Tuyo lança “Chegamos Sozinhos em Casa”, segundo disco de estúdio do trio; ouça

Trabalho tem patrocínio da plataforma Natura Musical

 

Chegamos Sozinhos em Casa (Natura Musical) é o segundo álbum da banda Tuyo, um retrato de quando os três integrantes fecharam a porta dos seus respectivos lares e abriram um portal de possibilidades sonoras, de pertencimento e de amadurecimento ao se questionarem sozinhos: o que vem depois do caos? Além de refletirem sobre o “não lugar” que ocupam, seja no mercado da música ou na sociedade, eles criam as próprias referências do que é adultecer e dividem o que acontece depois das tempestades registradas nos elogiados trabalhos que vieram antes: , o EP Pra Doer (2017) e o disco Pra Curar (2018). O novo álbum chega com patrocínio de Natura Musical hoje, 27 de maio, aos aplicativos de streaming ( ouça aqui). Uma de suas canções, “O Jeito É Ir Embora”, está disponível no canal do trio no YouTube com um registro audiovisual da primeira apresentação da faixa – que aconteceu no aclamado festival SXSW e foi apontado pelo jornal New York Times como uma das apresentações de destaque do evento (assista aqui).

 

Ao longo das nove faixas desta primeira parte de Chegamos Sozinhos em Casa (a outra metade está prevista para sair ainda esse semestre), Lio Soares, Lay Soares e Machado percorrem por um campo pop para verbalizar os seus devaneios – ora individuais, ora coletivos. “A nossa vontade é a de chegar no fundo do poço da alma do outro. Achamos uma forma de fazer isso de um jeito mais seguro e saudável”, diz Lio sobre a nova configuração territorial da Tuyo depois de decidirem não viver mais na mesma casa. “Morando juntos, a gente sempre compôs sozinhos. Agora, a gente compõe junto e moramos sozinhos”, conta sobre o processo de “separação”.

 

Ao passo que foram traçando novos limites geográficos, os integrantes também revisitaram as próprias emoções para entender como a sensação de não pertencimento e o movimento de partida – inspirações para “Vitória Vila Velha” e “O Jeito É Ir Embora”, respectivamente – marcam o “adultecimento” dentro de cada um. “Ir embora parece fazer sentido, mas, nessa jornada de autoconhecimento, percebemos que muitos dos nossos fantasmas e questões nos acompanham quando a mudança é apenas geográfica”, devaneia Lay. Estes fantasmas, inclusive, aparecem em “O Que Você Diria Agora”, composição atravessada por uma despedida impulsiva, causada por raiva e decepção. “Muitos sentimentos morrem e nascem de uma despedida desnecessária. No momento da partida, a saudade já nasce cristalizada”, reflete Machado.

 

Além de sensações densas, o álbum também abraça a leveza: “Sonho da Lay”, outra faixa registrada em um videoclipe (assista aqui), é bem representativa da partida da Tuyo rumo a experimentações com elementos mais pop e da estética visual que também conduziu a construção da capa do disco, fotografada no Galpão Teo, em São Paulo, por Juh Almeida. Luccas Carlos, nome de destaque na cena nacional por suas melodias e refrões, participa da canção, democratizando os temas densos tratados pela Tuyo sem perder a profundidade. “Sem Mentir” (sexta faixa do álbum) também foi escolhida como single e chegou ao público no ano passado por funcionar como um bom prólogo das reflexões pós-tempestade que brotaram nos membros da banda. Seguindo estes questionamentos impulsionados pela liberdade que os músicos vêm criando para si, “Tem Tanto Deus”, sétima faixa de Chegamos Sozinhos Em Casa, vai de encontro a ideias religiosas sobre um criador e propõe que o temido fim dos tempos não seja necessariamente triste e cheio de dor, podendo ser um alívio e um momento de paz.

 

Produzido a oito mãos, este volume um conta com Janluska, Jvck, Bruno Giorgi e Lucas Silveira – o último também está presente na tracklist, dividindo os vocais de “Pronta Pra Cair”, colaboração que dá continuidade à parceria iniciada em 2019, na música “Cada Acidente”, do disco Sua Alegria Foi Cancelada, da Fresno. Lio, Lay e Machado contam com mais duas participações especiais neste trabalho: Jaloo está em “Pra Curar”, que debocha do nome do primeiro disco do grupo, de 2019; enquanto Jonathan Ferr marca presença em “Toda Vez Que Eu Chego em Casa”, canção que traz o aconchego de entrar em um espaço seguro depois das incertezas enfrentadas quando pisamos fora de casa. “Tem muito a ver com o momento em que abrimos a porta pra sair. A gente vive uma aventura, nunca dá pra saber o que espera do lado de fora e quando chegamos parecemos soldados voltando da guerra”, reflete Lay.

 

Chegamos Sozinhos em Casa não chega como um antídoto aos machucados dessa guerra, nem com feridas cicatrizadas. Assim como canta a Tuyo, “nenhuma dor é pra curar”, mas tá aí uma trilha boa para todo e qualquer processo vivo que nos coloque para “nos olharmos no espelho e fazer deste momento um encontro com você mesmo”, como destaca Lio.

 

Tuyo foi selecionado pelo programa Natura Musical, por meio da lei federal de incentivo à cultura, ao lado de nomes como Elza Soares, Emicida, João Donato e Letrux. Ao longo dos 16 anos, Natura Musical já ofereceu recursos para mais de 140 projetos no âmbito nacional, como Lia de Itamaracá, Mariana Aydar, Jards Macalé e Elza Soares.

 

“Nós acreditamos no impacto transformador que a música pode ter no mundo. E os artistas, bandas e projetos de fomento à cena selecionados pelo edital Natura Musical têm essa potência de mobilizar o público na construção de um mundo mais bonito, cada vez mais plural, inclusivo e sustentável”, afirma Fernanda Paiva, Head of Global Cultural Branding.

 

Assista “O Jeito É Ir Embora” aqui

 

Ouça “Chegamos Sozinhos em Casa” aqui

 

Ficha Técnica:

TUYO | Chegamos Sozinhos em Casa

 

Direção Musical: Janluska e Tuyo
Produção Musical: Lucas Silveira, Janluska, jvck e Bruno Giorgi
Mixagem: Guigo Berger
Masterização: Red Traxx Mastering (Tichauer)
Capa do disco:
Foto: Juh Almeida (@juhafotografa)
Direção de arte e Projeto Gráfico: Edi (@edizinha__)
Gaffer: Tatiane Ursulino (@tatiane_ursulino)
Tratamento: Jack Bones (@jack.bones) e Rony Hernandes (@ronyhernandes)
Beauty: Yanke (@muayanke)
Styling: Jorge Moura (@jorgmoura)
Produção: Lio (@liozinhadagalera) e Marina Amano (@listodigital)
Assistente de Produção: Tuti Camargo (@eututi) e Chrisley Hernan (@chrisleyhernan)
Parceria: Galpão Teo (@galpaoteo)

 

1. Vitória Vila Velha
Produção: Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado

 

2. O Jeito é Ir Embora
Produção: Lucas Silveira e Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado

 

3. Sonho da Lay feat Luccas Carlos
Produção: jvck e Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado, Luccas Carlos

 

4. Pronta pra Cair feat Lucas Silveira
Produção: Lucas Silveira e Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado

 

5. Tem Tanto Deus
Produção: Lucas Silveira e Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado

 

6. Sem Mentir
Produção: Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado

 

7. O Que Você Diria Agora
Produção: Bruno Giorgi e Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado

 

8. Pra Curar feat Jaloo
Produção: jvck e Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado

 

9. Toda Vez Que Eu Chego em Casa feat Jonathan Ferr
Produção: Jonathan Ferr e Janluska
Composição: Lio, Lay Soares, Machado, Jonathan Ferr

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Assessoria de Imprensa  Natura Musical