, “Lucky This Time” e outras.

 

Sebastian Bach: os fãs curtiram e vibraram com a presença do Skid Row na primeira edição do Summer Breeze Open Air Brasil. Porém, muitos foram os pedidos para que a organização fosse atrás do ex-vocalista da banda: Sebastian Bach. Até 1995, Bach e o Skid Row lançaram “Skid Row” (1989), “Slave to the Grind” (1991) e “Subhuman Race” (1995), desfrutando do sucesso. Depois disso, em meados de 1996, se separaram e Bach seguiu em carreira solo, gravando os álbuns “Bring ‘Em Bach Alive!” (1999), “Angel Down” (2007), “Kicking & Screaming” (2011) e “Give ‘Em Hell” (2014). “Posicionar-me atrás do microfone e sair gritando até não aguentar mais. É isso que eu sou, é isso o que faço melhor. Sou Sebastian Bach, o ‘Youth Gone Wild’ original dos EUA“, declarou certa vez à revista Roadie Crew.

 

Sobre os outros nomes já confirmados:

 

Amorphis: Com 15 álbuns de estúdio em sua discografia, a banda finlandesa atualmente formada por Tomi Joutsen (vocais), Esa Holopainen e Tomi Koivusaari (guitarras), Olli-Pekka Laine (baixo), Jan Rechberger (bateria) e Santeri Kallio (teclados), promove o álbum “Halo” (2022), lançado pela gravadora alemã Atomic Fire Records. No entanto, nenhum trabalho do Amorphis estaria completo sem a narrativa imaginativa e poética do renomado letrista Pekka Kainulainen. “Desde o primeiro dia, Pekka sempre foi um letrista entusiasmado e produtivo para o Amorphis”, diz Joutsen. “É um processo lento traduzir a poesia finlandesa arcaica para o inglês e adaptá-la aos nossos ritmos progressivos. Felizmente, Pekka faz tudo na hora e com muito cuidado.” Desde “Silent Waters” (2007), Kainulainen navega pelas águas mitológicas de sua terra natal com grande habilidade e respeito. Em “Halo”, ele se superou mais uma vez. “‘Halo’ é um disco temático solto, cheio de contos de aventura sobre o Norte mítico, dezenas de milhares de anos atrás”, explica ele. “A letra fala de uma época antiga em que o homem vagava por essas fronteiras boreais abandonadas após a era do gelo. Ao descrever o renascimento de uma cultura seminal em um mundo de novas oportunidades, também tento alcançar as forças sempiternas da mente humana.”

 

Angra: Uma dos grandes nomes do metal brasileiro, o Angra está a todo vapor divulgando o recém-anunciado “Cycles of Pain”, décimo da discografia iniciada há 30 anos com “Angels Cry”. Rafael Bittencourt (fundador e guitarrista), Fabio Lione (vocal), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria) assinaram um contrato com a gravadora alemã Atomic Fire Records e lançaram recentemente o clipe “Ride Into The Storm”, trazendo diversas analogias sobre o passado e o futuro promissor que os aguarda. Na época do lançamento, a banda comentou: “‘Ride Into The Storm’ é uma peça implacável e agressiva que captura a essência do Angra. Com seu ritmo acelerado e toque moderno, a música mantém o DNA da banda, ao mesmo tempo em que entrega passagens intricadas e tecnicamente desafiadoras; a fusão de elementos tradicionais e progressivos empurra os limites sem sacrificar o estilo característico da banda. ‘Ride Into The Storm’ é mais um passo na evolução da banda, incorporando agressividade, velocidade, modernidade e habilidade em um pacote coeso e envolvente.” Muito aguardado pelos fãs, “Cycles of Pain” será o começo de um novo ciclo para um nome que é considerado por músicos e críticos um dos mais importantes para o power metal mundial e que sempre primou pela excelência e ousadia ao se aventurar por diversos territórios na música.

 

Anthrax: a influente banda de thrash metal de Nova York é conhecida por performances sempre intensas e enérgicas. A formação original remonta a 1981, mas o debut, “Fistful of Metal”, saiu somente em 1984. A entrada de Joey Belladonna como vocalista no posto de Neil Turbin marcou uma fase de sucesso, com álbuns como “Spreading the Disease” (1985) e “Among the Living” (1987), que apresentaram clássicos como “Madhouse”, “Indians” e “I’m the Law”. Afora isso, o Anthrax também experimentou com rap e fez sucesso com “I’m the Man”. Outros álbuns notáveis incluem “State of Euphoria” (1988), “Persistence of Time” (1990) e “Sound of White Noise” (1993), já com John Bush nos vocais e trazendo o hit “Only”. Depois de alguns anos tumultuados, Belladonna retornou definitivamente em 2010 e a banda participou da turnê “Big Four” com Metallica, Megadeth e Slayer, além de lançar os álbuns “Worship Music” (2011) e “For All Kings” (2016), um EP de covers e vários DVDs ao vivo. A turnê de 40 anos foi adiada para 2022 devido à pandemia, mas a live feita em 2021 rendeu o ao vivo “XL”. Agora, o grupo planeja lançar um novo álbum em 2024, ano em que se apresentará no Summer Breeze Open Air Brasil.

 

Avatar: banda sueca formada em Gotemburgo em 2001 e conhecida por sua mistura de dark heavy’n’roll, fará um retorno triunfal ao Brasil no Summer Breeze Open Air Brasil após a abertura para o Iron Maiden em 2022. O ano de 2023 tem sido significativo, pois o single “The Dirt I’m Buried In”, faixa do álbum “Dance Devil Dance”, conquistou o primeiro lugar na Billboard. O vocalista Johannes Eckerström descreve o álbum como uma jornada artística intensa e especial para eles, comparável ao lançamento de sua primeira demo. O Avatar, conhecido pelo uso de maquiagem de palhaço por Eckerström, fez sua estreia oficial em 2004 com dois EPs. O debut, “Thoughts of No Tomorrow”, foi lançado dois anos depois, mas o sucesso veio com “Black Waltz” (2021), que alcançou o 25º lugar nas paradas. Desde então, o grupo tem participado de turnês pelos EUA, de grandes festivais ao redor do mundo e lançado álbuns de impacto, como “Avatar Country” (2018) e “Hunter Gatherer” (2020). Sua presença no Summer Breeze Open Air Brasil, promovendo “Dance Devil Dance”, será mais uma conquista em sua carreira em ascensão.

 

Biohazard: embora tenha sido criada em 1987 no Brooklyn, a banda nova-iorquina Biohazard se tornou sinônimo de música pesada dos anos 90 ao mesclar hardcore, rap e thrash metal com muito groove e agressividade. A formação clássica, que durou de 1988 a 1995, trazia Evan Seinfeld (vocal e baixo), Bobby Hambel (guitarra), Billy Graziadei (vocal e guitarra) e Danny Schuler (bateria), músicos que registraram os álbuns de maior impacto da banda: “Biohazard” (1990), “Urban Discipline” (1992) e “State of the World Address” (1994). O ingresso no mainstream contou com auxílio da gravadora Warner e a música saída das ruas Brooklyn entrou nas disputadas paradas da Billboard. Os trabalhos seguintes – “Mata Leão” (1996), “New World Disorder” (1999), “Uncivilization” (2001), “Kill or Be Killed” (2003), “Means to an End” (2005) e “Reborn in Defiance” (2012) – vieram com mudanças na formação. Porém, em meio a uma separação, uma reunião em 2008 e um período de inatividade de sete anos, a formação clássica com Seinfeld, Graziadei, Hambel e Schuler se reuniu em 2022 e vem realizando shows com frequência.

 

Eclipse: Banda de hard rock da Suécia que conta com Erik Mårtensson (vocal), Magnus Henriksson (guitarra), Victor Crusner (baixo) e Philip Crusner (bateria) e atualmente promove o álbum “Megalomanium”, que será lançado oficialmente no começo de setembro pela Frontiers Music. “‘Megalomanium’ é o Eclipse prestando homenagem aos fãs através dos elementos que se tornaram marcas registradas no catálogo da banda, mas também ousando se aventurar em novos territórios inexplorados e sons. É um álbum repleto do DNA completo da banda, um mergulho destemido no fundo da piscina – ou, neste caso, no Lago Siljan, que cerca a ilha no centro da Suécia, onde gravamos toda a nossa música”. O Eclipse gerou mais de 100 milhões de reproduções online e aproximadamente meio milhão de ouvintes mensais nas principais plataformas de música, tornando-os uma das maiores bandas de rock a surgir da Suécia nos últimos anos – o novo single, “Got It!”, acumulou mais de 97 mil reproduções apenas no Spotify. Fundado em 1999, o grupo tem lançado álbuns memoráveis e continua a evoluir no cenário mundial com trabalhos recentes, como “Wired” (2021), “Paradigm” (2019) e “Monumentum” (2017). A banda já acumula clássicos em sua carreira, como “Viva La Victoria”, “Roses On Your Grave”, “Runaways” e “Saturday Night (Hallelujah)”.

 

Forbidden: o grupo americano Forbidden, originalmente formado como Forbidden Evil em 1985, ganhou destaque na cena do thrash metal da ‘Bay Area’ de São Francisco com dois álbuns emblemáticos: “Forbidden Evil” (1988) e “Twisted into Form” (1990). Apesar de serem considerados clássicos, a banda enfrentou problemas internos e mudanças de formação ao longo dos anos. Após lançar “Distortion” (1994) e “Green” (1997), que não conseguiram igualar o sucesso dos primeiros, o Forbidden ressurgiu com força em “Omega Wave” (2010). No entanto, em 2012, a banda se separou, e parecia que o fim estava próximo. Foi somente quando Norman Skinner entrou em cena para ajudar nos ensaios e se apresentar com o grupo em 2022, que o Forbidden renasceu. Agora, com Skinner nos vocais, juntamente com Craig Locicero, Steve Smyth, Matt Camacho e Chris Kontos, a banda está pronta para fazer sua estreia no Brasil no Summer Breeze Open Air. Essa reunião não é apenas uma volta, mas um renascimento que traz entusiasmo e positividade, conforme expressado por Locicero.

 

In Extremo: banda alemã conhecida por seu estilo “Middle Age Metal”, combinando elementos do rock e metal com influências medievais e folclóricas, está preparada para encantar o público do Summer Breeze Open Air Brasil. Sua música única incorpora instrumentos tradicionais medievais, como flautas, alaúdes, tambores, gaitas de fole e harpa, junto com guitarras elétricas, baixo e bateria, criando um som cativante e distintivo. Originários de Berlim, começaram tocando versões de baladas medievais antes de focar em material autoral em alemão, mantendo uma presença de palco marcante e shows pirotécnicos em grandes festivais. Com um histórico notável, seu nono álbum, “Sängerkrieg” (“Guerra dos Cantores”), liderou as paradas na Alemanha e se destacou como o 41º mais vendido em 2008.

 

Nervosa: promovendo o álbum “Jailbreak”, a banda liderada por Prika Amaral já vinha do sucesso de “Perpetual Chaos”. O novo álbum marca a estreia da guitarrista como vocalista permanente e apresenta Helena Kotina como segunda guitarrista, além de ter Hel Pyre no baixo e Michaela Naydenova na bateria. Mantendo o estilo calcado no thrash e death metal, o novo álbum destaca os singles “Endless Ambition”, “Seed of Death” e “Jailbreak”. Criada por Prika e a baterista Fernanda Terra em 2010, e já com Fernanda Lira (atual Crypta) no vocal e baixo, a banda gravou a demo “Time of Death” em 2012 e soltou o videoclipe de “Masked Betrayer”, que atraiu a atenção da gravadora austríaca Napalm Records. Até chegar à formação atual, a Nervosa soltou os álbuns “Victim of Yourself” (2014), “Agony” (2016), “Downfall of Mankind” (2018) e “Perpetual Chaos” (2021), e passou por diversas mudanças, tendo a presença das bateristas Fernanda Terra, Jully Lee, Pitchu Ferraz, Luana Dametto, Eleni Nota e Nanu Villalba; a vocalista Diva Satanica e a baixista Mia Wallace, além de Fernanda Lira. A banda agora pretende manter a boa fase obtida com “Perpetual Chaos”, que não apenas garantiu suas primeiras posições nas paradas, mas também foi capaz de levá-la a se apresentar nos maiores festivais da Europa, como Summer Breeze, Copenhell, Resurrection, MetalDays, Wacken Open Air e outros. E em 2024 será a vez de marcar presença no Summer Breeze Open Air Brasil!

 

Ratos de Porão: um dos grupos mais icônicos da cena punk/hardcore e crossover brasileira, o R.D.P. está pronto para trazer sua energia e brutalidade para o Summer Breeze Open Air Brasil em 2024. Com mais de quatro décadas de carreira desde sua formação em 1981, o R.D.P. quebrou barreiras, passou por mudanças de formação e seguiu sem olhar para trás, atravessando a era do “Grito Suburbano” pelos caminhos mais estreitos e tortuosos do underground. Após marcar presença nas coletâneas “SUB” e “O Começo do Fim do Mundo” veio o álbum de estreia, “Crucificados Pelo Sistema” (1984). Mesclando metal e punk seguiu com “Descanse em Paz” (1986) e a trilogia crossover: “Cada Dia Mais Sujo e Agressivo” (1987), “Brasil” (1989) e “Anarkophobia” (1990). João Gordo (vocal), Jão (guitarra), Juninho (baixo) e Boka (bateria) promovem atualmente seu 11º álbum. Com “Necropolítica” (2022), o R.D.P. mantém sua presença nos palcos do mundo, entregando seu crossover e continuando a abordar abertamente os aspectos mais bizarros e cruéis da vida cotidiana no Brasil.

 

The Night Flight Orchestra: formado em 2007 por Björn “Speed” Strid e o saudoso David Andersson, o The Night Flight Orchestra fará sua estreia no Brasil no Summer Breeze Open Air. Apesar de suas raízes no metal, a banda se propõe a resgatar a melodia clássica dos anos 70 e início dos anos 80, mesclando elementos de classic rock, AOR e influências de funk, soul e disco music. Ao longo dos anos, o grupo lançou álbuns aclamados, incluindo “Amber Galactic” (2017), “Sometimes the World Ain’t Enough” (2018), “Aeromantic” (2020) e “Aeromantic II” (2021). O The Night Flight Orchestra é liderado por Strid e atualmente conta com Sebastian Forslund (guitarra, congas e percussão), Sharlee D’Angelo (baixo), Jonas Källsbäck (bateria), John Lönnmyr (teclado) e Åsa Lundman e Anna Brygård (vocais de apoio).

 

Within Temptation: Banda holandesa que tem em seu DNA elementos de metal sinfônico, gothic metal, metal alternativo, doom e música pop, e é liderada pelo casal Robert Westerholt e Sharon den Adel (Robert praticamente ficou em casa cuidando dos filhos até 2011 e não fazia parte da formação ao vivo). Sharon era, portanto, a líder quando saiu “Mother Earth” (2000), que obteve sucesso e destacou a faixa “Ice Queen”, que se tornou a terceira música mais ouvida na Holanda na época de seu lançamento. A partir deste momento, o Within Temptation se tornou um fenômeno mundial, lançando álbuns premiados, começando por “The Silent Force” (2004). A fusão entre o metal e elementos diversos do pop atingiu proporções grandiosas em “The Unforgiving” (2011), seguido pelo bem-sucedido “Hydra” (2014). Atualmente, a banda, que já recebeu diversos prêmios internacionais, incluindo World Music Award, MTV Europe Music Awards e Metal Hammer Award, promove seu 9º álbum, “Bleed Out”, que sucede “Resist” (2019). “Uma nova era para a banda. Mantivemos o nosso DNA vivo, mas construímos e evoluímos a nossa música com riffs mais poderosos, breakdowns contemporâneos e refrãos épicos”.

 

Novas atrações para a segunda edição do Summer Breeze no Brasil serão anunciadas ao longo das próximas semanas por aqui e nos canais oficiais do festival.

 

 Os ingressos da pré-venda e venda geral estarão disponíveis de forma online, através do Clube do Ingresso e pontos de venda sem taxa de conveniência. Mais informações serão divulgadas em breve.

 

https://www.clubedoingresso.com/evento/summerbreeze2024

 

Outras informações em: www.summerbreezebrasil.com

 

Siga @summerbreeze.brasil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações:  Assessoria de Imprensa – Agência Taga

#SIGA NO INSTAGRAM
Há exatamente 13 anos, em 23/07/2011, falecia a cantora Amy Winehouse @amywinehouse aos 27 anos de idade.

#amywinehouse #boomerangmusic
Hoje (23/07), é aniversário do guitarrista e compositor Saul Hudson mais conhecido como Slash @slash que completa 59 anos.

Integrante do Guns n' Roses @gunsnroses 

Foto 📷 @rosshalfin 

#slash #happybirthday #boomerangmusic
The Blues Brothers Live
Hoje (16/07), é aniversário do brilhante cantor e compositor Ed Kowalczky @edkowalczyk da banda Live @livetheband que completa 53 anos.

#edkowalczyk #happybirthday #Live #boomerangmusic
Hoje (16/07), é aniversário do brilhante baterista Stewart Coperland @stewart_copeland da banda The Police @thepolicebandofficial que completa 72 anos.

#thepolice #boomerangmusic #stewartcopeland
A banda MR. BIG FINALIZA SUA CARREIRA COM ‘THE BIG FINISH LIVE’ com dois lançamentos

MR. BIG formada por Eric Martin (vocal principal), Paul Gilbert (guitarra, vocal), Billy Sheehan (baixo, vocal), Nick D'Virgilio (bateria, vocal) - está encerrando sua carreira de 35 anos em GRANDE… com não um, mas dois lançamentos de álbuns. 

O primeiro é o décimo álbum de estúdio, TEN, lançado em 12 de julho. O último álbum ao vivo lançado será The BIG Finish Live, que será lançado em 6 de setembro.

 Lista de músicas 
 
1. Addicted To That Rush
2. Take Cover
3. Undertow
4. Daddy, Brother, Lover, Little Boy (The Electric Drill Song)
5. Alive And Kickin'
6. Green-Tinted Sixties Mind
7. CDFF- Lucky This Time
8. Voodoo Kiss
9. Never Say Never
10. Just Take My Heart
11. My Kinda Woman
12. A Little Too Loose
13. Road To Ruin
14. To Be With You
15. Big Love
16. The Chain
17. Promise Her The Moon
18. Where Do I Fit In
19. Wild World
20. Paul Gilbert Guitar Solo
21. Colorado Bulldog
22. Billy Sheehan Bass Solo
23. Shy Boy
24. 30 Days in the hole
25. Good Lovin'
26. Baba O' Riley

The BIG Finish Live é um novo álbum ao vivo e filme-concerto da turnê de despedida “The BIG Finish” do MR.BIG, onde a banda tocou seu álbum LEAN INTO IT, que vendeu um milhão de cópias, na íntegra, além de clássicos adicionais do MR.BIG. 

Filmado em 4K no Budokan em Tóquio, Japão, em 26 de agosto de 2023, esta performance histórica estará disponível em diversos formatos de alta qualidade: Vinil Preto 180g (3 LP), SACDs Estéreo Híbrido Multicanal (2), MQA -CDs (2), CDs MQA + Blu-Ray (2), Blu-ray 4K Ultra HD (apresentando bastidores e filmagens de entrevistas) e cassete (2). 

Todos esses formatos virão com um livreto/inserção que inclui fotos inéditas de sua apresentação no Budokan, bem como um adesivo ou cartão postal para os fãs.

Aguardem !!

#mrbig #boomerangmusic
A Netflix @netflix soltou o poster da quinta e última temporada da série Stranger Things @strangerthingstv 

A primeira parte da última temporada estreia em 2025, lembrando que ela será dividida em duas partes.

Estão curiosos? 

#strangerthings #boomerangmusic #netflix