Steven Wilson lança “The Future Bites”

Ouça aqui

 

OK Computer para a era da Amazon… um dos melhores e mais ousados já criado por Wilson” Prog

 

The Future Bites é um ótimo álbum pop maduro – inteligente e auto consciente, mas nunca demais para o seu próprio bem” Mojo 4*
“Uma toca de coelho com um pop cativante” Uncut 8/10

 

Welcome To The Machine do Pink Floyd se Rick Wright tivesse mais uso de synths e Nick Mason tivesse programado uma bateria eletrônica” Electronic Sound

 

“Sua obra de arte… O trabalho mais forte de Wilson até hoje” Record Collector

 

“Wilson nunca antes criou essa volta em uma montanha russa… mais um triunfo” Classic Rock 9/10

 

O sexto álbum de Steven Wilson THE FUTURE BITES foi lançado hoje (29 de Janeiro 2021) via TFB.com/Caroline International.

 

THE FUTURE BITES explora as maneiras com que o cérebro humano evoluiu na era da internet. Enquanto um dos Top 3 álbuns de 2017,  TO THE BONE enfrentava a (então) emergente questão global das fake news, THE FUTURE BITES coloca o ouvinte no centro de um mundo de vícios do século 21. É um lugar onde experimentos públicos com a tecnologia crescente nas nossas vidas acontecem constantemente: onde cliques e tiques se tornaram mais importantes do que interação humana. THE FUTURE BITES é menos uma visão sombria de uma distopia que se aproxima e mais uma leitura curiosa e lúdica de um mundo que se tornou ainda mais estranho e separado pelos acontecimentos de 2020.

 

Musicalmente, THE FUTURE BITES brilha positivamente. Ao longo do álbum, há faixas que lidam com lindos eletrônicos distorcidos pela intervenção humana (KING GHOST) e acústicos incríveis que atingem a estratosfera (12 THINGS I FORGOT); um tratado de dez minutos sobre as alegrias da oniomania apresentado por Elton John em um redemoinho ao estilo de Moroder (PERSONAL SHOPPER) e um groove Motorik guiado pelo baixo que mergulha no tema de click baits e radicalização online (FOLLOWER). A nova gravação para o álbum, COUNT OF UNEASE, é um final belamente lamentoso que flutua em uma mistura de piano e som ambiente. Juntas, as nove faixas formam o trabalho mais consistente e brilhante de Steven até hoje. THE FUTURE BITES foi gravado em Londres e co-produzido por David Kosten (Bat For Lashes, Everything Everything) e Steven Wilson.

 

O site THE FUTURE BITES abre uma porta para um mundo maravilhoso de poder de compra, um lugar onde tudo é comercializável e nada é muito aleatório ou idiota para ser considerado valioso. Inspirado por artefatos notáveis do século 21 como o bloco de cerâmica de Virgil Abloh ou o Oxigênio Canadense enlatado da Vitality Air, THE FUTURE BITES website  é um universo completamente imaginado para o consumidor (criado em colaboração com Baby  e  Crystal Spotlight <), projetado para ser acessível e viciante para qualquer pessoa, do fã casual ao colecionador hardcore. O site oferece regularmente produtos de edição limitada – pode ser qualquer coisa, desde uma camisa com slogan a um furador de marca.

 

Uma edição mega exclusiva de THE FUTURE BITES foi vendida em Outubro por £10,000,  e vendeu quase que instantaneamente. Todos os lucros da venda do ULTRA DELUXE MUSIC PRODUCT ON OBSOLETE MEDIA foram doados para Music Venue Trust.

 

THE FUTURE BITES track listing:

 

1.         UNSELF
2.         SELF
3.         KING GHOST
4.         12 THINGS I FORGOT
5.         EMINENT SLEAZE
6.         PERSONAL SHOPPER
7.         MAN OF THE PEOPLE
8.         FOLLOWER
9.         COUNT OF UNEASE

 

Fique atento para um incrível e único clipe feito com tecnologia do deep fake para SELF (dirigido por Miles Skarin), que será lançado na Segunda Feira, 1 de Fevereiro.

 

Steven Wilson recentemente anunciou uma série de datas para tocar ao vivo em Setembro 2021:

 

Qua 8                 Cardiff, St Davids Hall
Qui 9                  Sheffield, City Hall
Sáb 11                Manchester, 02 Apollo
Dom 12              Glasgow, Concert Hall
Seg 13                Birmingham, Symphony Hall
Qua 15               Portsmouth, Guildhall
Qui 16                London, Hammersmith, Eventim Apollo
Sex 17                 Nottingham, Royal Concert Hall

 

 

 

Com informações: Catto Comunicação / Divulgação:  For Music