Catálogo de Simone é renovado nas plataformas musicais

Nove álbuns da fase da cantora na Sony Music Brasil são liberados

 

Enquanto não sai o primeiro álbum de Simone em oito anos, novo trabalho previsto para o começo de 2022, é possível viajar pelo repertório da cantora e matar as saudades de nove álbuns da Cigarra que ainda não estavam disponíveis nas plataformas musicais. A maioria deles são dos anos 1980, época em que a cantora se tornou a maior vendedora de discos da década.

 

Acabam de entrar no catálogo discos da fase em que a cantora tinha contrato com a Sony Music Brasil. Depois de muita espera, finalmente os álbuns “Amar” (1981), “Corpo e Alma” (1982), “Delírios e Delícias” (1983), “Desejos” (1984), “Cristal” (1985), “Amor e Paixão” (1986), “Sedução” (1988), “Simone” (1989), e “Simone Bittencourt de Oliveira” (1995) já podem ser ouvidos com todas as suas faixas.

 

Aliás, há muitas pérolas gravadas por Simone entre os discos. “Amar” tem um dueto de Simone com Gal Costa na faixa “Bárbara”, de Chico Buarque e Ruy Guerra, que fecha o disco. A Cigarra também gravou a faixa-título e “Encontros e Despedidas”, ambas de autoria de Milton Nascimento e Fernando Brant. ˆTô Que Tô”, de Kleiton e Kledir, e “O Sal da Terra”, de Beto Guedes e Ronaldo Bastos, são sucessos do disco “Corpo e Alma”, assim como “Corpo” e “Alma”, ambas de Abel Silva e Sueli Costa.

 

“Delírios e Delícias” vem com o samba “O Amanhã”, de João Sérgio, imortalizado na voz de Simone. O álbum seguinte, “Desejos”, vem com a gravação de “Iolanda”, de Pablo Milanés e Chico Buarque. “Cristal”, de 1985, foi um dos álbuns mais vendidos de Simone. Já “Amor e Paixão” bateu na casa de 1 milhão de discos vendidos e contém uma versão para “Mania de Você”, de Rita Lee e Roberto de Carvalho. A faixa-título é de Milton Nascimento e Fernando Brant.

 

“Sedução” é um marco da amizade de Simone e Cazuza. Dele, ela gravou as músicas “Codinome Beija-Flor” e “O Tempo Não Para”. Tema da novela “Tieta”, “Uma Nova Mulher”, de Paulo Debétio e Paulinho Resende, é um grande sucesso do disco “Simone”, de 1989, outro grande recordista de vendagem. “Simone Bittencourt de Oliveira” vem com gravações de músicas de Gilberto Gil (“Procissão”), Chico Buarque (“Noite dos Mascarados” e “Quem Te Viu, Quem Te Vê”), Martinho da Vila (com Zé Catimba em “Danadinho Danado”), entre outros.

 

 

Foto: Rodrigo Marques

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: DOBBS / SCARPA Assessoria de Comunicação