“Teresa canta Noel – Batuque é um privilégio” chega às plataformas de streaming de música

TERESA CRISTINA canta NOEL: “Batuque é um Privilégio”

 

Álbum chega com 22 faixas, das 25 do repertório do DVD 

 

Depois do sucesso de “Teresa canta Cartola”, Teresa Cristina lança seu novo trabalho, com direção musical de Caetano Veloso, em homenagem a um dos maiores e mais importantes artistas da música popular brasileira: Noel Rosa, com o show: Teresa Cristina canta Noel: “Batuque é um privilégio”.  O eterno poeta da Vila Isabel é o segundo, na trilogia proposta em homenagem aos grandes sambistas do Brasil, em que Teresa Cristina dá voz à obra de um grande compositor, acompanhada por Carlinhos sete cordas, com arranjo bem pessoal. O belo registro teve exibição nacional no dia 20 de julho, segunda-feira, às 21h, no Canal Bis. A apresentação foi gravada no Theatro Net Rio em 2019. Até o dia 10 de agosto, o Bis exibirá reprises do show em sua grade.

 

“Noel é o elo entre o samba do morro e o samba do asfalto. A cara do Rio de Janeiro”, comenta Teresa. “O Batuque é um privilégio sim, e fez com que a música brasileira tenha o viés de hoje. Esse verso traduz muito sobre a importância de suas letras para o samba. Essa influência ancestral misturada à melodia e a poesia de seus versos, isso faz total diferença na construção da sua identidade”, aponta a artista, sobre o nome do espetáculo.

 

Premiada e reconhecida entre as vozes de maior destaque no samba do Rio de Janeiro, Teresa vive um momento único na carreira: com o isolamento proposto por conta da pandemia, a cantora se iniciou no universo das lives e promove encontros diários com seu público através da internet. Em seu perfil no Instagram, que teve um aumento de 300% de seguidores, ela canta, conta histórias, faz homenagens à artistas diversos e recebe nomes de peso para dividir os vocais com ela. Já passaram por lá Caetano Veloso, Marisa Monte, Simone, Paulinho da Viola e Gilberto Gil, entre outros.

 

No show que será exibido no Canal Bis, Teresa passeia por um repertório de vários sucessos de Noel Rosa, entre eles: “Com que Roupa”, “Feitio de Oração” e “Gago Apaixonado”. “Nesse repertório escolhi músicas que têm a ver comigo, com as quais me identifico. Me chamou atenção: O Rio de Janeiro, os cabarés, a malandragem, a mulher, a relação homem x mulher, a maneira como ele via as coisas. O Brasil apontado em suas músicas detalha as situações sociais e políticas de uma época, ainda muito real, mas que fez diferença e deu a cara do que é o samba hoje”, conclui Teresa.

 

Apresentada por Caetano Veloso, em seu último trabalho, a turnê “Teresa canta Cartola” percorreu pelo Brasil, América Latina, América do Norte, Europa e Ásia, em mais de cinquenta apresentações, batendo recorde de bilheteria, lotando teatros e resgatando o que há de melhor no samba: a alegria e o sentimento. O álbum foi lançado internacionalmente pelo selo norte-americano “Nonesuch”, recebeu críticas internacionais, como no The New York Times, e foi indicado ao prêmio da Música Brasileira 2017, na categoria de Melhor Cantora de Samba, somando as diversas outras premiações da artista, que hoje consagrada, desafia levar aos palcos a poesia e a arte de um sambista que fez da música, a identidade de um gênero musical.

 

Serviço:

 

Lançamento do DVD “Teresa canta Noel – Batuque é um privilégio”, no Canal Bis.

Próximas exibições:

23/07, quinta – 00h // 24/07, sexta – 05h // 24/07, sexta – 14h

25/07, sábado – 10:10 // 10/08, segunda – 21h

 

 

Teresa Cristina no Facebook – Teresa Cristina

 

Teresa Cristina no Instagram @teresacristinaoficial

 

Teresa Cristina no YouTube youtube.com/teresacristinaoficial

 

Teresa Cristina no Twitter @teresacristina

 

O show “Teresa canta Noel – Batuque é um privilégio” está disponível nas plataformas de streaming de música, clique aqui

 

Faixas álbum “Teresa canta Noel”

 

  1. Feitio de oração(Noel Rosa e Vadico, 1933)
  2. O X do problema(Noel Rosa, 1936)
  3. Filosofia(Noel Rosa e André Filho, 1933)
  4. Não tem tradução(Noel Rosa, 1933)
  5. Positivismo(Noel Rosa e Orestes Barbosa, 1933)
  6. Seja breve(Noel Rosa, 1933)
  7. Gago apaixonado(Noel Rosa, 1930)
  8. Onde está a honestidade?(Noel Rosa, 1933)
  9. Minha viola(Noel Rosa, 1929)
  10. Deixa de ser convencida(Noel Rosa e Wilson Baptista, 1935)
  11. Julieta(Noel Rosa e Eratóstenes Frazão, 1933)
  12. Pra que mentir?(Noel Rosa e Vadico, 1937) / Dom de iludir (Caetano Veloso, 1977)
  13. Três apitos(Noel Rosa, 1933)
  14. Conversa de botequim(Noel Rosa e Vadico, 1935)
  15. Pela décima vez(Noel Rosa, 1935)
  16. Silêncio de um minuto(Noel Rosa, 1935)
  17. Último desejo(Noel Rosa, 1937)
  18. Quando o samba acabou(Noel Rosa, 1933)
  19. Com que roupa?(Noel Rosa, 1929)
  20. O orvalho vem caindo(Noel Rosa e Kid Pepe, 1933) / Pierrot apaixonado (Noel Rosa e Heitor dos Prazeres, 1935) / A.E.I.O.U (Noel Rosa e Lamartine Babo, 1931)
  21. Cidade mulher(Noel Rosa, 1936)
  22. Palpite infeliz(Noel Rosa, 1935)

 

 

Assessoria de comunicação: João Felípe Toledo