André Abujamra reúne memórias afetivas musicais em novo álbum “Duzoutruz, Volume 1”

Trabalho é o primeiro projeto de intérprete do artista

 

André Abujamra reúne músicas que fazem parte da playlist de sua vida em “Duzoutruz, Volume 1”, seu primeiro projeto de intérprete. Multi-artista e um dos principais nomes da música alternativa brasileira há 40 anos, ele se reinventa em lançamento do selo A Música Vive. O disco chega junto do clipe de “Mulher Segundo o Meu Pai”.

 

Ouça “Duzoutruz, Volume 1”: https://tratore.ffm.to/duzoutruzvol1

 

Assista “Mulher Segundo o Meu Pai”: https://youtu.be/RIflkVZtsxI

 

De Banda Metrô a Caetano Veloso, de Arnaldo Antunes a Itamar Assumpção, de Zélia Duncan a Paulinho Moska: todas as faixas são frutos de memórias afetivas neste projeto que surgiu durante a pandemia e com André finalizando seu último disco solo.

 

“Nunca havia gravado oficialmente músicas ‘duzoutroz’ como intérprete. Depois de gravar ‘Saiba’, do Arnaldo Antunes, me deu uma vontade enorme de seguir gravando outros compositores que admiro muito. Fui lembrando de músicas que sempre gostei e foi saindo uma lista boa. O critério de decisão foi descobrir o que me tocava o coração”, conta.

 

Assista ao clipe de “Saiba”: https://youtu.be/Pq5d8k2-FyQ 

 

Assista ao clipe de “Béradêro”: https://youtu.be/W31bffAEXrQ 

 

Filho de Antônio Abujamra, um gigante do teatro brasileiro, André herdou do pai o talento e a necessidade em provocar a ordem vigente, e em mais de quatro décadas de carreira se firmou como uma das grandes mentes criativas da música do Brasil. Cantor, compositor, guitarrista, percussionista, pianista, produtor musical, ator, diretor de teatro e cinema, ele começou a se destacar em nível nacional nos anos 80 com o duo Os Mulheres Negras, com Maurício Pereira.

 

Em meados dos anos 90, estreou como líder, guitarrista e vocalista da banda Karnak, com repercussão internacional.  Também arruma tempo para seus projetos experimentais como AbcyÇwÖk, Fat Marley e Turk e para trabalhar em mais de 70 trilhas sonoras para cinema e TV.

 

Seus discos solo incluem “O Infinito de Pé” (2004), “Retransformafrikando” (2007),  “Mafaro” (2010), “O Homem Bruxa” (2015), “Omindá” (2018) e “Emidoinã” (2020). Com o próprio artista responsável por todos os instrumentos e mixagem, agora “Duzoutruz, Volume 1” vem para somar a esta discografia elogiada e está disponível em todos os serviços de streaming de música.

 

Ouça “Duzoutruz, Volume 1”: https://tratore.ffm.to/duzoutruzvol1

 

Assista “Mulher Segundo o Meu Pai”: https://youtu.be/RIflkVZtsxI

 

Tracklist:

 

1 – Saiba

2 – Refazenda

3 – Béradêro

4 – Mulher Segundo o Meu Pai

5- Beat Acelerado

6- Lágrimas de Diamantes

7 – Miséria S/A

8 – Nos Lençóis Desse Reggae

9 – Oração ao Tempo

10 – Gentileza Gera Gentileza

11 – Nuvens

12 – Coração Tranquilo

13 – Lenda do Pégaso

14 – Paz é Inutil para nós

15- Uh Uh Uh, Lá Lá Lá, Ié Ié

 

Ficha Técnica:

 

Artista: André Abujamra

Instrumentos: André Abujamra

Mixagem: André Abujamra

Masterização: Sergio Soffiatti

 

Siga André Abujamra:

 

Facebook: https://www.facebook.com/andreabujamraoficial

Youtube: https://www.youtube.com/user/xirian2006

Soundcloud: https://soundcloud.com/andre-abujamra

Site: http://www.andreabujamra.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Nathália Pandeló Corrêa –  Build Up Media –  http://www.buildupmedia.com.br