Cantora mineira Isabela Morais lança clipe “Pra Marte” com animação de Andi para tema de Maurício Pereira

Criação audiovisual recria cidade da belle époque como cenário de história de amor e homenageia cinema de Três Pontas-MG; gravação contou com participação de grupo de choro Brasileirinhos

 

A cantora mineira Isabela Morais acaba de lançar seu mais recente clipe, animação do tema Pra Marte. O trabalho é assinado pelo artista visual Andi, dessa vez recriando uma poética história de amor de um casal que se conhece nas ruas de uma cidade da belle époque, com direito a passeios aos primórdios do cinema e vôos interplanetários. A gravação, presente no álbum “Do Absurdo” (2020), contou com participação especial do grupo Brasileirinhos, trazendo a linguagem do chorinho para tema do prestigiado compositor paulistano Maurício Pereira, em parceria com Daniel Szafran.

 

Nos encontros e desencontros do amor pelas ruas de uma antiga cidade, o trabalho ainda faz uma homenagem ao Cine Ouro Verde, espaço icônico da cultura de Três Pontas-MG, terra de Isabela Morais e de Andi – o artista já havia assinado a animação de Do Absurdo, presente no mesmo disco. A recente criação, disponível no canal do Youtube da cantora, encanta pela infinidade de detalhes e sincronia com a trilha, passeando por uma paisagem de varandas históricas e rostos nas janelas, incluindo a própria cantora, até que Marte se realiza para o casal.

 

Beijar-te

E fazer sentido

Querer-te

E me sentir feito um foguete

Que prosseguiu subindo

Pra Marte

 

Aqui Marte aparece como o símbolo do amor, de um caminho utópico para fugir da realidade previsível e monótona. Em tempos de nova jornada de exploração do espaço rumo ao planeta vermelho, a animação relembra a paixão sempre necessária como combustível para utopias. Mas para Isabela Morais, que também é astróloga, essa relação adquire outras perspectivas. “Na Astrologia Clássica, Marte simboliza conflitos e rupturas. A narrativa da canção, entretanto, traz a sutileza dos encontros, natural de Vênus, para Marte, gerando uma nova possibilidade”, explica. Ela dá como exemplo a cena em que o planeta vermelho se desabrocha em flores, após o encontro e o beijo do casal, traduzido nos versos ‘o amor se chocando a um tempo de espanto de beijar-te e se ver sentindo o encanto de beijar-te’” .

 

Pra Marte igualmente espelha o olhar universal e contemporâneo do álbum Do Absurdo, que coloca em diálogo a produção autoral e performance instrumental de diferentes centros musicais, como Rio Grande do Sul, São Paulo e o próprio sul de Minas, aqui representado, além da cantora, pelo artista visual Andi, pelo Experience Stúdios e pelo grupo Brasileirinhos (Varginha-MG), que se dedica ao chorinho – a formação do grupo traz Leonardo Chalana no bandolim e cavaquinho, Felipe Rossi na flauta, Homil Jr no violão de 7 cordas e Bruno Vieira no pandeiro.

 

O álbum Do Absurdo foi lançado em novembro de 2020 pelo selo Escápula Records, com um mergulho e uma multiplicidade de olhares artísticos que atravessam as duas décadas de carreira de Isabela Morais, cantora de Três Pontas (MG). O trabalho apresenta composições próprias, parcerias com poetas contemporâneos e releituras de autores de diferentes partes do país. O tema Pra Marte e o disco estão disponíveis em todas as plataformas digitais.

 

Serviço

Lançamento do clipe Pra Marte – Isabela Morais 

 

Quando:  já disponível no canal do Youtube da artista

Onde: Youtube

Redes sociais da artista: https://linktr.ee/isabelamorais

 

Pra Marte  (música de Maurício Pereira e Daniel Szafran) 

 

beijar-te e fazer sentido

querer-te e me sentir feito um foguete

que prosseguiu subindo pra Marte

onde te viu sorrindo

e é lindo

um foguete querer-te e ter-te

e infindo

o dever de beijar-te as partes do mundo

em que escondes teus pensamentos

profunda

devoção sem nenhum respeito

pressinto

que é o amor se chocando a um tempo de espanto

de beijar-te e se ver

sentindo o encanto

de beijar-te e fazer sentido

 

Ficha Técnica

 

Clipe Pra Marte

Animação, argumento e direção – ANDI

Realização Desalinho Produções – Isabela Morais e João Marcos Veiga

 

gravação – PRA MARTE  (Mauricio Pereira/Daniel Szafran)

 

Isabela Morais: voz

Grupo Brasileirinhos

Leonardo Chalana: bandolim e cavaquinho

Felipe Rossi: flauta

Homil Jr: violão 7

Bruno Vieira: pandeiro

Gravada em Experience Studios – Bruno Morais

Mixagem: Graxaim Estúdio – Guilherme Ceron

Masterização: Pedra Redonda – Wagner Lageman

 

 

 

 

 

 

Com informações: Assessoria de Imprensa – João Marcos Veiga