Thunderbird e a Pequena Minoria de Vândalos querem te ver dançando na linha de frente

Projeto liderado por Luiz Thunderbird é música de protesto para balançar

 

Ouça: https://tratore.ffm.to/pequenaminoriadevandalos

 

Assista ao clipe de Protesto: https://www.youtube.com/watch?v=W9GyEZaJc30

 

Depois de 37 anos de rock’n’roll, à frente de inúmeras bandas e projetos musicais, Luiz Thunderbird lança, no dia 23 de junho de 2022, seu primeiro disco solo: Pequena Minoria de Vândalos. Ácido, dançante e energético, PMDV é um grito libertário frente ao conservadorismo contemporâneo. Contando com as já lançadas faixas “A Obra”, hits dos anos 80 do grupo belo horizontino “Sexo Explícito” que ganhou versão inédita, “Insuportável” (com letra de Rodrigo Carneiro, da banda Mickey Junkies) e “Eu vou de bicicleta”, parceria com  o mestre Odair José, chega enfim o álbum completo que marca um novo momento na carreira de Thunderbird. Ouça em sua plataforma de preferência.

 

Feito por e com amigos e parceiros ao longo dos últimos dois anos, o disco conta com 9 faixas, algumas de autoria de Thunder, outras de sua gangue de arruaceiros – ele, afinal, não anda só. Na banda base, Luiz Thunderbird na guitarra, vocal, percussão, cazu e efeitos inusitados, Gustavo Boni (Patife Band) no baixo, Caio Lopes (Gal Costa) na bateria, Rafael “Chicão” Montorfano nas teclas e Daniel Brita na guitarra, trombone e trompete. A finalização do disco ficou por conta de Lampadinha, produtor que já trabalhou com nomes como CPM22, Titãs, Charlie Brown Jr., Devotos DNSA e Garotas Suecas. A produção visual é assinada por Carol Shimeji (Bacurau, Pepeu Gomes, Belchior).

 

 

Entre as participações especiais, Odair José no vocal, Arthur Romio (Briza) na guitarra, bateria de Caio Mancini e teclado de Pedro Pelotas (Cachorro Grande) na faixa “Eu vou de bicicleta”; Marcopolo Pan nos solos de guitarra de “A Obra”; Felipe Pagani na guitarra e Rodrigo Saldanha na bateria de “Protesto” – faixa que ganhou videoclipe; Guilhermoso Wild na releitura new wave de “Ética”; Guilherme Held na hipnótica “Livre evaporação” e na versão “Rio Tietê”, que também conta com Felipe Maia e Juliana R., seus parceiros na banda Tarântulas & Tarantinos.

 

Completa a pequena minoria de vândalos a psicodélica banda BIKE, que colabora ao longo dos mais de sete minutos da faixa “Rumo”. Fecha o disco a instrumental “Serra do Mar”, gravada durante a pandemia na casa do próprio Thunder, narrando sonoramente uma viagem feita de bicicleta da capital paulista até o litoral. Ao longo de Pequena Minoria de Vândalos, disco music, punk rock cru, eletro rock, sopros rasgados, instrumentos bizarros, instrumental alucinante, lisergia e versões revisitadas de canções que se ajustam perfeitamente ao momento político nacional atual. Música de protesto, para balançar na pista sem perder a fúria.

 

Thunderbird

 

Twitter: @LuizThunderbird

Instagram: @LuizThunderbird

Facebook: @LuizThunderbird 

YouTube: @MusicThunderVision

 

Contato

 

Produção: Raphael: produtoraodajo@gmail.com

Selo Freak: Gustavo: gustavo@freakestudio.com

Imprensa: Flora Miguel: floramiguel.assessoria@gmail.com

 

Selo Freak: A Freak aposta em artistas que desafiam tendências e desenvolvem seu trabalho fora da zona de conforto. Assessoramos carreiras de bandas com DNA Freak e disposição para realizarem sua arte sem medir esforços. Somos inspirados por artistas inventivos que mudaram o rumo da música e miramos para os novos que dão continuidade a este legado com ousadia para buscar uma sonoridade fora do comum. Fundada em 2010, a Freak é um estúdio e selo de música independente. Através de parcerias construtivas, a Freak produz festivais, festas e projetos culturais que visam a formação de público e a circulação da nova música brasileira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: FLORA MIGUEL ASSESSORIA DE IMPRENSA