Coala Festival lança álbum ao vivo com registros da edição do ano passado

Gal Costa, Maria Bethânia, Djavan, entre outros nomes no line-up

 

O disco chega às plataformas de streaming, no dia 6 de abril, pelo Coala Records, selo ligado ao festival

 

O público que esteve no Coala Festival 2022 tem muita história para contar: da presença de artistas consagrados como Gilberto Gil, Djavan, Maria Bethânia e Alceu Valença no palco, do encontro emocionante de Gal Costa, em seu último show, com Rubel e Tim Bernardes e de outras memórias que a edição, realizada em três dias no Memorial da América Latina, em São Paulo, deixou para quem ama a música brasileira em toda sua diversidade. Para dar conta de uma visita a essas lembranças, o Coala Records — selo do festival — lança, no dia 6 de abril (quinta-feira),Ao Vivo no Coala (ouça aqui), com 12 faixas que navegam pelas sonoridades que marcaram a última edição.

 

“Sempre que penso em um álbum, penso no futuro e em  como ele pode reverberar daqui a 30, 40, 50 anos porque todo álbum é um registro histórico. O “Ao Vivo no Coala” é uma fotografia do momento que estamos passando no Brasil hoje por retratar o encontro de gerações,  a transição da música brasileira do século 20 para o século 21, a multiplicidade de gêneros e o estilo de curadoria que gostamos de fazer”, explica Gabriel Andrade, sócio-fundador e curador do festival.

 

Abre a coletânea de 12 faixas a gravação de “Tigresa”, cantada por Gal Costa com Rubel e Tim Bernardes. “Gal está entre as maiores cantoras do Brasil e do mundo, é fundamental na nossa música e teve uma imensa contribuição para o imaginário popular brasileiro. É quase inacreditável que o último show dela tenha sido no Coala; foi um show lindo, potente, eterno para todos que estavam lá. Ter esse registro é uma grande honra e faz com que, de certa forma, essa edição do Coala também seja eternizada. , pontua Fernanda Pereira, diretora geral do evento.

 

Ainda fazem parte do álbum as canções  “Um Índio”, na voz de Maria Bethânia; “Baby 95”, de Liniker; “Garota de Ipanema”, cantada por Gilberto Gil e a neta, Flor Gil; “Açaí”, de Djavan; “Por Supuesto”, de Marina Sena; “Girassol”, de Alceu Valença; “Maresia”, de Rachel Reis, “Bombinha”, de Juliana Linhares e Chico Chico; “Planos”, do rapper BK’;  “Lua Comanche”, do grupo Bala Desejo; e “Cifrão In Pé”, de Nego Bala. Os dois últimos, inclusive, fazem parte do selo Coala Records. “Esse disco une gigantes como Gal Costa, Maria Bethânia, Gilberto Gil, Djavan e Alceu a diversos novos artistas e bandas que estão se destacando atualmente; alguns que estavam, inclusive, apresentando seu primeiro álbum no festival, como Bala Desejo, Marina Sena, Rachel Reis, Nego Bala e  Juliana Linhares”, completa  Gabriel.

 

Na produção audiovisual, a edição do ano passado também recebeu um documentário (acesse aqui), com cenas de cada detalhe do evento, do palco às ativações das marcas. Em 2021, o Coala Records lançou um EP da edição Coala.VRTL, material fonográfico que também nasceu diretamente do Coala Festival.

 

Em 2023, na nona edição do Coala Festival, o encontro com o público está marcado para os dias 15, 16 e 17 de setembro, no Memorial da América Latina, já com as primeiras atrações confirmadas. São elas: OlodumBaiana, encontro percussivo entre Olodum e BaianaSystem, pela primeira vez em São Paulo, Novos Baianos, celebrando 50 anos de banda, e as parcerias de Angela Ro Ro com Letrux e Fafá de Belém convida Johnny Hooker.

 

Ouça Ao Vivo no Coala aqui

 

Tracklist:

 

  1. “Tigresa” – Gal Costa, Rubel e Tim Bernardes
    2. “Garota de Ipanema” – Gilberto Gil e Flor Gil
    3. “Um Índio” – Maria Bethânia
    4. “Açaí” – Djavan
    5. “Girassol” – Alceu Valença
    6. “Bombinha” – Juliana Linhares e Chico Chico
    7. “Lua Comanche” – Bala Desejo
    8. “Baby 95” – Liniker
    9. “Por Supuesto” – Marina Sena
    10. “Maresia” – Rachel Reis
    11. “Cifrão In’Pé” – Nego Bala
    12. “Planos” – BK’


Ficha Técnica:


Produção: Coala.Music
Engenheiro de Gravação: Guilherme Batoh
Mixagem: Claudio Abuchaim
Duda Mello / DSP Studio (“Tigresa”)
João Milet e Feijuca (“Baby 95”)
Edu Costa (“Um Índio”)
Marcelo Saboia (“Açaí”)
Masterização: Claudio Abuchaim
Alexandre Rabaço / Aura Studio (“Tigresa”)
João Milet (“Baby 95”)
Marcelo Saboia (“Açaí”)
Tratamento de Voz: Dani Mariano (“Baby 95”)
Edição de Áudio: Lucca Bruno
Selo: Coala Records


“Tigresa” (Gal Costa, Rubel part. Tim Bernardes)
Voz: Gal Costa
Voz e Violão: Rubel
Voz e Guitarra: Tim Bernardes
Bateria: Vitor Cabral
Teclado: André Lima
Baixo: Fábio Sá


“Garota de Ipanema” (Gilberto Gil e Flor Gil)
Voz e Violão: Gilberto Gil
Bateria: Marcelo Costa
Guitarra: Guilherme Lirio
Baixo: Ben Gil
Voz e Teclado: Flor Gil

 

“Um Índio” (Maria Bethânia)
Voz: Maria Bethânia
Violão: João Camarero
Percussão: Lan Lanh
Percussão: Marcelo Costa
Baixo: Jorge Helder
Violas, Violão e Guitarra: Paulo Dafilin
Piano: Marcelo Caldi

 

“Açaí” (Djavan)
Voz: Djavan
Teclado: Paulo Calasans
Bateria: Felipe Alves
Teclado: Renato Fonseca
Baixo: Marcelo Mariano
Guitarra: Torcuato Mariano Martinez
Trompete e Fluguelhorn: Diogo Gomes
Sax e Flauta: Marcelo Martins
Trombone: Rafael Rocha

 


“Girassol” (Alceu Valença)
Cantor e Compositor: Alceu Valença
Bateria: Cássio Cunha
Teclado: Tovinho
Baixo: Nando Barreto
Guitarra: Zi Ferreira
Sanfona: André Julião

 

“Bombinha” (Juliana Linhares e Chico Chico)
Voz: Juliana Linhares
Voz: Chico Chico
Teclado: Pedro Fonseca
Bateria: Lourenço Vasconcellos
Baixo: Miguel Toledo
Guitarra: Elísio Freitas
Percussão: Boka Reis
Guitarra: Caio Barreto

 

“Lua Comanche” (Bala Desejo)
Voz: Dora Morelenbaum
Voz, Teclado e Guitarra: Lucas Nunes
Voz e Violão: Zé Ibarra
Voz: Julia Mestre
Bateria: Thomas Harres
Percussão: Daniel Conceição
Baixo: João Moreira
Trompete: Diogo Gomes
Sax: Jorge Continentino
Trombone: Rafael Steinbruck
Trompete: Gilberto Júnior
Trompete: Anderson Bicudo

 

“Baby 95” (Liniker)
Arranjo, Direção Musical e Voz: Liniker
Violão, Cavaquinho e Arranjo: Fejuca
Baixo: Ana Karina Sebastião
Bateria: Serginho Machado
Teclado: Vitor Arantes
Percussão: Dennys Silva
Trombone: Ed Trombone
Sax: Sintia Piccin
Trompete: Richard Fimino

 

“Por Supuesto” (Marina Sena)
Voz: Marina Sena
Guitarra: Janluska
Baixo: Levy Santiago
Bateria: Iuri Rio Branco
Edição de Voz: Enrico Nulman


“Maresia” (Rachel Reis)
Voz: Rachel Reis
Guitarra: Guilherme Assis
Baixo: Tomaz Loureiro
Bateria: Paulo Tiano

 

“Cifrão In Pé” (Nego Bala)
Voz: Nego Bala
MPC/DJ: Pedro Starosta Luce
Teclado: Bruno Bruni
DJ: Wagner da Silva Dias
MPC: Arthur Soares


“Planos” (BK’)
Voz: BK’
Voz: Luccas Carlos
Dobra: JXNV$
DJ: Thiago Diaz

 

Sobre Coala Records


O Coala surgiu em 2014 como um festival essencialmente focado na música brasileira e deu origem, em 2019, ao Coala Records, selo que tem a mesma essência. Atuando no desenvolvimento de projetos de artistas nacionais, ao lado de uma equipe especializada em criar música desde a parte conceitual até o produto final, o selo já contabiliza 7 projetos desde então.

 

Em 2021, o Coala Records lançou o disco Da Boca do Lixo, do funkeiro Nego Bala – o curta-metragem SONHO, concebido para esse trabalho em parceria da joint-venture AKQA\Coala.LAB com a produtora Stink Films, ganhou o Grand Prix do Clio Music Awards, na categoria “Film/Video” no ano seguinte. Antes disso, o selo já havia apresentado os EPs Fluxo do Futuro (2019), do duo Deekapz feat. Kevin O Chris, e o Coala.VRTL, que reúne cinco músicas registradas na edição 2020 do Coala Festival, realizado em meio à natureza e transmitido digitalmente. O disco Descompondo o Silêncio (2020), da Academia da Berlinda, também integra a lista de produtos do Coala Records.

 

De lá pra cá, foi apresentado o elogiado álbum SIM, SIM, SIM (2022), do grupo Bala Desejo – ganhador do Grammy Latino na categoria “Melhor Álbum Pop em Português” –, e o Mil Coisas Invisíveis (2022), celebrado segundo disco-solo de Tim Bernardes. Em 2023, o primeiro movimento do selo foi o lançamento de As Palavras Vol. 1 & 2, terceiro álbum de Rubel, que tem participações de Milton Nascimento, Luedji Luna, Tim Bernardes, Xande de Pilares, Gabriel do Borel, BK’, Liniker, Ana Caetano, MC Carol, Mestrinho, Deekapz e Bala Desejo.

 

Agora, o Coala Records foca em fomentar ainda mais os nomes nacionais, entre eles, o cantor e compositor alagoano Bruno Berle. A ideia é seguir apostando em artistas novos sem deixar de lado os medalhões da cena brasileira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Trovoa Comunicação

#SIGA NO INSTAGRAM
The Blues Brothers Live
Hoje (16/07), é aniversário do brilhante cantor e compositor Ed Kowalczky @edkowalczyk da banda Live @livetheband que completa 53 anos.

#edkowalczyk #happybirthday #Live #boomerangmusic
Hoje (16/07), é aniversário do brilhante baterista Stewart Coperland @stewart_copeland da banda The Police @thepolicebandofficial que completa 72 anos.

#thepolice #boomerangmusic #stewartcopeland
A banda MR. BIG FINALIZA SUA CARREIRA COM ‘THE BIG FINISH LIVE’ com dois lançamentos

MR. BIG formada por Eric Martin (vocal principal), Paul Gilbert (guitarra, vocal), Billy Sheehan (baixo, vocal), Nick D'Virgilio (bateria, vocal) - está encerrando sua carreira de 35 anos em GRANDE… com não um, mas dois lançamentos de álbuns. 

O primeiro é o décimo álbum de estúdio, TEN, lançado em 12 de julho. O último álbum ao vivo lançado será The BIG Finish Live, que será lançado em 6 de setembro.

 Lista de músicas 
 
1. Addicted To That Rush
2. Take Cover
3. Undertow
4. Daddy, Brother, Lover, Little Boy (The Electric Drill Song)
5. Alive And Kickin'
6. Green-Tinted Sixties Mind
7. CDFF- Lucky This Time
8. Voodoo Kiss
9. Never Say Never
10. Just Take My Heart
11. My Kinda Woman
12. A Little Too Loose
13. Road To Ruin
14. To Be With You
15. Big Love
16. The Chain
17. Promise Her The Moon
18. Where Do I Fit In
19. Wild World
20. Paul Gilbert Guitar Solo
21. Colorado Bulldog
22. Billy Sheehan Bass Solo
23. Shy Boy
24. 30 Days in the hole
25. Good Lovin'
26. Baba O' Riley

The BIG Finish Live é um novo álbum ao vivo e filme-concerto da turnê de despedida “The BIG Finish” do MR.BIG, onde a banda tocou seu álbum LEAN INTO IT, que vendeu um milhão de cópias, na íntegra, além de clássicos adicionais do MR.BIG. 

Filmado em 4K no Budokan em Tóquio, Japão, em 26 de agosto de 2023, esta performance histórica estará disponível em diversos formatos de alta qualidade: Vinil Preto 180g (3 LP), SACDs Estéreo Híbrido Multicanal (2), MQA -CDs (2), CDs MQA + Blu-Ray (2), Blu-ray 4K Ultra HD (apresentando bastidores e filmagens de entrevistas) e cassete (2). 

Todos esses formatos virão com um livreto/inserção que inclui fotos inéditas de sua apresentação no Budokan, bem como um adesivo ou cartão postal para os fãs.

Aguardem !!

#mrbig #boomerangmusic
A Netflix @netflix soltou o poster da quinta e última temporada da série Stranger Things @strangerthingstv 

A primeira parte da última temporada estreia em 2025, lembrando que ela será dividida em duas partes.

Estão curiosos? 

#strangerthings #boomerangmusic #netflix
Hoje (09/07), é aniversário do brilhante ator e produtor Tom Hanks @tomhanks que completa 68 anos.

#tomhanks #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (09/07), é aniversário do cantor e compositor Jack White @officialjackwhite que completa 49 anos.

Fundador das bandas The White Stripes e The Raconteurs

#jackwhite #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (09/07), é aniversário do cantor, compositor e vocalista da banda Siimple Minds @simplemindsmusic Mr. Jim Kerr @jim_kerr_official_  que completa 65 anos.

#jimkerr #happybirthday #boomerangmusic