Luna Vitrolira lança single e clipe de “Ajoelha e Reza”

A multiartista pernambucana Luna Vitrolira lança o single “Ajoelha e Reza”, primeiro de seu álbum “Aquenda – O amor às vezes é isso”, homônimo ao seu livro de poemas.

 

Neste trabalho, ela une poesia e música em 10 faixas autorais, a partir das experiências sonoras com base na corporeidade de sua voz, bem como na estética e rítmica dos poemas; também na diversidade artística e cultural de seu universo como jovem negra de periferia. Dessa forma, piano, sintetizadores, beats eletrônicos e percussões resultaram em uma sonoridade plural, com harmonias e polifonias não convencionais dentro da estrutura pop contemporânea, que põe em diálogo suas influências musicais como jazz, swingueira, brega-funk, rap, maracatu, coco e outros ritmos insurgentes.

 

O trabalho é um projeto artístico que será lançado junto com um curta-metragem dirigido por Gi Vatroi e Aida Polimeni, cuja trilha sonora é composta por 7 faixas do disco, integrando literatura, música, performance e cinema, resultado da personalidade caleidoscópica de Luna Vitrolira.

 

O clipe de “Ajoelha e Reza” dá uma mostra do que vem por aí. A produção musical e os arranjos são assinados por Amaro Freitas. O livro foi lançado em 2018 e o álbum – fruto de períodos de imersão, estudo e criação ao longo dos últimos 3 anos – será lançado em todas as plataformas digitais dia 26 de março, pela gravadora Deck, juntamente ao curta-metragem.

 

Em sua narrativa, o disco “Aquenda – O amor às vezes é isso” fala sobre o amor e questiona o modelo romântico ocidental, discutindo temas que envolvem a relação histórica da mulher com a sociedade e o sagrado ancestral. “O single ‘Ajoelha e Reza’ diz, à primeira vista, sobre prazer, mas, considerando as várias camadas da letra, também trata de autopertencimento e consciência do poder que as mulheres têm e podem exercer sobre si mesmas, como caminho para alcançar a plenitude cósmica” – conta Luna. O arranjo da música apresenta estrutura pop e foi pensado para potencializar o conceito e a atmosfera de liberdade, para representar sonoramente a força majestosa que toda mulher tem dentro de si.

 

Sobre Luna Vitrolira

 

Aos 28 anos, Luna Vitrolira é escritora, poeta, atriz, performer, apresentadora, Mestra em Teoria da Literatura, pesquisadora da poética das vozes e da poesia de improviso do Sertão do Pajeú/PE. Idealizadora dos projetos “De Repente uma Glosa”, “Mulheres de Repente” e “Estados em Poesia”, iniciou sua trajetória aos 15 anos como declamadora de poemas no universo da literatura oral e de Cordel. Ao completar 10 anos de carreira publicou seu primeiro livro de poemas, “Aquenda – O amor às vezes é isso”, finalista do prêmio Jabuti 2019, que recebeu destaque da crítica nacional.

 

 

 

 

Com informações: Batucada Comunicação

#SIGA NO INSTAGRAM
@colinhay @midiorama
Hoje (19/02), é aniversário da jovem atriz Millie Bob Brown @milliebobbybrown que completa 20 anos.

#milliebobbybrown #boomerangmusic #happybirthday #strangerthings
Hoje (19/02), é aniversário do cantor, compositor e ator Evandro Mesquita @evandromesquita que completa 72 anos.

Vocalista da banda Blitz @blitzoficial 

#evandromesquita #Blitz #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (19/02), é aniversário do cantor e compositor Seal @seal que completa 61 anos.

Um dos maiores nomes da música pop.

#seal #happybirthday #boomerangmusic
Se preparem que em agosto vai rolar o Australian Connection Festival @australianconnectionfestival com grandes bandas da Surf Music 

Hoodoo Gurus @hoodoogurus_official 
GangGajang @ganggajang 
SpyS 

Em breve passamos mais informações pra vocês!!

#hoodoogurus #australianconnectionfestival #Surfmusic #boomerangmusic
Lançado em 1984, o filme Footloose completa 40 anos.

O filme conta a história do recém-chegado de Chicago, o jovem Ren McCormak fica frustrado quando descobre que a pequena cidade do interior para a qual se mudou proíbe a dança e a música pop. Com a ajuda de seu novo amigo Willard e da adolescente rebelde Ariel, ele enfrenta uma árdua batalha para mudar a situação local. Mas o reverendo Shaw Moore, pai de Ariel, acaba se transformando em um grande obstáculo.

Dirigido por Herbert Ross e que conta com Kevin Bacon @kevinbacon Lori Singer, Sarah Jessica Parker @sarahjessicaparker John Lithgow e Diane West no elenco.

Clássico dos anos 80.

#footloose #boomerangmusic #40years