Mariá Portugal lança “Erosão”

Disco chega hoje (29/10) nas plataformas digitais pelo selo RISCO no Brasil e internacionalmente pelo selo alemão Fun in the Church

 

Ouça: https://smarturl.it/EROSAO

 

A baterista, cantora, produtora e compositora Mariá Portugal (Quartabê/Arrigo Barnabé) lança seu novo álbum EROSÃO em quatro formatos: digital, vinil, CD e fanzine, pelos selos RISCO (Brasil) e Fun in The Church (Alemanha).

 

Atualmente dividindo-se entre as cidades de Duisburg (Alemanha) e São Paulo, onde nasceu, Mariá possui fortes raízes na canção popular brasileira, especialmente na corrente paulistana de Arrigo Barnabé, Itamar Assumpção e Grupo Rumo. Além disso, possui grande interesse em música eletrônica e improvisação livre. O álbum EROSÃO (escrito assim mesmo, em caixa alta) é o cruzamento dessas três diferentes vertentes musicais. Tal como uma pedra constituída por diferentes materiais que se modificam uns aos outros através de processos mecânicos e químicos, em EROSÃO a canção, a improvisação acústica e a manipulação eletrônica se sobrepõem e se afetam continuamente.

 

Mariá Portugal atua no cenário musical brasileiro há mais de 20 anos. Já gravou e realizou  turnês pela América do Sul, Europa, Ásia e Oceania com artistas como Arrigo Barnabé, Metá Metá, Fernanda Takai, Zélia Duncan e Pato Fu. Entre seus principais projetos atuais está a Quartabê, com a qual se apresentou em festivais na Áustria, Alemanha, Holanda, Japão e Argentina. Mariá também possui vasta experiência em composição para dança, teatro e cinema, trabalhando tanto na Alemanha como no Brasil com diretores como Felipe Hirsch (Ultralíricos), Cristiane Paoli Quito (Nova Dança 4), Diogo Granato, Patrícia Noronha (Panapaná), Antje Siebers (Teatro Dortmund) e Ulrich Greb (Schlosstheater Moers).

 

A artista vem progressivamente fortalecendo sua relação com a música improvisada europeia. Em 2020 morou na cidade de Moers como a 13a Improvisadora em Residência do Moers Festival, e no início de 2021 se juntou ao grupo de curadores do Soundtrips-NRW, projeto que promove o circuito de improvisação livre da região da Renânia do Norte-Vestfália.

 

O universo da canção popular é o principal alicerce da formação musical de Mariá Portugal, e é também a primeira camada e o ponto de partida de EROSÃO. A artista vinha colecionando canções próprias ao longo dos anos, e vinha buscando também uma maneira de gravá-las que fosse diferente do modelo mais tradicional da música pop. Algo que fosse mais próximo da maneira eletrônica de se fazer música, com alto poder de controle sobre o material, e que ao mesmo tempo incorporasse a liberdade e a cooperação características da improvisação livre. Influenciada pela experiência de uma sessão de gravação com Negro Leo, em que o compositor maranhense reuniu diferentes músicos em estúdio para improvisar livremente sobre suas canções, a artista decidiu então fazer o mesmo; mas, neste caso, o objetivo seria gerar um material bruto, gigas de arquivos de áudio que seriam depois intensamente editados e processados em pós-produção.

 

No início de 2019, reúne então em estúdio alguns colegas da prolífica cena experimental paulistana: Maria Beraldo, Joana Queiroz e Chicão da Quartabê, mais Thiago França (Metá Metá), Rui Barossi, André Bordinhon (Quarteto Solto), Filipe Nader, Arthur Decloedt (Música de Selvagem) e Paulo Braga (Arrigo Barnabé). Mariá priorizou na gravação instrumentos acústicos a fim de fazer contraste ao eletrônico, montando uma formação composta por saxofone, clarinete/clarone, guitarra, piano, baixo acústico e bateria. A gravação também contou com a participação do cantor Tó Brandileone (5 a Seco). Mais que um convidado especial, Tó acabou tornando-se uma segunda voz no disco, presente em quase todas as faixas.

 

Em 2020, Mariá levou este material resultante num disco rígido para Moers, Alemanha, onde foi passar um ano como a 13a Improvisadora em Residência do Moers Festival. Vivendo nessa pequena cidade provinciana durante a pandemia, Mariá editou e processou o material gerado pelas improvisações, adicionando também overdubs de sua voz às gravações.

 

Nesta terceira e última etapa do álbum, cada faixa foi editada seguindo uma única premissa de tratamento sonoro, que se relaciona intimamente ao conteúdo da canção. “Petróleo”, por exemplo, trabalha com filtragem; “O Grão da Voz”, com micro-samples; “Telepatía”, com sons “não-desejados” da gravação. O resultado são 6 diferentes níveis de erosão do material original gerado em São Paulo, que sofreu desde pequenas interferências (como “Dois Litorais”) a transformações totais (como “Telepatía” ou “O Grão da Voz”).

 

 

A arte gráfica de EROSÃO é assinada pela premiada designer Maria Cau Levy, responsável por toda a identidade visual do trabalho. Cau e Mariá trabalharam em paralelo com a criação do álbum, usando um processo de inúmeras e sucessivas camadas fotográficas e de projeção luminosa. No Brasil, EROSÃO será lançado pelo selo RISCO primeiramente no formato de fanzine. Pensada também como um poster, a zine contém ficha técnica, letras e um código QR que dá acesso ao disco.

 

Maria Cau Levy é designer, arquiteta e pesquisadora. Gosta de trabalhar na fronteira entre teoria e prática, desenvolvendo projetos autorais e em coletivo. Ganhadora do prêmio jabuti 2020 (projeto gráfico) e do prêmio profissionais da música 2019 (design), seus projetos já integraram bienais como a de Veneza, São Paulo, Madrid e Caracas. Em 2019 lançou seu primeiro livro, desenvolvido junto com o coletivo @gomaoficina, “Arquiteturas Contemporâneas no Paraguai”. Atualmente é mestranda na FAUUSP e co-fundadora do espaço de pesquisa @galpaocomum.

 

Para promover o lançamento do álbum, Mariá Portugal faz uma temporada de concertos em Duisburg, e também se apresenta na Berliner Festspiele em novembro deste ano. Ao vivo, busca construir mais uma camada do processo criativo, “erodindo” o material do seu álbum em um concerto altamente improvisado com músicos talentosos das cenas experimentais de Colônia, Bremen e Berlim. A EROSÃO continua- viva, irreversível.

 

selo RISCO

 

Selo fonográfico fundado em 2014 em São Paulo e hoje sob direção de Gui Jesus Toledo e João Bagdadi, atua como uma plataforma de suporte na viabilização fonográfica e difusão do trabalho de artistas da cena independente. Sua proposta é fomentar e investir na carreira desses artistas por meio da colaboração em duas frentes principais: a gestão dos processos produtivos e a articulação com outros atores das cadeias criativa e produtiva da música. É casa de lançamentos de diversos artistas como: Luiza Lian, O Terno, Tim Bernardes, Jonas Sá, Quartabê, Ana Frango Elétrico, Vovô Bebê, GIO, Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo, entre outros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Com informações: Francine Ramos

#SIGA NO INSTAGRAM
The Blues Brothers Live
Hoje (16/07), é aniversário do brilhante cantor e compositor Ed Kowalczky @edkowalczyk da banda Live @livetheband que completa 53 anos.

#edkowalczyk #happybirthday #Live #boomerangmusic
Hoje (16/07), é aniversário do brilhante baterista Stewart Coperland @stewart_copeland da banda The Police @thepolicebandofficial que completa 72 anos.

#thepolice #boomerangmusic #stewartcopeland
A banda MR. BIG FINALIZA SUA CARREIRA COM ‘THE BIG FINISH LIVE’ com dois lançamentos

MR. BIG formada por Eric Martin (vocal principal), Paul Gilbert (guitarra, vocal), Billy Sheehan (baixo, vocal), Nick D'Virgilio (bateria, vocal) - está encerrando sua carreira de 35 anos em GRANDE… com não um, mas dois lançamentos de álbuns. 

O primeiro é o décimo álbum de estúdio, TEN, lançado em 12 de julho. O último álbum ao vivo lançado será The BIG Finish Live, que será lançado em 6 de setembro.

 Lista de músicas 
 
1. Addicted To That Rush
2. Take Cover
3. Undertow
4. Daddy, Brother, Lover, Little Boy (The Electric Drill Song)
5. Alive And Kickin'
6. Green-Tinted Sixties Mind
7. CDFF- Lucky This Time
8. Voodoo Kiss
9. Never Say Never
10. Just Take My Heart
11. My Kinda Woman
12. A Little Too Loose
13. Road To Ruin
14. To Be With You
15. Big Love
16. The Chain
17. Promise Her The Moon
18. Where Do I Fit In
19. Wild World
20. Paul Gilbert Guitar Solo
21. Colorado Bulldog
22. Billy Sheehan Bass Solo
23. Shy Boy
24. 30 Days in the hole
25. Good Lovin'
26. Baba O' Riley

The BIG Finish Live é um novo álbum ao vivo e filme-concerto da turnê de despedida “The BIG Finish” do MR.BIG, onde a banda tocou seu álbum LEAN INTO IT, que vendeu um milhão de cópias, na íntegra, além de clássicos adicionais do MR.BIG. 

Filmado em 4K no Budokan em Tóquio, Japão, em 26 de agosto de 2023, esta performance histórica estará disponível em diversos formatos de alta qualidade: Vinil Preto 180g (3 LP), SACDs Estéreo Híbrido Multicanal (2), MQA -CDs (2), CDs MQA + Blu-Ray (2), Blu-ray 4K Ultra HD (apresentando bastidores e filmagens de entrevistas) e cassete (2). 

Todos esses formatos virão com um livreto/inserção que inclui fotos inéditas de sua apresentação no Budokan, bem como um adesivo ou cartão postal para os fãs.

Aguardem !!

#mrbig #boomerangmusic
A Netflix @netflix soltou o poster da quinta e última temporada da série Stranger Things @strangerthingstv 

A primeira parte da última temporada estreia em 2025, lembrando que ela será dividida em duas partes.

Estão curiosos? 

#strangerthings #boomerangmusic #netflix
Hoje (09/07), é aniversário do brilhante ator e produtor Tom Hanks @tomhanks que completa 68 anos.

#tomhanks #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (09/07), é aniversário do cantor e compositor Jack White @officialjackwhite que completa 49 anos.

Fundador das bandas The White Stripes e The Raconteurs

#jackwhite #happybirthday #boomerangmusic
Hoje (09/07), é aniversário do cantor, compositor e vocalista da banda Siimple Minds @simplemindsmusic Mr. Jim Kerr @jim_kerr_official_  que completa 65 anos.

#jimkerr #happybirthday #boomerangmusic