Natiruts lança o primeiro clipe carbono neutro do mundo

“De Tanto Sol” (feat. Melim) é uma iniciativa sustentável graças à parceria da banda com a Carbonext.

 

Assista aqui.

 

“De Tanto Sol”, videoclipe da Natiruts com a participação da Melim, chega ao mundo fazendo a diferença no meio ambiente. Além de cenas espetaculares de um amor de verão em meio à natureza intocada do paraíso pernambucano Fernando de Noronha, este é o primeiro clipe Carbono Neutro do mundo. Isso significa que as emissões de carbono geradas com a produção do vídeo foram compensadas com ações que evitam o desmatamento e, consequentemente, a emissão de gases de efeito estufa. A direção é de Mess Santos.

 

“Temos a consciência de que tudo o que fazemos gera impacto negativo ao meio ambiente, pois a natureza é perfeita sem a intervenção humana. Mas tentamos fazer a nossa parte, sabendo que podemos fazer ainda mais”, diz Alexandre Carlo, vocalista da Natiruts.

 

Se a emissão de gás carbônico é algo inevitável, por outro lado, é possível estimular a consciência ambiental e realizar a compensação dessas emissões no mercado voluntário de créditos de carbono. Pioneira neste mercado, a Carbonext desenvolve projetos REDD+ (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação) de preservação de áreas da Floresta Amazônica com risco iminente de desmatamento. A empresa faz o mapeamento, a gestão dos projetos e monitoramento do impacto em tempo real, de forma que possa garantir as árvores de pé em um dos ecossistemas mais importantes do mundo, fundamental para combater as mudanças climáticas. Nesse processo, certificado por órgãos internacionais, gera-se crédito de carbono, remunerando os donos das terras que preservaram seus espaços com 70% da renda gerada com a comercialização dos créditos.

 

A parceria com a Natiruts aconteceu da seguinte forma: a Carbonext recebeu os detalhes de consumo com a logística do clipe (voos, consumo de água, de combustível, de energia, etc) e calculou quantas toneladas de gás carbônico foram emitidas durante a produção. Então, compensou essas emissões através dos créditos gerados com a preservação da floresta.

 

A Natiruts deixou de emitir 2,1 toneladas de CO2 na atmosfera e preservou 10 árvores de 30 anos na Floresta Amazônica. A produção do clipe ainda contribuiu com a economia local, já que a maior parte da renda gerada com a comercialização dos créditos de carbono fica para o desenvolvimento da população local.

 

“É muito gratificante compensar, pela primeira vez no Brasil, as emissões de um videoclipe, de uma banda que a gente adora e que tem um histórico de diversas ações sustentáveis. Certamente este movimento ajuda a estimular a sociedade na reflexão sobre seu papel na preservação da floresta e em frear os avanços do efeito estufa. Nós desenvolvemos projetos em mais de 2 milhões de hectares da Floresta Amazônica, protegendo cerca de 379 espécies de animais e plantas desse ecossistema tão rico. A Natiruts agora faz parte disso”, afirma Janaína Dallan, CEO da Carbonext.

 

Faixa do disco “Good Vibration – Vol. 1”, lançado em 2020, “De Tanto Sol” foi retratada em vídeo durante a passagem do show da Natiruts por Fernando de Noronha (PE), em dezembro do ano passado. O som é um reggae que ganha o tempero pop com a voz de Gabi Melim. A música é  um verdadeiro incentivo a sentir o sol e olhar o mar, enquanto a letra afirma que: para aprender a amar, não é preciso dinheiro.

 

“A gente quer a energia do bem

Na Palestina ou em Jerusalém

Lá em Noronha ou Guarda do Embaú

Que tudo seja dia de céu azul”.

(letra completa)

 

A turnê mundial “Good Vibration” já foi anunciada e também terá suas emissões de carbono neutralizadas. Bandas como Pearl Jam e Iron Maiden já realizaram turnês com compensação de pegadas de carbono.

 

ASSISTA:     https://www.youtube.com/watch?v=qgsEADQeSgw

 

ESCUTE:    https://smb.lnk.to/DeTantoSol

 

Natiruts e seu ativismo ambiental

 

Preservação da natureza é um tema que acompanha a Natiruts desde o início. A banda foi fundada em Brasília, em 1996, por Alexandre Carlo que, na época, era estudante e fiel frequentador dos paraísos naturais locais, como a Chapada dos Veadeiros.

 

A retórica de positividade, solidariedade e cuidado com o meio ambiente transcende as composições e se faz presente em ações concretas. Em 2015, a Natiruts realizou uma campanha com o Instituto Mais Cerrado em prol da recuperação das nascentes localizadas no Bioma e para fazer um contraponto ao ritmo de devastação no Cerrado.

 

A banda não se cala perante as queimadas ilegais que acontecem no país, sempre se posicionando a favor da natureza (assim como seus milhões de fãs). Em 5 de junho de 2021, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, a Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados promoveu o evento “Amazônia, resistência pela vida”, com a presença de personalidades sintonizadas com o tema, como Alexandre Carlo.

 

Em 2022, a turnê “Good Vibration” terá suas emissões de carbono compensadas. A banda irá circular pelo Brasil, EUA, países da América Latina e Europa.

 

 Links Natiruts:

 

https://www.instagram.com/natirutsoficial/

 

https://smb.lnk.to/GoodVibrationVol1

 

https://www.facebook.com/NatirutsOficial

 

https://www.youtube.com/natirutstv

 

Links Carbonext:

 

https://carbonext.com.br/

 

https://www.instagram.com/carbonext.oficial/

 

https://www.facebook.com/carbonext.oficial/

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações:  TROPI PRESS