EP “Madame” é primeiro lançamento da cantora Marô pelo slap, selo da Som Livre, e chega ainda com clipe da faixa “Madame da Night”

Com sonoridade urbana e contemporânea, as três canções do projeto falam em ordem cronológica sobre diferentes fases de um relacionamento

 

O primeiro EP da carreira da cantora Marô, “Madame”, já está disponível em todas as plataformas digitais – ouça aqui . Com três músicas compostas pela artista, o projeto tem direção musical de Paul Ralphes e é fruto da parceria entre os selos We4Music e slap, da Som Livre. Com sonoridade urbana e contemporânea, as canções do projeto – “Madame da Night“, “Não F***!” e “Pensar em Mim” – falam, em ordem cronológica, sobre diferentes fases de um relacionamento. A track “Madame da Night”, música de trabalho do EP, chega ainda com um clipe no canal oficial de Marô no YouTube – assista aqui .

 

As canções abordam desde o início de um relacionamento até o momento pós-término. A primeira faixa, “Madame da Night“, conta sobre o momento da conquista e o começo de uma relação. A música enfatiza a liberdade sexual e o amor próprio, já que conta sobre conhecer pessoas novas, sem se apegar, viver intensamente e curtir a vida. Já a segunda canção, “Não F***!“, destaca o momento do relacionamento em que já foi construída uma intimidade. A letra fala sobre os conflitos de convivência e o jogo de cintura que uma relação precisa. E a última, “Pensar em Mim“, reflete sobre o momento em que se percebe a hora de ir embora e que às vezes é preciso seguir caminhos diferentes e se colocar em primeiro lugar.

 

A faixa-foco, “Madame da Night” – que conta também com a composição de Vitão, entre outros artistas -, ganhou hoje, dia 11 de novembro, às 11h11, seu clipe oficial. Gravado no centro de São Paulo e com direção da Cavallaria, a produção audiovisual traz uma energia bem urbana e contemporânea. “O clipe se baseia muito na minha pessoa e em como eu lidava com as conexões novas na minha vida. As cenas são uma espécie de fashion filme, que refletem bem a leveza, a liberdade e a independência da letra”, conta Marô.

 

Nascida em Criciúma/SC, Marô soma mais de 6,8 mil inscritos no Spotify, 12 mil seguidores no Instagram e mais de 1,7 mil inscritos no YouTube, e tem três clipes lançados: “Bounce“, de 2020, e “Walking Distance” e “To My Ex“, de 2019. Sua música transita entre o pop e o R&B, com elementos do jazz, soul e hip hop, e suas referências musicais transitam por Gloria Groove, Rita Lee, Tim Maia, Paul McCartney, Marcos Valle, Péricles e Tina Turner.

 

A cantora faz parte do casting do selo We4 Music, criado em 2020, pelo empresário Rafael Rossatto, os produtores musicais Douglas Moda e Nave e o engenheiro de áudio, Luciano Scalércio, e que também tem na sua lista de artistas os cantores Luccas Carlos e Hodari.

 

EP “Madame” – Marô

Lançamento slap / Som Livre – 11 de novembro/2021

 

Ficha Técnica | EP “Madame”

 

Gravadora: We4Music / slap-Som Livre

Direção Musical: Paul Ralphes

Produção Musical: Paul Ralphes e We4Music (Douglas Moda e Nave)

 

Músicos e faixas:

 

1.Madame da Night

(Marô, Nave, Vitão, Douglas Moda e Manoel Andrade)

Músicos: Hodari (baixo), Mackson Kennedy (guitarra), Herbet Medeiros (teclado), Nave (programações eletrônicas), Douglas Moda (samples), Felipe Bade (violão de Nylon) e Paul Ralphes (samples e teclados).

 

2.Não F***!

(Marô, Nave, Douglas Moda e Manoel Andrade)

Músicos: Herbert Medeiros (teclado), Julio Mosil (baixo), Leandro Wesley (guitarra), Douglas Moda (samples), Nave (programação eletrônica), Paul Ralphes (samples, teclados e guitarra).

 

3.Pensar em Mim

(Marô)

Músicos: Paul Ralphes (programação de bateria, percussão, samples, teclados e baixo) e Felipe Bade (violão).

 

Ficha Técnica | Clipe “Madame da Night”

 

Criação, Direção, Fotografia e Montagem: Cavallaria

Arte: Fátima Sonsa

Realização: We4Music

 

Sobre Marô

 

Natural de Criciúma e com 24 anos, Marô transita entre o pop e o R&B, com elementos do jazz, soul e hip hop. A música é presente em sua vida desde criança, quando seu pai tocava violão e a instigava a cantar músicas como Beatles, MPB e Bossa Nova. Como era afinada e musical, começou a fazer aulas de violão. Na adolescência mudou para Nova Iorque por 2 anos, onde fez o final do ensino médio em um colégio interno. Foi lá que mostrou pela primeira vez para amigos que sabia tocar e cantar. Frequentou shows como The Roots, Beyonce, Jay Z. Foi nessa experiência que aperfeiçoou o inglês e começou a compor na língua. Quando terminou o Ensino Médio foi estudar Comunicação na Espanha, em Segóvia, mas 8 meses depois decidiu voltar ao Brasil e ir para Porto Alegre. Lá iniciou os estudos em Publicidade na ESPM, entretanto foi em Porto Alegre que decidiu seguir na música, focando no estudo de canto e teoria e percepção musical, incentivada por amigos que reconheceram seu talento. Fechou parceria com o Selo Independente Nomma, sob o qual lançou 3 clipes: Walking Distance, Bounce e To My Ex. Nesse período montou uma banda e realizou shows em bares, festas e em festivais como o MECA. Tocou também em festas no Rio de Janeiro e São Paulo. Há dois anos mudou para São Paulo para focar 100% na música, assinou com o Selo We4 Music e se prepara para lançar o primeiro EP da carreira, “Madame“, pelo selo slap, da Som Livre.

 

Sobre o slap

 

O slap faz parte da vida de quem busca novas experiências musicais e orgulha-se de, desde 2007, fomentar a cena brasileira e também abrir as portas do mercado para novos artistas. Sua missão é potencializar artistas em construção e empoderar nomes independentes, incentivando o midstream e fazendo com que novos sons, originais e arrojados, cheguem a cada vez mais pessoas. O slap carrega em sua história grandes lançamentos de nomes no mercado como Maria Gadú, Ana Vilela, Silva e Scalene. Seus representantes possuem a autenticidade como característica e atualmente fazem parte do time artistas como Di Ferrero, Hodari, Jonathan Ferr, Luccas Carlos, Luthuly, Marcelo Jeneci, Maria Gadú, Marô, Gustavo Bertoni e Scalene.

 

@slapmusica

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Assessoria de comunicação slap – InPress Porter Novelli