NARA PINHEIRO lança álbum “Tempo de Vendaval” pelo Selo Sensorial Centro de Cultura

Cantora e compositora mineira disponibiliza seu primeiro álbum autoral nesta sexta-feira (27), em todas as plataformas digitais.

 

Pré-save do álbum: https://onerpm.link/TempoDeVendaval

 

Natural de Juiz de Fora (MG), a cantora, compositora e musicista Nara Pinheiro se prepara para o lançamento do seu álbum de estreia, “Tempo de Vendaval”, que chega em todas as plataformas digitais, nesta sexta, dia 27 de janeiro, pelo Selo Sensorial Centro de Cultura.

 

“Tempo de vendaval” é um álbum que reúne diferentes sonoridades para expressar as sensações e paisagens internas da artista, seu amadurecimento enquanto mulher e musicista, os mistérios do tempo, das fases da vida e o elo do presente, do passado e do futuro. Nesse trabalho, Nara se desnuda e expõe sua voz, seus sons e sua poesia de maneira íntima nunca vista antes. O disco conta com nove faixas e foi gravado por Nara (voz e flautas); Marcio Guelber (violão 7 cordas); Camila Rocha (contrabaixo) e Antônio Loureiro (piano e bateria).

 

Como prévia do álbum, foram lançados dois singles: “Despertar”, em novembro de 2022, e “Âmago”, em dezembro de 2022. “Despertar” é uma música que fala sobre a passagem brilhante e intensa de uma estrela na terra, a busca pelo elo do tempo e por novos caminhos. Ouça ou baixe aqui: https://onerpm.link/NaraPinheiroDespertar. A composição é uma parceria de Nara Pinheiro e Marcio Guelber, assim como “Âmago”, canção que fala sobre as montanhas e paisagens de Minas Gerais, a vida e o cotidiano na Serra da Mantiqueira, a busca pela sensibilidade e pela simplicidade.

 

Ouça aqui: https://onerpm.link/NaraPinheiroAmago .

 

“Tempo de vendaval” é um disco autobiográfico, que conta sobre as experiências de vida da artista. Nesse trabalho, Nara usa a voz e a flauta para expressar sua musicalidade. Esse é certamente o trabalho mais importante da minha carreira, porque é a minha estreia enquanto cantora e compositora, ao mesmo tempo que retrata minha trajetória como instrumentista.”, explica Nara.

 

O álbum de estreia da artista reúne uma geração de talentosos compositores e instrumentistas que muito somaram na concepção do disco, que tem como referência a sonoridade e estética da música mineira, onde canções e temas instrumentais se misturam de maneira harmoniosa. “Nesse trabalho a gente celebra e apresenta nossas primeiras parcerias enquanto compositores. Ver esse disco nascer me faz pensar em toda trajetória que eu tenho ao lado da Nara, durante tantos anos, na música e na vida”, revela Marcio Guelber.

 

O álbum foi gravado à distância, durante a pandemia, com a direção musical de Antônio Loureiro. “A Nara me procurou para conversar sobre as possibilidades de gravar um disco remotamente. Disse que era perfeitamente possível, o álbum está soando lindo, gravamos parte dos instrumentos separadamente e fui à Juiz de Fora para acompanhar a gravação do que faltava: os violões do Marcio e vozes e flautas da Nara.”, conta Loureiro.

 

Nara representa uma nova geração de mulheres musicistas que vem desenvolvendo uma sonoridade própria. Sua produção musical, plural e refinada, pretende comunicar sobre sua essência humana e aproximar o público das experiências que lhe formam enquanto artista. “Desde que eu comecei a conceber esse disco muitos eventos atravessaram minha história, e a maternidade foi certamente desses momentos mais desafiadores e transformadores, que mudou minha maneira de ver a música, minha relação com meu instrumento e muitas das músicas que foram feitas junto com esse processo retratam o meu amadurecimento enquanto mulher e enquanto musicista.”, diz Nara.

 

O disco “Tempo de Vendaval” foi financiado pela Lei Murilo Mendes, por meio da FUNALFA – Prefeitura de Juiz de Fora, com apoio da Lei Aldir Blanc e SECULT/MG. A realização desse trabalho é uma construção coletiva que contou com o financiamento dos mencionados mecanismos de incentivo à cultura, além do apoio de 150 pessoas que contribuíram na campanha de financiamento coletivo realizada em maio de 2022, e do Sensorial Centro de Cultura, que é responsável pela distribuição das músicas.

 

 

MAIS SOBRE A ARTISTA

Nara Pinheiro – foto: Crédito: Marcela Calixto

 

Nara Pinheiro é musicista e compositora brasileira, natural de Minas Gerais. Atua como flautista e cantora apresentando seu trabalho autoral desde 2015 em festivais, teatros e casas de shows.

 

A artista representa uma nova geração de mulheres musicistas que vem desenvolvendo uma sonoridade própria, usando a voz e as flautas como ferramentas de expressão. Em 2022, venceu o do 21º Prêmio BDMG Instrumental com suas composições e arranjos e foi finalista do Prêmio da Música de Minas Gerais, marcando sua versatilidade como instrumentista e cantautora.

 

É mestranda em música pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, bacharel em flauta transversa pela Universidade Federal de Juiz de Fora e formada em flauta transversa pela Bituca – Universidade de Música Popular. Atua como professora de flauta transversa no Conservatório Estadual de Música em Juiz de Fora desde 2019.

 

Para saber mais, acesse:

 

Facebook: https://www.facebook.com/narapinheiromusica

Instagram: https://www.instagram.com/narapinheiromusica

YouTube: https://www.youtube.com/c/narapinheiro

Site: http://www.narapinheiro.com

Spotify: https://open.spotify.com/artist/4yet0L4UrxoU2rt9gxCvch?si=oMmUsAqXQgme6aOYUiVM_A

 

Apresentação ao vivo de “Âmago” – Bituca – https://www.youtube.com/watch?v=9rIPivsQc-g

 

Apresentação ao vivo de “Ilusão” – Prêmio BDMG Instrumental  – https://www.youtube.com/watch?v=Y5i4F_C4BK8

 

Faixas do álbum “Tempo de Vendaval” – Nara Pinheiro

 

  1. “CLAREIA” (Marcio Guelber/Nara Pinheiro)
  2. “TEMPO DE VENDAVAL” (Nara Pinheiro/Marcio Guelber)
  3. “DESPERTAR” (Marcio Guelber/Nara Pinheiro)
  4. “ÂMAGO” (Marcio Guelber/Nara Pinheiro)
  5. “SERENA” (Nara Pinheiro/Juliana Stanzani)
  6. “A LÔ” (Victor Guelber)
  7. “PARTO” (Antônio Loureiro/Thiago Amud)
  8. “MIRAGEM” (Marcelo Gehara/Arthur Ferreira)
  9. “ILUSÃO” (Nara Pinheiro/Marcio Guelber)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Luana Ribeiro  Assessoria de imprensa

#SIGA NO INSTAGRAM
@colinhay @midiorama
Hoje (19/02), é aniversário da jovem atriz Millie Bob Brown @milliebobbybrown que completa 20 anos.

#milliebobbybrown #boomerangmusic #happybirthday #strangerthings
Hoje (19/02), é aniversário do cantor, compositor e ator Evandro Mesquita @evandromesquita que completa 72 anos.

Vocalista da banda Blitz @blitzoficial 

#evandromesquita #Blitz #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (19/02), é aniversário do cantor e compositor Seal @seal que completa 61 anos.

Um dos maiores nomes da música pop.

#seal #happybirthday #boomerangmusic
Se preparem que em agosto vai rolar o Australian Connection Festival @australianconnectionfestival com grandes bandas da Surf Music 

Hoodoo Gurus @hoodoogurus_official 
GangGajang @ganggajang 
SpyS 

Em breve passamos mais informações pra vocês!!

#hoodoogurus #australianconnectionfestival #Surfmusic #boomerangmusic
Lançado em 1984, o filme Footloose completa 40 anos.

O filme conta a história do recém-chegado de Chicago, o jovem Ren McCormak fica frustrado quando descobre que a pequena cidade do interior para a qual se mudou proíbe a dança e a música pop. Com a ajuda de seu novo amigo Willard e da adolescente rebelde Ariel, ele enfrenta uma árdua batalha para mudar a situação local. Mas o reverendo Shaw Moore, pai de Ariel, acaba se transformando em um grande obstáculo.

Dirigido por Herbert Ross e que conta com Kevin Bacon @kevinbacon Lori Singer, Sarah Jessica Parker @sarahjessicaparker John Lithgow e Diane West no elenco.

Clássico dos anos 80.

#footloose #boomerangmusic #40years
Hoje (17/02), é aniversário do compositor, guitarrista e vocalista da banda Green Day @greenday Billie Joe Armstrong @billiejoearmstrong que completa 52 anos.

#billiejoearmstrong #happybirthday #boomerangmusic #greenday