O nascimento do indie folk de Bluebagbang

New Stars é a faixa escolhida por Marina Hungria, compositora à frente do Bluebagbang, para anunciar a chegada de seu EP de estreia Manifesto dos Ventos Delirantes, que conta com cinco faixas (quatro delas em inglês e uma em português), e com lançamento previsto para Junho. A canção selecionada para aquecer os ouvidos antes do álbum, já chega ao mundo acompanhada de videoclipe e está disponível aqui.

 

Embarcada em uma atmosfera melancólica sentimental, a música fala sobre uma sensação que todo mundo já experienciou na vida, o platonismo de um amor idealizado: “New Stars é uma música antiga, que revelava uma paixão virtual e a curiosidade do primeiro encontro, ‘I already saw a thousand times, seems sweet to look, look into your eyes’ e uma visão platônica sobre o outro e sobre como o outro pode nos tirar da inércia da vida, como se buscássemos no encontro um espelho para entendermos sobre nós mesmos”, pontua  Marina.

 

A autonomia conquistada durante os anos de desenvolvimento do projeto, possibilitou à artista executar todos os instrumentos presentes e também ser responsável pela mixagem e produção das cinco faixas registradas no disco.

 

 

 

CLIPE

 

Com imagens que te embarcam em uma sensação de nostalgia e conforto, além de assumir a parte técnica do seu EP, a artista também dirigiu o videoclipe da faixa. “A ideia do vídeo é tentar transparecer o sentimento da música em imagens de arquivo pessoal sobrepostas, como uma narrativa elaborada no conceito mais voltado para videoarte, sendo sensorial e imagético, sem se preocupar com a qualidade, tempo ou enredo de personagens”, complementa Marina.

 

ASSISTA AO VÍDEO AQUI

 

SMARTLINK AQUI

 

FICHA TÉCNICA 

 

CLIPE

 

Direção, criação e finalização: Marina Hungria

 

 

MÚSICA

 

Marina Hungria: composição, voz, violão aço, guitarra, mixagem e produção

Rodrigo Florentino: Masterização

 

 

SOBRE BLUEBAGBANG

 

A necessidade de exercitar o lado criativo e uma sede por experimentação fizeram o Bluebagbang ter os primeiros respiros de vida em 2012. Baseada em São Paulo (SP), Marina Hungria, artista idealizadora e frontwoman, começou a desenvolver suas habilidades técnicas para ter a emancipação em produzir seu próprio material logo em 2013. Com os primeiros equipamentos em seu home studio, a identidade musical indie-folk-melancólico começa a florescer e tomar forma.

 

Em 2020 o início da pandemia trouxe questionamentos sobre o futuro para o mundo todo e não foi diferente para Marina, que encontrou seu próprio refúgio nas composições do projeto que até então encontrava-se em um hiato.

 

A busca por lapidação em sua musicalidade a levou para o músico Thiago Pethit, que cuida da vocalização da compositora e a prepara para o lançamento do seu primeiro trabalho, o EP Manifesto dos Ventos Delirantes, onde a mesma foi responsável por gravar todos os instrumentos e pela mixagem das cinco faixas.

 

LINKS

 

Instagram

Bandcamp

Youtube

Facebook

 

 

 

 

 

Com informações: Café 8 Assessoria de Imprensa