Onda Mundial: Artistas brasileiros em compilação mexicana. Confira primeira parte!

Plataforma mexicana apresenta novos quatro singles de artistas brasileiros

 

A primeira parte da compilação “Desorden Y Progreso” organizada pela plataforma mexicana Onda Mundial já está disponível para audição. O lançamento mundial nesta sexta-feira, dia 24 de janeiro, apresenta mais quatro músicas de artistas nacionais, que misturam eletrônico com elementos da música brasileira, são eles: Raiany Sinara com “Noites são para”; DJ Malka com “Meus Remédios”; EXZ com a faixa “Campo Elástico” e a dupla Yule & JGB com “Santa Crew”.

 

Rainany Sinara é a produtora mais jovem da compilação e faz parte do Bandida Coletivo junto com a artista Badsista. O coletivo formado unicamente por mulheres de origem periférica se dedica a aumentar a acessibilidade à arte para a população que viva à margem. Na mesma pegada de privilegiar artistas marginalizadas está a DJ Malka. A produtora é responsável pela criação do único selo brasileiro focado no trabalho de artistas trans, a Trava Bizness. Malka traz uma música mais sombria e é a única que compôs letra para a faixa que brinca com a loucura atual do mundo sem deixar de fazer dançar em meio sua veia gótica.

 

EXZ conta que já estava trabalhando na música quando a Onda Mundial o procurou para o lançamento. “Eu já estava tocando a música ao vivo e via que a reação das pessoas era muito boa. Recebi este contato da Onda e pensei: ‘É, por que não?’. Eu achei que era uma ótima oportunidade para lançar essa faixa, que é uma boa síntese do que eu estava vivendo em São Paulo e foi finalizada em Berlim”, explica EXZ, paulista que trocou o Brasil pela capital da Alemanha. EXZ é conhecido em São Paulo por ter feito parte dos coletivos Mamba Negra e Voodoohop.

 

Fechando esta sequência está a dupla Yule & JGB que entrega uma faixa calcada no trip hop e flerta com o funk com os vocais de “Deixa os garoto brincar” do DJ Cabide. Yule & JGB fazem parte do coletivo Voodoohop. JGB conseguiu um grande feito, conquistou mais de 31 milhões de visualizações em seu remix de “Deixa a Gira Girar”, música que ficou conhecida na voz do grupo Os Ticoãs.

 

A primeira parte da compilação, que foi dividida em quatro e será lançada até abril de 2020, ainda trará nomes como Brisa Flow (MG), JLZ (DF), Teto Preto (SP), Telefunksoul (BA), DJ Patricktor4 (BA), DJ Tudo (SP), entre outros. Desorden y Progreso” tem seleção do produtor Béco Dranoff e Lucia Anaya, diretora de A&R da Onda Mundial. As quatro canções se unem a já lançada Egoísta do afro-francês e multiartista Loïc Koutana, que se apresenta com o nome artístico L’homme Statue e saiu em dezembro do ano passado.

 

“Essa música fala sobre minha mudança para o Brasil. Quando eu cheguei aqui, via famílias nos restaurantes, mães filhos passeando pelas ruas e, ficava me questionando se eu ter saído do meu país para viver o meu sonho era algum tipo de egoísmo”, revela. “De certa forma, eu sabia que sim, essa música é uma carta aberta que começa com ‘Sim, eu sou egoísta’”, contou Loïc na época do lançamento.

 

“Desorden y Progreso” apresenta jovens artistas e produtores que por sua música e visão, resistem ao um momento de grande agitação na história do Brasil. Alguns sons são urbanos e escuros, outros são ligados às sonoridades tradicionais. Voltados a questões vitais, os novos sons do Brasil quebram todos os preconceitos e estereótipos, do trans-techno de São Paulo ao arrocha da Bahia.

 

Para ouvir a compilação e baixar: https://backl.ink/113937347

 

Mais sobre a Onda Mundial

 

No começo de agosto de 2019, a plataforma Onda Mundial lançou a sua primeira residência artística na Cidade do México. O espaço cultural Galera, que fica no coração da cidade no bairro Colonia Doctores, é o local que abriga todas as festas da comunidade. A primeira edição da residência contou com um line-up de artistas de música eletrônica da América Latina. Além das festas, as residências no espaço Galera promovem todo um ecossistema de geração de conteúdo audiovisual, workshops, debates, produção musical, e acima de tudo, novas histórias.

 

A intenção da Onda Mundial é transcender o senso de identidade, além dos estereótipos associados a alguns gêneros musicais ou narrativas. Neste encontro de ideais acontece a magia, o choque de conceitos que impulsionam a cultura invencível que parte de uma cidade e se expande pelo mundo. Neste espírito, a Onda Mundial quebra os parâmetros territoriais e linguísticos para focar numa dos países com as mais diversificadas propostas musicais da América Latina: o Brasil.

 

“O tamanho massivo, o caos, o fato de os dois países serem fortes referências culturais em todo o mundo. Foi realmente natural desenvolver esse relacionamento, principalmente ao selecionar os artistas e suas intenções, consideramos importante abordar os movimentos reais, não apenas no Brasil, mas em toda a América Latina. A Onda Mundial fornece aos artistas um canal de expressão para explorar e compartilhar sua criatividade, que projetará suas ideias fornecendo histórias únicas para um novo som e paisagem emergente em nossa cultura. Está tremendo no Brasil, está tremendo no México, Colômbia, Bolívia, Equador, Chile e é porque estamos em um momento de mudanças. Estamos entrando em um novo capítulo de independência e coletividade, em toda parte”, conta Lucia Anaya, diretora de A&R da Onda Mundial.

 

Redes Sociais

 

Site Oficial: https://www.ondamundial.com/

Facebook: https://www.facebook.com/laondamundial/

Instagram: https://www.instagram.com/ondamundial/?hl=pt

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCJswfBtALNp6PxCDXBXcbFg

 

 

Com informações: Favorite Produções