Vamo Nessa, mini-doc revela paixão de ZéVitor pelo bom e velho volkswagen

Como se o clima de Vamo Nessa já não bastasse para suscitar na imaginação do ouvinte um Fusca pronto pra cair na estrada, o clipe do single de ZéVitor nos traz essa imagem de bandeja e se assemelha, aliás, em tudo ao velho Volkswagen… É robusto, carismático e barato. Com a sagacidade, porém, de evitar atalhos já batidos, o roteiro opta pelo silêncio do motor desligado e deixa que a viagem aconteça na mente do espectador.

 

Pois se o imprevisto é o que torna a aventura mais emocionante – sobretudo em se tratando de um Fusca –, a angústia da espera pela companheira que jamais chega é mesmo comovente e dá ao espectador o contraste inusitado entre o que escuta e o que vê. Afinal, quem vibrou com o refrão que convida a partir não esperava que se tratasse de partir o coração.

 

E se o clipe dirigido por Cristiana Britto não revela os detalhes da sua relação com o carro mais amado do Brasil, o mini documentário sobre a paixão AirCooled de ZéVitor cumpre esse papel com louvor.

 

Narrado pelo cantor, o vídeo de precisos quatro minutos mostra que de contrastes inusitados está repleta a história do automóvel criado na Alemanha nazista e ressignificado anos mais tarde como símbolo de liberdade e rebeldia, a ponto de inspirar Walt Disney em um de seus mais emblemáticos exemplares: o Herbie do filme ‘Se Meu Fusca Falasse’ e de outros sucessos do cinema.

 

Não menos eloquente, o Jango, estrela de Vamo Nessa, também tem muito o que falar. O modelo bordô 1964 de seu primo Márcio mostra que a ligação com a marca vem de família. Segundo consta, a mãe do artista aprendeu a dirigir em um desses e seu pai, quando ainda morava na roça, fez de seu antigo Volks um galinheiro – sem falar nos modelos gêmeos 1961 do próprio Zé e a Kombi de seu bisavô, uma das primeiras fabricadas no Brasil.

 

Com estreia marcada para o próximo dia 4 de maio, às 14h no YouTube, o mini doc revela a faceta despojada de um ZéVitor amante de relíquias e caçador de aventuras. Por mais que o fusquinha seja, paradoxalmente, um velho fascínio da juventude, poucos são os músicos dessa geração que se atreveriam hoje a exibir tal caranga em vez de possantes venenosos e super máquinas futuristas em seus clipes. Disposição, no entanto, é mesmo o que se espera dos românticos irremediáveis como ZéVitor.

 

Vamo Nessa | ZéVitor

Assista no Youtube

AirCooled MiniDoc, a partir de 4/5 às 14h: https://youtu.be/u960ZhwBl9o  

Clipe: https://youtu.be/34FIoinpnpM

Ouça no Spotify: https://found.ee/SpotifyZeVitor

 

 

 

 

 

Com informações: Adriana Bueno – Assessoria de Imprensa