Erasmo Carlos lança álbum em homenagem à Jovem Guarda

Erasmo Carlos sempre foi um artista do futuro. Ou melhor, um artista que une presente, passado e futuro num tempo próprio, repleto de rock´n´roll e poesia, numa viagem da qual, há mais de 53 anos, ele nos convida a participar. É assim desde os anos 1960, quando foi um dos criadores da Jovem Guarda, movimento cultural que mudou o comportamento dos jovens na época e introduziu o rock no Brasil. Passando por todas estas revoluções musicais e sociais, o Tremendão chegou pleno aos 80 anos, completados em junho de 2021.

 

Após liberar o single “A Volta” em dezembro dando o tom de seu novo trabalho, Erasmo Carlos lança pela Som Livre o álbum “O Futuro Pertence À… Jovem Guarda” nesta sexta-feira, 04 de fevereiro – ouça aqui. O projeto de releituras de canções do movimento da Jovem Guarda reúne oito faixas, as quais Erasmo nunca havia gravado anteriormente.

 

Erasmo Carlos entrou em estúdio em setembro do ano passado, retomando a parceria com o produtor Pupillo e com direção artística de Marcus Preto para dar vida ao projeto de rock contemporâneo. No repertório, releituras de músicas que foram sucessos com gigantes da época: Golden Boys, Vips, Renato e seus Blue Caps, Eduardo Araújo, Roberto Carlos entre outros. O cantor finalizou o álbum “O Futuro Pertence À… Jovem Guarda” em novembro de 2021 e logo caiu na estrada para apresentar o novo trabalho ao público em uma turnê nacional com sucesso de público passando por Porto Alegre, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

Única canção escrita pelos parceiros Roberto e Erasmo Carlos do álbum, “A Volta”, ganha a companhia de mais sete faixas inéditas que receberam novos arranjos musicais para este projeto: “Nasci para Chorar” versão brasileira de “(I Was) Born to Cry” (Dion DiMucci) escrita por Erasmo em 1964, “Ritmo da Chuva” (Demétrius), versão brasileira de “Rhythm of the Rain” (John Claude Gummoe), “Alguém na Multidão” (Rossini Pinto), “O Tijolinho” (Wagner Benatti), “Esqueça” (Roberto Corte Real), versão brasileira de “Forget Him” (Mark Anthony), “Devolva-me” (Lilian Knapp/Renato Barros) e “O Bom” (Eduardo Araújo/Carlos Imperial).

 

Projeto “O Futuro Pertence À… Jovem Guarda” chega às plataformas de streaming com releituras em oito faixas nunca antes gravadas pelo cantor

 

Release projeto “O Futuro Pertence À… Jovem Guarda” por Marcus Preto

 

Fotos – crédito Guto Costa

 

Álbum “O Futuro Pertence À… Jovem Guarda”– Erasmo Carlos

Lançamento Som Livre – 04 de fevereiro/2022

 

8 faixas

 

1- Nasci para Chorar

2- Ritmo da Chuva

3- Alguém na Multidão

4- O Tijolinho

5- Esqueça

6- A Volta

7- Devolva-me

8- O Bom

 

 

FICHA-TÉCNICA ÁLBUM

 

Produzido por Pupillo

Direção artística – Marcus Preto

Idealização e coordenação de produção – Leo Esteves

Gravado no Estúdio Cia dos Técnicos por Arthur Luna e William Luna Jr

Mixado e masterizado por Carlos Trilha nos Estúdios Órbita

 

 

NASCI PARA CHORAR

Erasmo Carlos – Voz

Pedro Baby – Guitarra

Luiz Lopes – Guitarra e backings

Pedro Dias – Baixo e backings

Rike Frainer – Bateria

Pupillo – Percussão

José Lourenço – Orgão Hammond e backings

Maestro Tiquinho – Arranjo de metais e trombone

Paulinho Viveiro – Trompete

Marcelo Pereira – Sax Barítono

Hugo Hori – Sax tenor

 

A VOLTA

Erasmo Carlos – Voz

Pedro Baby – guitarra

Luiz Lopez – Guitarra e backings

Pedro Dias – Baixo e backings

José Lourenço – Teclados e backings

André Lima – Sintetizadores

Pupillo – Percussão

 

DEVOLVA-ME

Erasmo Carlos – Voz

Pedro Baby – Guitarra

Luiz Lopes – Guitarra e backings

Pedro Dias – Baixo e backings

Rike Frainer – Bateria

Pupillo – Percussão

José Lourenço – Piano

Carlos Trilha – Sintetizadores

Felipe Pacheco – Arranjo de cordas , violinos e violas

 

ESQUEÇA

Erasmo Carlos – Voz

Pedro Baby – guitarra

Luiz Lopez – Guitarra e backings

Pedro Dias – Baixo e backings

José Lourenço – Teclados e backings

André Lima – Sintetizadores

Pupillo – Percussão

 

ALGUÉM NA MULTIDÃO

Erasmo Carlos – voz

Pedro Baby – Violão de Nylon

Luiz Lopez – Violão de aço

José Lourenço – Piano

Felipe Pacheco – Arranjo de cordas , violinos e violas

 

RITMO DA CHUVA

Erasmo Carlos – Voz

Pedro Baby – Guitarra

Luiz Lopes – Guitarra e backings

Pedro Dias – Baixo e backings

Rike Frainer – Bateria

Pupillo – Percussão

José Lourenço – Piano

Carlos Trilha – Sintetizadores

Felipe Pacheco – Arranjo de cordas , violinos e violas

 

TIJOLINHO

Erasmo Carlos – Voz

Pedro Baby – Guitarra

Luiz Lopes – Guitarra e backings

Pedro Dias – Baixo e backings

Rike Frainer – Bateria

Pupillo – Percussão

José Lourenço – Teclados

André Lima – Sintetizadores

 

O BOM

Erasmo Carlos – Voz

Pedro Baby – Guitarra

Luiz Lopes – Guitarra e backings

Pedro Dias – Baixo e backings

Rike Frainer – Bateria

Pupillo – Percussão

José Lourenço – Teclados

André Lima – Sintetizadores

 

Sobre Erasmo Carlos

 

Artista em permanente ebulição, efervescente, inspirado, há mais de 53 anos o Tremendão vem embalando gerações com suas canções. São mais de 500 composições que refletem, da ingenuidade da Jovem Guarda e sua doce proposta de mudanças comportamentais, à maturidade dos dias atuais, alçando Erasmo ao posto de Gigante Gentil da música brasileira (título reafirmado com o Grammy Latino 2014 de Melhor Álbum de Rock por Gigante Gentil e com sua escolha como Homem do Ano na Música da Revista GQ).

 

Sobre a Som Livre

 

Com sua capacidade única de entender e antecipar preferências, aspirações e comportamentos dos brasileiros, a Som Livre é o reflexo do gosto musical do brasileiro. É uma empresa de música digital totalmente integrada com um modelo comprovado para identificar, desenvolver e promover a música e os artistas que os fãs continuarão a abraçar nas próximas décadas. A Som Livre tem forte atuação em eventos ao vivo, sendo produtora de festivais no país por meio de diversas marcas, como Festeja e Samba D+. Ela também tem sua plataforma de distribuição de música, a Fluve, e operações adicionais em sua editora musical.

 

Acompanhe a Som Livre nas redes:

 

Site Som Livre

Instagram Som Livre

Facebook Som Livre

Twitter Som Livre

YouTube Som Livre

LinkedIn Som Livre

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações:  Assessoria de comunicação Som Livre – InPress Porter Novelli