Tiee lança álbum de samba com releituras de canções de Luiz Gonzaga, Elba Ramalho, Zeca Pagodinho, Djavan, Roberto Carlos e Cazuza

Projeto audiovisual “As Que Tocam Lá Em Casa” é composto por 18 faixas e já está disponível pela Som Livre

 

Nostalgia, boas lembranças entre amigos e família e a batida incomparável do samba foram as inspirações de Tiee para a construção do projeto “As Que Tocam Lá Em Casa”. Após lançar as inéditas “190” e “Dor de Cotovelo”, que foram compostas durante o processo, o cantor e compositor apresenta 16 releituras inéditas que ganham pela primeira vez versões em samba. Entre os artistas homenageados estão grandes nomes do mercado brasileiro e de diferentes gêneros musicais, como Luiz Gonzaga, Elba Ramalho, Zeca Pagodinho, Djavan, Roberto Carlos e Cazuza. A partir desta sexta-feira (10), o álbum já se encontra disponível pela Som Livre nas plataformas digitais – ouça aqui – e também no canal do YouTube de Tiee – assista aqui .

 

Segundo o sambista, o projeto “As Que Tocam Lá Em Casa” surgiu de uma paixão por músicas que o inspiram e que costumam tocar em sua casa em momentos de lazer e descontração na companhia de sua família e amigos. A inspiração foi tanta que neste processo o cantor compôs duas canções, 100% de sua autoria, enobrecendo ainda mais o novo trabalho: “190” e “Dor de Cotovelo” , que resultaram no EP “As Que Tocam Lá Em Casa – Inéditas”. Agora neste lançamento, estas se juntam às 16 releituras em versões de samba, dando ao álbum um total de 18 faixas. Nomes como Luiz Gonzaga, Elba Ramalho, Zeca Pagodinho, Djavan, Roberto Carlos, Cazuza, Chitãozinho & Xororó, Daniel e Adriana Calcanhoto inspiraram Tiee a colocar sua voz e os acordes do samba em canções consagradas.

 

“Durante esse período de pandemia, eu passei muito tempo no quintal de casa ouvindo música e em um certo momento despertei pro fato de que muitos dos sons que eu gostava de ouvir fumando meu charuto, assando uma carne, lavando o quintal, tomando um banho de piscina, não existiam em formato de SAMBA. Resolvi encarar esse desafio, mergulhei de cabeça em diversos gêneros do nosso cancioneiro popular e montei esse repertório que não tem um tipo específico de público, é uma música pra todos, uma música pra embalar famílias! São sons muito clássicos, são grandes ídolos, que influenciaram gerações com músicas ´imortais’”, declara Tiee sobre a inspiração do projeto.

 

Com produção da Lordbull e direção de Rômulo Menescal e Vinicius Olivo, todas as faixas do projeto ganham videoclipes, que foram gravados na casa de Tiee, na companhia de sua banda e sua família, no Rio de Janeiro, e que podem ser conferidos no YouTube do cantor.

 

“Eu gravei esse projeto principalmente para as famílias, é pra todo mundo ouvir junto, é música sem idade… juntei todas as tribos em um só álbum e espero do fundo do meu coração que faça bem aos ouvidos e almas de todos!”, finaliza o artista.

 

Um dos maiores músicos e sambistas da atualidade, Tiee conta com quase 90 milhões de visualizações no YouTube e mais de 700 mil ouvintes mensais nas plataformas de música. Seu último lançamento pela Som Livre foi o projeto audiovisual “Ladrão de Coração”. Com dois volumes, o trabalho apresentou 32 faixas entre sucessos, inéditas e participações especiais de peso, com nomes como Jorge Aragão, Belo, Péricles, Xande de Pilares, Thiaguinho, Ferrugem e o grupo Revelação.

 

 

Álbum “As Que Tocam Lá Em Casa” – Tiee

 

Lançamento Som Livre – 10 de setembro/2021

 

18 faixas

 

1) POT-POURRI ANDANÇA (Paulinho Tapajós / Edmundo Souto / Danilo Caymmi) PAPEL MACHÊ (João Bosco / Capinan) Ed. Corisco (Arlequim) / Zumbido

 

2) POT-POURRI SOZINHO (Peninha) CODINOME BEIJA-FLOR (Cazuza / Ezequiel Neves / Reinaldo Arias)

 

3) POT-POURRI EVIDÊNCIAS (José Augusto / Paulo Sérgio Valle) ADORO AMAR VOCÊ (Elias Muniz / Peninha)

 

4) POT-POURRI ESPERANDO NA JANELA (Targiano Gondim / Munuca Almeida / Ray) O XOTE DAS MENINAS (Luiz Gonzaga / Zé Dantas)

 

5) POT-POURRI SAMBA DE VERÃO (Marcos Valle / Paulo Sérgio Valle) CORCOVADO (Tom Jobim)

 

6) POT-POURRI O DONO DA DOR (Nelson Rufino) PAGO PRA VER (Nelson Rufino / Toninho Gerais)

 

7) ELA UNE TODAS AS COISAS (Jorge Vercillo / Jota Maranhão)

 

8) POT-POURRI LEMBRA DE MIM (Ivan Lins / Vitor Martins) DE VOLTA PRO ACONCHEGO (Nando Cordel / Dominguinhos)

 

9) POT-POURRI SÓ HOJE (Fernanda Mello / Rogério Flausino / Marco Túlio Lara / Márcio Buzelin / Paulo Diniz / Paulinho Fonseca) VAMBORA (Adriana Calcanhotto)

 

10) POT-POURRI AZUL (Djavan) SAMURAI (Djavan)

 

11) POT-POURRI AMOR PERFEITO (Michael Sullivan / Paulo Massadas / Lincoln Olivetti / Robson Jorge) VOCÊ NÃO ME ENSINOU A TE ESQUECER (José Wilson / Fernando Mendes / Lucas)

 

12) SERÁ (Renato Russo / Dado Villa-Lobos / Marcelo Bonfá)

 

13) POT-POURRI HOMEM ARANHA (Jorge Vercillo) TELEGRAMA (Zeca Baleiro)

 

14) POT-POURRI PALPITE (Vanessa Rangel) PRIMEIROS ERROS (CHOVE) (Kiko Zambianchi)

 

15) POT-POURRI DEPENDE DE NÓS (Ivan Lins / Vitor Martins) TOCANDO EM FRENTE (Almir Sater / Renato Teixeira)

 

16) POT-POURRI CRIANÇAS DO BRASIL (Carica / Prateado) LUGARZINHO (Tiee / Prateado)

 

17) 190 (Tiee)

 

18) DOR DE COTOVELO (Tiee)

 

Sobre Tiee

 

Com 20 anos de carreira, Tiee se revelou como um dos maiores músicos e sambistas da atualidade. Autodidata, Tiee compôs mais de 200 músicas, e algumas já foram gravadas por grandes artistas, entre eles Arlindo Cruz, Ferrugem, Péricles, Revelação, Fundo de Quintal e Zeca Pagodinho. Nascido em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, Diógines Tiee aprendeu por conta própria a tocar cavaquinho, banjo e violão. Aos 12 anos já tocava em pagodes e sambas. Foi cavaquinhista da Viradouro e com 18 anos ganhou o seu primeiro samba na Escola. Em 2019 assinou com a Som Livre e em 2020 lançou seu primeiro DVD, “Ladrão de Coração”, com 32 músicas, entre inéditas e regravações, com participações especiais de peso, com nomes como Jorge Aragão, Belo, Péricles, Xande de Pilares, Thiaguinho, Ferrugem e o grupo Revelação. Com uma mistura de romantismo e ousadia, o músico conta com um público fiel responsável por lotar as casas de shows onde se apresenta.

 

 

Sobre a Som Livre

 

A gravadora brasileira Som Livre foi fundada pela Globo em 1969 para o lançamento e divulgação de trilhas sonoras de programas de TV. Com todas as transformações no mercado musical, a Som Livre se tornou uma gravadora de vanguarda, refletindo o gosto musical do brasileiro. Com sua capacidade única de entender e antecipar preferências, aspirações e comportamentos dos brasileiros, a Som Livre é uma gravadora de música digital totalmente integrada com um modelo comprovado para identificar, desenvolver e promover a música e os artistas que os fãs continuarão a abraçar nas próximas décadas. A Som Livre tem forte atuação em eventos ao vivo, sendo produtora de festivais no país por meio de diversas marcas, como Festeja e Samba D+. Ela também tem sua plataforma de distribuição de música, a Fluve, e operações adicionais em sua editora musical.

 

Acompanhe a Som Livre nas redes:

 

somlivre.com

instagram.com/somlivre

facebook.com/somlivre

twitter.com/somlivre

youtube.com/somlivre

linkedin.com/somlivre

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Assessoria de comunicação Som Livre – InPress Porter Novelli