Sesc 24 de Maio recebe Ricardo Vignini em show que celebra seus 30 anos de carreira

O violeiro conta com participações especiais de Socorro Lira, Adriana Farias, Tuia, Ricardo Berti e Renan Dias

 

Com volume de público reduzido no teatro, os protocolos de segurança frente à Covid-19 são mantidos, e para assistir a qualquer show é preciso apresentar comprovante de vacinação (ao menos a primeira dose) impresso ou digital e o ingresso adquirido no portal sescsp.org.br/24demaio [acessar pelo computador]

 

Ricardo Vignini – Foto de Marcelo Macaue/ Rita Perran

 

No dia 21 de novembrodomingo, às 18h, o Sesc 24 de Maio recebe Ricardo Vignini para comemoração dos seus 30 anos de carreira, subindo no mesmo palco que o receberia em 2020 para o lançamento do álbum “Reviola”. Como o show não aconteceu por conta da pandemia, além de Reviola, Vignini lançou mais 2 álbuns digitais em 2020, já em isolamento. Neste ano, para celebrar seus 30 anos de trabalho com a música, o artista estreia show de CD Triplo, com faixas de seus 3 últimos álbuns, ReviolaSessões Elétricas Para Um Novo Tempo e Cubo.

 

Depois de um ano e dez meses sem se apresentar presencialmente, o violeiro Ricardo Vignini fará uma comemoração em grande estilo no Teatro do Sesc 24 de Maio para os admiradores de todos os tipos de música, já que Vignini flutua do rock ao blues, à música latina e à MPB. Uma celebração digna do artista musical popular brasileiro.

 

Nascido em 1973 na cidade de São Paulo, Ricardo Vignini faz parte do duo de violas caipiras Moda de Rock com Zé Helder, no qual exploram releituras de clássicos do rock e já regravou canções de bandas como Led Zeppelin, Nirvana, Rolling Stones e Queen. Ricardo também é membro fundador da banda Matuto Moderno, que mistura rock com música caipira, completando 20 anos em 2019. Já se apresentou na França, EUA, México, Canadá e Argentina, tocando com Renato Teixeira, Pepeu Gomes, Kiko Loureiro, Andreas Kisser e Edgard Scandurra. O violeiro também é produtor musical e apaixonado pela cultura popular.

 

Sobre os álbuns

 

Reviola

Neste álbum o violeiro explora sua pesquisa relacionada à absorção de variados gêneros musicais para a linguagem da viola caipira. São 11 faixas autorais, algumas em parceria com compositores como André Geraissati, André Abujamra, Socorro Lira. Conta também com a participação de músicos do naipe de Lenine, Guarabyra, Zé Geraldo, e mais.

 

Ricardo Vignini e Socorro Lira | Um arame só (Marimbau Tietê)  por Ricardo Vignini:  “Em 1991 arranjei eu bico entregando panfletos na rodoviária Tietê para custear minha ida para do Rock in Rio 2, em um dia de trabalho um senhor parou pra tocar um instrumento do meu lado com uma caixa de madeira, um cabo de vassoura, um arame só deslizando com um garfo e faca, depois descobri que era um Marimbau, o tio da Socorro Lira, o Gavião tocava na Paraíba um instrumento similar, mandei essa melodia pra ele que me respondeu com a letra em 20 minutos, para essa gravação convidei Lenine e Marcos Suzano, ambos músicos que eu toquei no Rock in Rio em 2015”. Confira o álbum clicando aqui.

 

Sessões Elétricas Para Um Novo Tempo

 

Esta obra surgiu de uma gravação ao vivo no estúdio Space Blues em São Paulo, documentado pelo cineasta Mário de Almeida, película ainda a ser lançada. Fernando Nunes encarrega-se do baixo e Ricardo Berti da bateria. Neste vigésimo álbum, Ricardo Vignini toca viola maciça, que resulta como uma guitarra.

 

Ricardo Vignini Trio / Beijando o Céu por Ricardo Vignini: “Musica composta em homenagem ao meu ídolo Jimi Hendrix”. Confira o álbum clicando aqui. 

 

Cubo

Foi concebido durante os meses de pandemia e teve apenas uma música gravada em estúdio. As restantes cada um dos catorze músicos gravou em seu estúdio. O trabalho, que contém 10 faixas, foi produzido, mixado e masterizado por Vignini. Há composições suas, e também de André Abujamra, Zé Ramalho, Socorro Lira, entre outros, e uma do compositor mexicano, já falecido, Lorenzo Barcelata. Ouvimos algumas releituras de músicas que não fazem parte do repertório tradicional violeiro, mas que soam bem no instrumento.

 

Cubo por Ricardo Vignini:  “Última música que eu escrevi e a que fecha o álbum sintetiza todos os meus sentimentos atuais, participam Felipe Câmara – voz, Fernando Nunes – baixo, Humberto Zigler – bateria”. Confira o álbum clicando aqui.

 

___________________________________________________________________________

Repertório do Show:

 

1.Na Zoada do Arame2 Amálgama3. O Bonde dos Fontes

  1. Minuano

5.Moedão – Adriana Farias

  1. Maria Elena – Adriana Farias
  2. Reviola
  3. Fazenda 83 (Solo)
  4. Um Arame Só/Marimbau Tietê – Socorro Lira (Tom E)
  5. Do Ferro ao Pó
  6. Beijando o Céu
  7. Alvorada

13.Pé Vermelho

14.Alquimia – Tuia

15 Se Xaxando

 

 

Ficha Técnica:

 

Ricardo Vignini (viola)

Ricardo Berti (bateria)

Renan Dias (baixo)

Participações especiais: Socorro Lira, Adriana Farias e Tuia

 

SERVIÇO:

 

Ricardo Vignini 30 AnosCom a participação de Socorro Lira, Adriana Farias e Tuia e mais Ricardo Berti na bateria e Renan Dias

Dia 21/11. Domingo, das 18h às 19h30Local: Teatro (1º subsolo) – Sesc 24 de Maio

Classificação: Não recomendado para menores de 12 anos

Ingressos: R$ 40,00 (inteira); R$ 20,00 (credencial, estudante, servidor de escola pública, + 60 anos, aposentados e pessoas com deficiência). Ingressos à venda a partir de 16/11 no portal sescsp.org.br/24demaio [acessar pelo computador] e a partir de 17/11, às 14h, na bilheteria do Sesc 24 de Maio.

 

SESC 24 DE MAIO

 

Rua 24 de Maio, 109, Centro, São Paulo

350 metros do metrô República

Fone: (11) 3350-6300

 

Acompanhe nossas redes:

 

Facebook: facebook.com/sesc24demaio

Instagram: instagram.com/sesc24demaio

Youtube: youtube.com/sesc24demaiovideos

Portal: sescsp.org.br/24demaio

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Imprensa Sesc 24 de Maio / Assessoria de Imprensa Graciela Binaghi